Nos acompanhe

Paraíba

Ricardo Coutinho se transforma em pivô de mais um racha registrado no PT da Paraíba

Publicado

em

O Partido dos Trabalhadores (PT) vive mais um episódio de racha na Paraíba após a cúpula estadual ter decidido por 17 votos contra 4 permanecer na base aliada do governador João Azevêdo (Cidadania) com vistas às Eleições 2022.

Diante da decisão, simpatizantes do ex-governador Ricardo Coutinho, que está de volta ao seio da sigla, decidiram recorrer à direção nacional da legenda para anular o que foi decidido e, consequentemente, romper a aliança com Azevêdo.

O racha foi declarado pela ala aliada de Ricardo Coutinho que, por sua vez, considera o governador João Azevêdo um de seus maiores desafetos políticos e pessoais e a quem acusa de ter repassado informações em seu desfavor a integrantes do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB) durante investigações da Operação Calvário que apurava a existência de um desvio de mais de R$ 130 milhões dos cofres públicos paraibanos na gestão de Coutinho à frente do Governo da Paraíba.

Leia também: Com voto contrário do presidente municipal, PT decide manter apoio à base aliada de João Azevedo

Para tentar anular a decisão tomada pela maioria em votação, a ala ricardista do PT da Paraíba promete recorrer diretamente à presidente nacional da legenda, Gleisi Hoffmann, e até ao ex-presidente Lula para que a vontade de Ricardo Coutinho prevaleça sobre a decisão da maioria e a aliança com Azevêdo seja anulada.

De acordo com informações publicadas no blog do Helder Moura, o próprio presidente estadual do PT na Paraíba, Jackson Macedo, confirmou que os ricardistas do PT vão recorrer da decisão.

“Nós não concordamos e vamos recorrer, como já fizemos em outras ocasiões, e vamos insistir até a direção nacional reconhecer nossas posições como as corretas”, disse Jackson.

Continue Lendo

Paraíba

Cabo Gilberto é impedido de entrar na Assembleia e participa de Sessão em banquinho na praça

Publicado

em

O deputado estadual Cabo Gilberto Silva foi impedido de entrar na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) na manhã desta terça-feira (19) e decidiu participar da Sessão sentado em um banquinho instalado na Praça dos Três Poderes.

O parlamentar, que só tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19 há poucos dias, só poderá se fazer presente no Plenário da Casa de Epitácio Pessoa, após tomar a segunda dose do imunizante ou se houver uma votação e, por maioria, for autorizada a entrada do deputado na Assembleia.

Confira imagem:

Leia também: Vacinado: Cabo Gilberto emite documento e cobra retorno imediato das sessões presenciais na ALPB

Cabo Gilberto Silva, mesmo do banquinho da praça, participando da sessão de modo remoto (online) pediu uma ‘Questão de Ordem’, mas, teve o pedido negado pelo presidente da Casa, deputado estadual Adriano Galdino (PSB), que considerou o assunto prejudicado e decidiu seguir adiante com a realização da Sessão normalmente.

Leia também: Cabo Gilberto continua proibido de entrar na Assembleia Legislativa mesmo estando vacinado

“É um assunto já vencido e espero que esse assunto não volte mais à Casa de Epitácio Pessoa”, enfatizou o presidente Adriano Galdino.

O Cabo Gilberto, por sua vez, acusou o presidente Adriano Galdino de persegui-lo publicamente.

Confira áudio:

 

Continue Lendo

Paraíba

Gervásio Maia solicita intensificação de medidas de segurança em Belém do Brejo do Cruz

Publicado

em

O deputado federal Gervásio Maia (PSB) solicitou ao comandante geral da Polícia Militar da Paraíba (`PMPB), cel Euller Chaves, a intensificação de medidas de Segurança Pública em Belém do Brejo do Cruz.

De acordo com o parlamentar, a população desta região vem sofrendo diuturnamente com um aumento substancial de uma onda de assaltos.

Gervásio Maia recebeu a denúncia vinda dos prórios moradores de Belém do Brejo do Cruz e confiou a resolução do problema à PMPB.

“Confiamos nas forças de Segurança da Paraíba para resolver esse problema com a urgência que a situação pede”, enfatizou o deputado federal.

Mataraca

Gervásio Maia participou recentemente de uma Audiência Pública para discutir a instalação do Porto de Águas Profundas de Mataraca.

O parlamentar, que estava ao lado do prefeito Egberto Madruga (PSB), do deputado estadual Buba Germano (PSB) e de diversas outras autoridades e lideranças políticas da Região, afirmou se tratar de uma obra de extrema importância para o Estado que vai gerar milhares de empregos e desenvolver toda a Região.

“O projeto do Porto de aÁguas Profundas terá capacidade para receber até oito navios de forma simultânea, em uma área de 2.120 metros de atracagem”, frisou o deputado federal paraibano.

Continue Lendo

Paraíba

Julian Lemos mostra instalações de núcleo criado para acompanhar menores vítimas de violência na PB

Publicado

em

O deputado federal Julian Lemos, através de Emendas parlamentares fruto de seu mandato, tornou possível a instalação do Núcleo Integrado de Atendimento e Acompanhamento às Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência, localizado na Rua Monsenhor Walfredo Leal, 503, em João Pessoa, Capital da Paraíba.

O Núcleo foi possível a partir da aprovação do projeto “Criança e Adolescente – O Futuro do Brasil”, financiado com recursos de emenda do deputado Julian Lemos.

De acordo com informações da Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPE), o equipamento vai atuar na tutela de crianças e adolescentes vulneráveis e em situação de risco, principalmente em casos de abusos e violência doméstica e familiar. Além da assistência jurídica, a DPE também vai atuar extrajudicialmente, com visita a instituições e realização de palestras em escolas. Estão entre suas atribuições:

  • Atender crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade nas áreas: jurídica, social, psicológica e pedagógica, fomentando a inclusão social, combatendo o abuso e a exploração sexual de menores, a restauração da integridade psicológica, evitando assim que os mesmos venham a se tornar agressivos, com predisposição a pratica de delitos;
  • Receber da Delegacia Especializada a comunicação sobre a notícia de fato. Receber vítimas e/ou familiares para prestar assistência qualificada jurídica e psicossocial especializada (Lei 13.341/2017) até a resolução do caso;
  • Promover palestras e oficinas sobre abuso e exploração sexual, estupro de vulneráveis, bullying, drogas, família, violência, maus tratos, trabalho infantil e demais temas relevantes e atuais no universo da criança e do adolescente, com o fim de informar aos menores e seus responsáveis quanto aos seus direitos preconizados na Constituição Federal e no Estatuto da Criança e do Adolescente, bem como os seus deveres, orientando quanto às ações e consequências nos aspectos jurídicos, sociais e psicológicos;
  • Sugerir medidas protetivas às autoridades competentes e acompanhar o cumprimento de tais medidas nos casos indicados, bem como direcionar para atendimento na Rede de Proteção;
  • Acompanhar o Depoimento Especial, receber relatório informativo da Escuta Especializada/Depoimento Especial.

“Muito obrigado meu Deus por poder servir ao querido povo da Paraíba e proteger melhor nossas crianças”, disse Julian Lemos.

Confira vídeo:

 

Continue Lendo