Nos acompanhe

Paraíba

Embrapa abre bolsas de desenvolvimento de aplicativo para prevenção de pragas e doenças do cajueiro

Publicado

em

A Embrapa Agroindústria Tropical disponibiliza bolsas, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), para a realização de serviços especializados em atividades de pesquisa para o desenvolvimento de aplicativo para celular (APP). O objetivo do APP é auxiliar nas tomadas de decisão e construção de mapas de riscos para doenças e pragas do cajueiro-anão. A previsão de duração das bolsas é de 11 (onze) meses. O início ocorrerá imediatamente após a assinatura do contrato. Serão oferecidas duas bolsas. Os (as) contemplados (as) formarão uma equipe para desenvolver o aplicativo na plataforma Android.

Os interessados devem preencher os seguintes requisitos e perfil:

a) Profissional de nível superior com, no mínimo, 6 (seis) anos de efetiva experiência em atividades de pesquisa, desenvolvimento ou inovação na área de Tecnologia da Informação;
b) Profissional de nível superior com, no mínimo, 2 (dois) anos de efetiva experiência em atividades de pesquisa, desenvolvimento ou inovação na área de Tecnologia da Informação;
c) Experiência na construção de aplicativos usando a plataforma Android. Com conhecimento de tecnologias para geoprocessamento, coleta de imagens e uso do Banco de dados PostgreeSQL;
d) Conhecimento sobre apresentação gráfica de dados;
e) Boa comunicação via reuniões virtuais;
f) Comprometimento com a entrega de relatórios, documentações e módulos nas datas combinadas; 
g)  Não possuir vínculo empregatício.

O (a) contratado (a) será responsável por fazer análise do aplicativo, juntamente com a equipe da Embrapa, e, em seguida, desenvolver o aplicativo na plataforma Android com repasse das tecnologias utilizadas para a equipe da Embrapa. O valor da remuneração oferecida é de R$ 4.000,00 (mensais) para profissionais com 6 (seis) anos de efetiva experiência e de R$ 3.000,00 (mensais) para profissionais com 2 (dois) anos de efetiva experiência, conforme descrição no item “perfil e requisitos”.

As candidaturas serão aceitas até as 23h59 do dia 31 de maio de 2021, e devem ser enviadas por e-mail para cnpat.editalfito@embrapa.br com o nome do/a candidato/a e indicando no campo “assunto” do e-mail o nome do projeto “Estratégias de manejo fitossanitário do cajueiro-anão para as principais regiões produtoras do Nordeste Brasileiro”. Deverão ser anexados ao email:

a) currículo lattes contendo e-mail e telefone;

b) carta de motivação e relato de experiência com o desenvolvimento de aplicativos na plataforma Android – no máximo uma página.

Continue Lendo

Paraíba

Ruy diz que é bom ter nome lembrado para disputa do Governo, mas destaca empenho na pandemia

Publicado

em

Após ser citado pelo governador de São Paulo, João Doria, como bom nome do PSDB para disputar o Governo da Paraíba, o deputado federal Ruy Carneiro agradeceu a lembrança, mas disse que o momento é de trabalhar pela Saúde e dedicar esforços na solução da pandemia.

Ruy apontou que o momento de falar sobre política é no próximo ano. “É sempre bom ter nosso nome para a chapa majoritária. No momento não estamos priorizando questão política, estamos deixando todos esses temas para o ano que vem.” disse.

O parlamentar lembrou que o Brasil registra autos números de mortes e disse que dedicação deve ser para salvar vidas. “Estamos num país que ainda milhões de pessoas morrendo todos os dias, então estamos priorizando vacina, saúde e fortalecer os hospitais e o sistema de saúde da Paraíba.”, concluiu.

Continue Lendo

Negócios

Abrasel-PB admite frustração com fechamento de bares e restaurantes no período junino

Publicado

em

O representante da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes na Paraíba (Abrasel-PB), Arthur Lira, admitiu que a expectativa de não flexibilizar o comércio durante o período de junino não é positiva para os empresários.

Arthur Lira disse lamentar que estabelecimentos continuem sendo penalizados em decorrência da pandemia provocada pelo vírus da Covid-19 e também pela falta de sensibilidade do Governo do Estado em trabalhar em prol do setor. Ouça:

Continue Lendo

Paraíba

CFO da Câmara de João Pessoa aprova remanejamento de R$ 23 mil

Publicado

em

A Comissão de Finanças, Orçamento, Obras e Administração Pública (CFO) da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) foi favorável a dois projetos de lei do Executivo para o remanejamento de R$ 23.074.000,00 entre secretarias do governo municipal. Os parlamentares se reuniram nesta manhã de terça-feira (15) para apreciar, em regime de urgência, ambas as matérias.

O primeiro a receber parecer favorável foi o Projeto de Lei 453/2021. Trata-se do remanejamento ou transferência de recursos, por meio de dotações orçamentárias de uma categoria de programação para outra, de R$ 21.674.000,00 referente à cobertura de programas e despesas de caráter continuado na Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e no Fundo Municipal de Saúde (FMS). Desse total, R$ 80.000,00 serão empregados na manutenção e modernização da Semam e o restante será investido em atividades e ações da SMS e FMS, inclusive em atividades relacionadas ao combate ao novo coronavírus (Covid-19).

Também teve parecer aprovado pela CFO o Projeto de Lei 413/2021, a respeito da realocação de dotações orçamentárias, também pelo remanejamento de recursos de uma categoria de programação para outra, na ordem de R$ 1.400.000,00. Esse será o valor remanejado da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) para a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). O montante será investido em ações de segurança alimentar desenvolvidos na Capital, a exemplo de cozinhas comunitárias e restaurantes populares.

“É próprio do trabalho do Legislativo acompanhar esses remanejamentos e ajudar a máquina administrativa a realizar suas ações, adequando seu orçamento”, enfatizou Carlão (Patriota). “No que se trata da Semam, os R$ 80 mil serão realocados para a própria Secretaria. Já os recursos que serão empregados na Saúde, servirão para ações de reforma, aquisição de equipamentos, fortalecimento de ações de vigilância do Zoonoses, atividades do complexo regulador, além de manter e implementar iniciativas referentes ao combate da Covid-19”, complementou o presidente da CFO, Bruno Farias (Cidadania).a

Continue Lendo