Nos acompanhe

Paraíba

‘Tá na Mesa’: João Azevedo anuncia 552.200 almoços por mês em 83 municípios ao preço de R$ 1,00

Publicado

em

O governador João Azevêdo lançou, nesta segunda-feira (10), no programa semanal ‘Conversa com o governador’, transmitido em cadeia estadual pela Rádio Tabajara, o programa de segurança alimentar ‘Tá na Mesa’, que irá contemplar 83 municípios paraibanos com a oferta de almoço a R$ 1,00. Ao todo, serão disponibilizados 552.200 almoços por mês, totalizando investimentos próprios do tesouro estadual que somam mais de R$ 4 milhões mensais.

Além de atender pessoas em situação de vulnerabilidade social, o ‘Tá na mesa’ irá fomentar economias locais, a partir do lançamento do edital de chamada pública para a contratação de restaurantes dos municípios contemplados para o fornecimento das refeições.

O programa terá duração mínima de três meses e prevê a distribuição de 250 alimentações diárias nos municípios que possuem entre 10 mil e 20 mil habitantes e de 400 refeições em municípios acima de 20 mil habitantes. Além disso, o edital de chamamento público será lançado até o próximo dia 17, assegurando o fornecimento dos almoços em até 30 dias.

O governador João Azevêdo destacou a iniciativa da gestão estadual para garantir refeição de qualidade para as pessoas em situação de vulnerabilidade social. “Esse programa funcionará nos moldes dos Restaurantes Populares ao preço de R$ 1,00 e o estado assumirá a diferença do valor. A diferença será que não vamos construir Restaurantes Populares, mas vamos fazer um chamamento público para convocar restaurantes locais para fornecer essas refeições porque sabemos que esse segmento foi prejudicado por conta da pandemia”, explicou.

O chefe do Executivo estadual também ressaltou as ações do Governo do Estado para ampliar o número de Restaurantes Populares no estado, que também serão instalados em Monteiro, Cajazeiras, Pombal, Guarabira e São Bento, e do programa Prato Cheio, que já distribui cerca de 4.500 refeições em João Pessoa e Campina Grande, diariamente. “Esses programas têm um alcance muito grande e o governo tem se esforçado para garantir a dignidade das famílias e estamos tratando de ações que visam respeitar os paraibanos”, acrescentou.

Confira abaixo a relação dos municípios contemplados com o programa ‘Tá na mesa’:

1-Bayeux
2- Cabedelo
3- Cajazeiras
4- Guarabira
5-Sapé
6- Mamanguape
7-Queimadas
8-São Bento
9-Monteiro
10-Esperança
11-Pombal
12-Catolé do Rocha
13-Alagoa Nova
14- Lagoa Seca
15-Solânea
16-Conde
17-Itaporanga
18-Itabaiana
19-Rio Tinto
20-Princesa Isabel
21-Areia
22-Caaporã
23-Mari
24-Bananeiras
25-Alagoa Grande
26-Araruna
27-Cuité
28-São José de Piranhas
29-Remígio
30-Alhandra
31-Pitimbu
32-Aroeiras
33-Conceição
34-Itapororoca
35-Picuí
36-Pocinhos
37-Ingá
38-Juazeirinho
39-São João do Rio do Peixe
40-Boqueirão
41-Belém
42-Cruz do Espírito Santo
43-Cacimba de Dentro
44-Sumé
45-Araçagi
46-Piancó
47-Barra de Santa Rosa
48-Coremas
49-Taperoá
50-Santa Luzia
51-Uiraúna
52-Teixeira
53-Tavares
54-Alagoinha
55-Jacaraú
56-Brejo do Cruz
57-Gurinhém
58-Massaranduba
59-Serra Branca
60-Puxinanã
61-Arara
62-Mogeiro
63-Lucena
64-Paulista
65-Salgado de São Félix
66-Bonito de Santa Fé
67-Pilar
68-Imaculada
69-São Sebastião de Lagoa de Roça
70-Fagundes
71-Itatuba
72-Manaíra
73-Tacima
74-São Vicente do Seridó
75-Juripiranga
76-Nova Floresta
77-Pirpirituba
78-Natuba
79-Dona Inês
80-Água Branca
81-Cachoeira dos Índios
82-Pedras de Fogo
83-Soledade

Continue Lendo

Paraíba

Ômicron: Governo do Estado fecha o cerco e prepara medidas rígidas em novo decreto na Paraíba

Publicado

em

O avanço no número de infectados pela nova cepa do coronavírus na Paraíba tem preocupado as autoridades de Saúde do Estado. Na tarde de hoje, o secretário estadual de saúde, Geraldo Medeiros, admitiu a possibilidade de adoção de medidas mais rígidas a partir da próxima terça-feira.

Contudo, o secretário revelou, em entrevista ao Correio Debate, na tarde de hoje, que haverá reunião para definir novas regras com colegiado e o governador João Azevedo na segunda-feira. “Decidiremos, o colegiado junto com o governador, quais medidas serão adotadas para diminuir essa propagação do vírus”, ponderou Geraldo.

Para o secretário, o aumento de casos refletem as aglomerações que aconteceram nas festas de fim de ano e verão. “Esse reflexos são decorrentes de ações que uma parcela da população executou no final de dezembro e janeiro”, destacou.

O decreto estadual deve trazer novas regras para eventos, escolas, bares e restaurantes.

Continue Lendo

Paraíba

Prefeita Fofinha de Bayeux já gastou mais de R$ 5,2 milhões apenas com apadrinhados na Prefeitura

Publicado

em

A prefeita Luciene de Fofinho (PDT), mais conhecida como ‘Fofinha de Bayeux’, gastou mais de R$ 5,2 milhões apenas com apadrinhados na Prefeitura de Bayeux nos sete primeiros meses de 2021, primeiro ano de seu mandato como gestora municipal.

De acordo com o Sistema Sagres, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), o valor exato gasto pela prefeita com comissionados, do mês de janeiro até julho de 2021, foi de R$ 5.264.992,19 (cinco milhões, duzentos e sessenta e quatro mil, novecentos e noventa e dois reais e dezenove centavos).

O número surpreende, uma vez que, segundo dados mais recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o município de Bayeux, em 2019, registrava que, quase metade da população municipal (43,2%) sobrevivia com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa.

Ainda de acordo com o IBGE, por causa dessa situação o município de Bayeux ocupava a posição 215 dentre os 223 localizados na Paraíba.

A surpresa também impera uma vez que a prefeita foi eleita ao adotar um discurso que prometia melhoria da qualidade de vida do povo que viveu, na gestão anterior, uma fase política marcada por escândalos e investigações por indícios de corrupção.

Caso seja mantida a média de gastos, o valor que deve ser registrado pelo Sistema Sagres deverá ser correspondente a um gasto mensal de cerca de R$ 752.141,00 que, nos cinco meses que faltam, resultará num total de mais R$ 3,7 milhões que, por sua vez, somado ao valor já pago de R$ 5.264.992,19 alcançará uma cifra pouco superior a R$ 9 milhões que teriam sido dedicados apenas ao pagamento de comissionados em um ano.

Confira os números:

Gestão ‘Fofinha de Bayeux’ – 2021:

Janeiro – R$ 603.005,94
Fevereiro – R$ 811.109,49
Março – R$ 621.571,21
Abril – R$ 833.670,63
Maio – R$ 802.859,75
Junho – R$ 787.341,83
Julho – R$ 805.433,34
Total- R$ 5.264.992,19

Confira imagens:

 

 

 

 

 

 

 

 

Continue Lendo

Paraíba

Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba registra, nesta sexta, 3.354 casos de Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta sexta (28), 3.354 casos de Covid-19. Entre os casos confirmados neste boletim, 43 (1,28%) são moderados ou graves e 3.311 (98,72%) são leves. Agora, a Paraíba totaliza 490.428 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, já foram realizados 1.309.635 testes para diagnóstico da Covid-19.

Também foram confirmados 14 novos óbitos desde a última atualização, sete deles ocorridos nas últimas 24h. Com isso, o estado totaliza 9.686 mortes. O boletim registra ainda um total de 369.583 pacientes recuperados da doença.

* Dados oficiais preliminares (fonte: SI-PNI, e-SUS Notifica, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h, do dia 28/01/2022, sujeitos à alteração por parte dos municípios.

Óbitos
Até esta sexta, 222 cidades paraibanas registraram óbitos por Covid-19. Os óbitos divulgados neste boletim ocorreram entre os dias 13 e 28 de janeiro, sendo um em hospital privado, três em residência e os demais em hospitais públicos. As vítimas são 05 mulheres e 09 homens, com idades entre 50 e 104 anos, residentes dos municípios de Bayeux (1); Cabaceiras (1); Campina Grande (3); Esperança (1); João Pessoa (4); Mamanguape (1); Ouro Velho (1); Queimadas (1) e Rio Tinto (1). Cardiopatia foi a comorbidade mais frequente e três não tiveram comorbidades informadas.

Cobertura Vacinal

Foi registrado no Sistema de Informação SI-PNI, a aplicação de 6.515.188 doses. Até o momento, 3.136.220 pessoas foram vacinadas com a primeira dose (77,27% do total) e 2.718.185 completaram os esquemas vacinais, o que representa 66,97% da população total do estado. Do total de vacinados com o esquema primário completo, 2.625.556 tomaram as duas doses e 92.629 utilizaram imunizante de dose única. Sobre as doses adicionais, foram aplicadas 17.030 em pessoas com alto grau de imunossupressão e 643.753 doses de reforço na população com idade a partir de 18 anos. A Paraíba já distribuiu um total de 6.721.063 doses de vacina aos municípios.

Ocupação de leitos Covid-19

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico), em todo estado, é de 35%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 51%. Em Campina Grande, estão ocupados 22% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 52% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro estadual de regulação hospitalar, 38 pacientes foram internados nas últimas 24h. Ao todo 276 pacientes estão internos nas unidades de referência pra Covid-19.

Os dados epidemiológicos com informações sobre todos os municípios e ocupação de leitos estão disponíveis em: www.paraiba.pb.gov.br/coronavirus

Continue Lendo