Nos acompanhe

Paraíba

PGJ e nova secretária de saúde de JP avaliam cooperação para enfrentar desafios deste início de ano

Publicado

em

O procurador-geral de Justiça, Antônio Hortêncio Rocha Neto, recebeu, na manhã desta quarta-feira (12/01), a visita institucional da secretária de Saúde de João Pessoa, que assumiu o cargo no mês passado. O encontro aconteceu na sede do Ministério Público da Paraíba, no Centro da cidade.

O chefe do MPPB e a integrante do órgão municipal conversaram sobre os desafios na área de saúde, principalmente neste início de ano, que incluem a vacinação das crianças contra a covid-19, o controle da epidemia da influenza H3N2 e de um possível aumento de casos de arboviroses. Na visão dos dois, dentro das atribuições de cada órgão, deve haver entendimento e colaboração entre as instituições para garantir o atendimento devido à população.

Antônio Hortêncio parabenizou a professora doutora Margareth Diniz pela ocupação do cargo em dezembro último, falou sobre a atuação do Ministério Público em defesa da saúde e disse que a instituição estava de portas abertas para receber a gestão e colaborar no que for possível.

“Nosso promotores de Justiça têm forte atuação pelos direitos dos cidadãos especificamente na área da saúde, mas sempre no sentido de buscar as melhores soluções para os problemas e a melhoria do atendimento nos serviços públicos. Estamos cientes dos desafios da pasta, principalmente durante uma pandemia que se arrasta desde 2020 e que se soma a novos problemas de saúde pública e queremos estabelecer uma parceria naquilo que for possível para minorar essas dificuldades”, explicou.

A secretária de Saúde, por sua vez, agradeceu a recepção do PGJ, ressaltando o quão parceiro MPPB tem sido nessa área e externou o desejo de trabalhar de forma transparente e parceira respondendo os encaminhamentos que chegarem por meio do órgão ministerial, de forma a ter a resolutividade necessária pelo bem da população de João Pessoa.

“O Ministério Público tem ajudado na área de saúde vendo direitos do cidadão. Estamos ainda dentro de uma pandemia e dentro de uma epidemia de síndrome gripal (H3N2), uma nova variante da gripe. Para além disso, temos agora a vacinação das crianças contra a covid que repassamos ao procurador e, na sequência, teremos as arboviroses (dengue, zika e chikungunya), de maneira que uma só pessoa pode ter coinfecções gerando demanda significativa de medicamentos e internações e ações que certamente chegam ao Ministério Público e estamos aqui para dizer que queremos trabalhar juntos”, disse Margareth Diniz.

Ainda acompanharam a visita o secretário-geral do MPPB, o promotor de Justiça Rodrigo Marques da Nóbrega, e os assessores jurídicos da SMS-JP, Amanita Sá e José Bezerra.

O grupo trocou ideias sobre os vários desafios da área da saúde, principalmente numa capital de estado, destacando a importância de conscientizar a população para a importância da vacinação para todas as doenças e faixas etárias, conforme os imunizantes disponibilizados, bem como da necessidade de um atendimento eficiente nos serviços para evitar o agravamento de casos e mortes de pessoas. Ao final da visita, todos se mostraram satisfeitos com os contatos estabelecidos e com disposição de cooperação em ações que beneficiam a sociedade.

Continue Lendo

Paraíba

Ômicron: Governo do Estado fecha o cerco e prepara medidas rígidas em novo decreto na Paraíba

Publicado

em

O avanço no número de infectados pela nova cepa do coronavírus na Paraíba tem preocupado as autoridades de Saúde do Estado. Na tarde de hoje, o secretário estadual de saúde, Geraldo Medeiros, admitiu a possibilidade de adoção de medidas mais rígidas a partir da próxima terça-feira.

Contudo, o secretário revelou, em entrevista ao Correio Debate, na tarde de hoje, que haverá reunião para definir novas regras com colegiado e o governador João Azevedo na segunda-feira. “Decidiremos, o colegiado junto com o governador, quais medidas serão adotadas para diminuir essa propagação do vírus”, ponderou Geraldo.

Para o secretário, o aumento de casos refletem as aglomerações que aconteceram nas festas de fim de ano e verão. “Esse reflexos são decorrentes de ações que uma parcela da população executou no final de dezembro e janeiro”, destacou.

O decreto estadual deve trazer novas regras para eventos, escolas, bares e restaurantes.

Continue Lendo

Paraíba

Prefeita Fofinha de Bayeux já gastou mais de R$ 5,2 milhões apenas com apadrinhados na Prefeitura

Publicado

em

A prefeita Luciene de Fofinho (PDT), mais conhecida como ‘Fofinha de Bayeux’, gastou mais de R$ 5,2 milhões apenas com apadrinhados na Prefeitura de Bayeux nos sete primeiros meses de 2021, primeiro ano de seu mandato como gestora municipal.

De acordo com o Sistema Sagres, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), o valor exato gasto pela prefeita com comissionados, do mês de janeiro até julho de 2021, foi de R$ 5.264.992,19 (cinco milhões, duzentos e sessenta e quatro mil, novecentos e noventa e dois reais e dezenove centavos).

O número surpreende, uma vez que, segundo dados mais recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o município de Bayeux, em 2019, registrava que, quase metade da população municipal (43,2%) sobrevivia com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa.

Ainda de acordo com o IBGE, por causa dessa situação o município de Bayeux ocupava a posição 215 dentre os 223 localizados na Paraíba.

A surpresa também impera uma vez que a prefeita foi eleita ao adotar um discurso que prometia melhoria da qualidade de vida do povo que viveu, na gestão anterior, uma fase política marcada por escândalos e investigações por indícios de corrupção.

Caso seja mantida a média de gastos, o valor que deve ser registrado pelo Sistema Sagres deverá ser correspondente a um gasto mensal de cerca de R$ 752.141,00 que, nos cinco meses que faltam, resultará num total de mais R$ 3,7 milhões que, por sua vez, somado ao valor já pago de R$ 5.264.992,19 alcançará uma cifra pouco superior a R$ 9 milhões que teriam sido dedicados apenas ao pagamento de comissionados em um ano.

Confira os números:

Gestão ‘Fofinha de Bayeux’ – 2021:

Janeiro – R$ 603.005,94
Fevereiro – R$ 811.109,49
Março – R$ 621.571,21
Abril – R$ 833.670,63
Maio – R$ 802.859,75
Junho – R$ 787.341,83
Julho – R$ 805.433,34
Total- R$ 5.264.992,19

Confira imagens:

 

 

 

 

 

 

 

 

Continue Lendo

Paraíba

Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba registra, nesta sexta, 3.354 casos de Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta sexta (28), 3.354 casos de Covid-19. Entre os casos confirmados neste boletim, 43 (1,28%) são moderados ou graves e 3.311 (98,72%) são leves. Agora, a Paraíba totaliza 490.428 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, já foram realizados 1.309.635 testes para diagnóstico da Covid-19.

Também foram confirmados 14 novos óbitos desde a última atualização, sete deles ocorridos nas últimas 24h. Com isso, o estado totaliza 9.686 mortes. O boletim registra ainda um total de 369.583 pacientes recuperados da doença.

* Dados oficiais preliminares (fonte: SI-PNI, e-SUS Notifica, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h, do dia 28/01/2022, sujeitos à alteração por parte dos municípios.

Óbitos
Até esta sexta, 222 cidades paraibanas registraram óbitos por Covid-19. Os óbitos divulgados neste boletim ocorreram entre os dias 13 e 28 de janeiro, sendo um em hospital privado, três em residência e os demais em hospitais públicos. As vítimas são 05 mulheres e 09 homens, com idades entre 50 e 104 anos, residentes dos municípios de Bayeux (1); Cabaceiras (1); Campina Grande (3); Esperança (1); João Pessoa (4); Mamanguape (1); Ouro Velho (1); Queimadas (1) e Rio Tinto (1). Cardiopatia foi a comorbidade mais frequente e três não tiveram comorbidades informadas.

Cobertura Vacinal

Foi registrado no Sistema de Informação SI-PNI, a aplicação de 6.515.188 doses. Até o momento, 3.136.220 pessoas foram vacinadas com a primeira dose (77,27% do total) e 2.718.185 completaram os esquemas vacinais, o que representa 66,97% da população total do estado. Do total de vacinados com o esquema primário completo, 2.625.556 tomaram as duas doses e 92.629 utilizaram imunizante de dose única. Sobre as doses adicionais, foram aplicadas 17.030 em pessoas com alto grau de imunossupressão e 643.753 doses de reforço na população com idade a partir de 18 anos. A Paraíba já distribuiu um total de 6.721.063 doses de vacina aos municípios.

Ocupação de leitos Covid-19

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico), em todo estado, é de 35%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 51%. Em Campina Grande, estão ocupados 22% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 52% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro estadual de regulação hospitalar, 38 pacientes foram internados nas últimas 24h. Ao todo 276 pacientes estão internos nas unidades de referência pra Covid-19.

Os dados epidemiológicos com informações sobre todos os municípios e ocupação de leitos estão disponíveis em: www.paraiba.pb.gov.br/coronavirus

Continue Lendo