Nos acompanhe

Paraíba

Na Paraíba: coveiro cava buraco, mas se nega a enterrar corpo de vítima da Covid-19

Publicado

em

Os moradores do município de Riacho dos Cavalos, localizado na Região do Alto Sertão paraibano, se surpreenderam com a notícia de que o coveiro da cidade teria se recusado a enterrar o corpo de uma pessoa que morreu vítima da Covid-19.

Os familiares do morto se revoltaram e confirmaram o fato dizendo que o coveiro aceitou apenas cavar a cova, mas que, depois disso, foi embora sem concluir o serviço que era enterrar o corpo. Ouça:

 

O prefeito, Eudim de Dé (PP), afirmou que essa não teria sido a primeira vez que o dito coveiro havia falhado no cumprimento de suas funções, que ele já havia sido advertido e que, agora, será punido com o afastamento do cargo por 90 dias. Confira:

Continue Lendo

Brasil

Ministro Marcelo Queiroga e governador João Dória voltam a trocar farpas nas redes sociais

Publicado

em

O paraibano Marcelo Queiroga, que é ministro da Saúde, voltou a trocar farpas públicas com o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), através de bate e rebate via redes sociais por causa da campanha de vacinação contra o vírus da Covid-19.

Queiroga respondeu a uma postagem de Dória que, por sua vez, falava acerca da antecipação do calendário Estadual da vacinação prevendo que até 15 de setembro toda população acima de 18 anos estaria imunizada com a primeira dose em São Paulo.

O ministro não gostou e disse que as doses de imunizantes para cumprir a antecipação do calendário de vacinação que o governador estava divulgando tinham sido enviadas pelo Governo Federal.

João Dória devolveu a provocação de Queiroga afirmando que tudo não passava de “recalque” por parte do ministro.

Repeteco

Recentemente, o ministro da Saúde e o governador de São Paulo também trocaram farpas pelas redes sociais. Na ocasião, Dória se queixava do Ministério da Saúde pelo atraso na entrega de vacinas, o ministro disse que ele “parasse de fazer palanque” e, por fim, o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), deputado federal Carlos Bolsonaro (PSL-SP) tentou apenas ridicularizar o governador.

Confira abaixo a troca de farpas:

 

Continue Lendo

Paraíba

Açudes da zona rural de Campina Grande serão povoados com cerca de 100 mil alevinos

Publicado

em

A Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri) vai implantar, em breve, um projeto de peixamento para povoar os principais açudes do município com cerca 100 mil alevinos, principalmente de espécies nativas. O objetivo é reforçar a alimentação das famílias de agricultores, ajudar a revigorar a economia deste setor e contribuir para a sustentabilidade da natureza na zona rural do município.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Renato Benevides Gadelha, providências para a aquisição dos alevinos já estão sendo adotadas por aquela Pasta, garantindo que, tão logo a compra seja consumada, todos os mananciais deste município serão contemplados com a distribuição de peixes juvenis.

No entendimento de Gadelha, promover o povoamento dos açudes com pescados é um dos mais eficazes meios para garantir a segurança alimentar das famílias mais carentes da zona rural de Campina Grande, particularmente, aquelas que vivem nos assentamentos de reforma agrária. “Elas vão ter a oportunidade de explorar uma fonte de alimento rico em proteína e livre de qualquer custo”, observou o titular da Seagri.

Por fim, ele explicou que, além dos açudes públicos do município, também serão beneficiados com o fornecimento de alevinos os reservatórios particulares, cuja carga d´água não se esgote antes de janeiro de 2022.

ZÉ RODRIGUES – Localizado no Distrito de Galante, o Açude “Zé Rodrigues”, um dos mananciais que vão ser contemplados com o projeto de peixamento de Prefeitura de Campina Grande, está passando por um processo de recuperação física. Além da limpeza geral, para a retirada dos arbustos que tomaram toda a sua barragem, haverá também a recuperação da placa de cimento que marcou a inauguração daquele reservatório, ocorrida em julho de 2000.

Continue Lendo

Paraíba

São João Virtual de Soledade vai divulgar artistas locais e aquecer economia

Publicado

em

A pandemia do novo coronavírus levou ao cancelamento das festas de São João pelo segundo ano consecutivo em todas as cidades que tinham no mês junino a tradição e expectativa pela data. Em Soledade, município do Cariri paraibano, neste ano a comemoração vai acontecer de forma virtual e com artistas da terra – sem causar aglomerações e valorizando os músicos da região. A ação visa também assegurar renda para os artistas e movimentar a economia local, pois de dentro das suas casas, as pessoas consomem produtos típicos e compram do mercado local.

O evento, organizado pela Prefeitura, tem como tema ‘É Esse o São João da Minha Terra’; e busca reconhecer e homenagear a cultura soledadense. Ele começa em 23 de junho e segue até o dia 27. Além de ser transmitido pelas redes sociais da gestão, poderá ser acompanhado também pela TV Nordestina, através da TV a cabo BrisaTV.

Prefeito do município, Geraldo Moura Ramos explica que apesar de ser uma festa regional, muitas vezes o São João acaba se tornando uma comemoração que não leva em conta a história da cidade ou da população. Em Soledade, o objetivo é ir na contramão e promover os talentos locais.

“Nosso objetivo é não deixar essa data passar em branco e fazer uma festa que seja a nossa cara, com nosso povo, nossa identidade. É nosso dever valorizar artistas de nossa terra e incentivá-los a crescer e serem conhecidos em todo estado, no Brasil e no mundo, porque acreditamos neles. Essa será uma plataforma não apenas para comemorar a festa, mas para exibir Soledade para o mundo”, pontuou.

Maikel do Acordeon, Lucas Garcia, Manoel Siqueira, Xande Garcia, Forrozão Boi na Faixa, Cícero e Forrazão Pintando o 7 estão entre as atrações de Soledade. Divone do Acordeon, Xote da Elite, Kabra Bom de Xote, Solerys Forró Tropical, Artur Lima, Edilson, Albierys Costa, Everton, Antonio Dantas, Luh Barreto, Bixo Bom, Jobinho e Wendel Borges também integram a programação.

Tradição – Antes da pandemia do novo coronavírus, o São João de Soledade já contava com artistas da terra na programação presencial. Em 2019, a festa aconteceu em praça pública com bandas e trios de forró pé de serra. Em 2020 não houve comemoração.

Continue Lendo