Nos acompanhe

Paraíba

PMJP reforçará medidas de isolamento, fechar orla e replanejar funcionamento da economia

Publicado

em

A cidade de João Pessoa entra, a partir desta terça-feira (23), em um estágio de medidas mais rígidas para o enfrentamento da covid-19. O anúncio foi feito pelo prefeito Cícero Lucena e pelo governador do Estado, João Azevêdo, durante coletiva na manhã desta segunda-feira (22), no Palácio da Redenção. Entre as medidas que devem integrar os novos decretos estão o fechamento da orla marítima, a implantação de toque de recolher noturno e o novo horário de serviço de diversos setores da economia.

“Estamos atentos à evolução dos números e à capacidade da rede de saúde para realizar este atendimento. Por isso, estamos unidos ao Governo do Estado, convergindo em diversos entendimentos que serão colocados em prática para evitar o crescimento do número de casos e salvar vidas. Para isso, precisaremos da compreensão e da adesão de cada um”, declarou o prefeito Cícero Lucena.

O governador João Azevedo afirmou que as equipes das esferas municipal e estadual se reuniram com o objetivo de discutir as medidas necessárias. “Trata-se de um momento difícil, números crescentes de óbitos e de ocupação hospitalar, o que põe em risco o atendimento à população. Vamos consolidar um decreto que será publicado amanhã, no qual medidas protetivas serão adotadas. Queremos um documento que traga um choque e que gere reflexo nos números”, explicou.

Estrutura da rede – Entre as medidas anunciadas pela gestão municipal está o reforço da rede de atendimento aos pacientes com covid-19. A Prefeitura vai ampliar a infraestrutura hospitalar, o número de leitos de UTI e de enfermaria, o que deve acontecer nos hospitais Santa Isabel e Prontovida e nas UPAs, que voltam a ser fechadas para o atendimento da covid-19. “Também contratamos cinco usinas de produção de oxigênio, que serão instaladas nas unidades municipais, de forma a evitar um colapso nos moldes do de Manaus”, acrescentou Cícero Lucena.

Toque de recolher – A cidade ainda deve passar ao estágio de recolhimento domiciliar obrigatório, iniciado diariamente às 22h. Os detalhes da medida ainda serão discutidos e vão estar explicados no novo decreto, que deve ser publicado nesta terça-feira (23). Para a fiscalização, o prefeito Cícero Lucena explicou que haverá operação conjunta com o Governo do Estado, de forma a ampliar capacidade de vigilância.

A orla da Capital também deverá ser totalmente fechada. De acordo com o prefeito, essa é uma medida de extrema importância pela comprovação das aglomerações. “Temos a percepção clara de que o enfrentamento da covid passa pelo isolamento, e iremos exercer todos os esforços necessários para evitar”, reforçou.

Retorno das aulas – Sobre a volta às aulas, o prefeito explicou que o entendimento interno é de que as aulas possam aguardar um período de avaliação. “No que se refere às escolas particulares, ainda estamos discutindo. Vamos ouvir o setor e os especialistas em busca de decisão convergente e que preserve a vida”, explicou o gestor.

Transporte – Para evitar aglomerações, Cícero ainda determinou a ampliação do serviço de transporte coletivo urbano. Há 21 novos veículos nas ruas a partir desta segunda. “Lugar de ônibus não é na garagem, mas, nas ruas, transportando a população para reduzir aglomerações”, defendeu. Além disso, haverá medidas complementares, como um planejamento junto aos setores da economia para que haja diferença no horário de liberação dos trabalhadores, reduzindo a procura pelo transporte em horários de pico.

Estado – Outras medidas a serem adotadas, conforme adiantou o governador João Azevedo, são a proibição de eventos, shows e cultos religiosos. “Será um decreto com prazo de 15 dias para termos um reflexo dos resultados. Nossas equipes técnicas estão discutindo os detalhes para que possamos alcançar o objetivo de evitar os excessos que estão sendo cometidos”, afirmou.

Continue Lendo

Paraíba

STF registra novas movimentações em pedido de habeas corpus apresentado por Coriolano Coutinho

Publicado

em

O Supremo Tribunal Federal (STF) registrou novas movimentações no pedido de habeas corpus impetrado pela defesa de Coriolano Coutinho no último mês de dezembro de 2020.

As informações publicadas nesta quinta-feira (25) pelo Sistema de Acompanhamento Processual do STF, mostram, no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) nº 34, da quarta-feira (24), a confirmação de que o documento foi distribuído na quinta-feira (18); peticionado na segunda (22); e que, na terça (23), foi convertido em documento eletrônico, emitida uma Certidão de Acautelamento, recebido pelo setor de Recursos Criminais e Habeas Corpus e identificado como concluso ao relator, ministro Gilmar Mendes.

Coriolano Coutinho foi preso em 9 de dezembro, durante a décima fase da Operação Calvário, por tentativa de violação de medidas cautelares a ele impostas pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). (Clique aqui para conferir detalhes)

Reincidência

Coriolano, que é irmão do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), já havia sido preso ainda na sétima fase da Operação Calvário, chamada “Juízo Final”, no dia 17 de dezembro de 2019. A ação investiga uma organização criminosa suspeita de desvio de R$134,2 milhões destinados aos serviços de Saúde e Educação do Estado da Paraíba.

O grupo criminoso seria chefiado pelo ex-governador Ricardo cujo irmão é apontado pelo Ministério Público como sendo integrante do núcleo operacional e financeiro do grupo criminoso, responsável por recolher as propinas e dar a elas roupagem lícita.

Clique aqui e confira a íntegra do Diário da Justiça Eletrônico.

Confira abaixo as telas de movimentação do processo:

 

Continue Lendo

Paraíba

Ruy defende conclusão do hospital Help, em Campina Grande, como prioridade da bancada federal

Publicado

em

O deputado federal Ruy Carneiro participou de uma reunião, nesta quarta-feira (24), ao lado de demais membros da bancada federal  para definir com o governador João Azevedo e prefeitos dos municípios do Estado as prioridades a serem incluídas no orçamento federal deste ano. Ruy destacou a importância da união dos parlamentares para promover esforços que contribuam com o desenvolvimento da Paraíba, além de defender recursos para a saúde.

“Em defesa da Paraíba, é hora de somar esforços. Temos que deixar de lado as bandeiras políticas e juntos lutarmos por melhorias que vão beneficiar todos os paraibanos.”, disse.

Diversos temas foram apresentados, entre eles, demandas para a dragagem do Porto de Cabedelo, Centro de Convenções de Campina Grande, aeroporto de Patos, entrada do ramal de Piancó e ações na área de saúde.

“Todos os temas são importantes, mas a saúde é tema prioritário para mim. Eu defendi investimentos para conclusão do hospital Help, que está em fase de construção em Campina Grande e deve beneficiar pessoas de todas as regiões, além de desafogar outras unidades hospitalares em João Pessoa. Também defendi mais investimentos no HU (Hospital Universitário Lauro Wanderley)”, concluiu.

Continue Lendo

Paraíba

No Palácio do Planalto e com o vice-presidente do Senado, Eduardo busca recursos para municípios

Publicado

em

O deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) participou, na tarde desta quarta-feira (24), de reuniões no Palácio do Planalto e no Senado Federal ao lado da prefeita de Conde, Karla Pimentel (Pros), em busca de recursos para diversos municípios paraibanos. “Estamos em uma semana muito importante de liberação de emendas e estamos fazendo uma peregrinação para ajudar os municípios paraibanos”, revelou Eduardo.

No Palácio do Planalto, a reunião aconteceu com a secretária Especial de Assuntos Federativos, Deborah Arôxa, para discutir assuntos de interesse de Conde. Na ocasião, foi solicitado um levantamento da situação dos convênios do município com o Governo Federal. “A prefeita Karla está atenta a administração municipal e busca solucionar todos os possíveis entraves deixados pelas gestões passadas que possam prejudicar o município na busca de novos convênios”, destacou Eduardo Carneiro.

A agenda do deputado continuou no Senado Federal, no gabinete do vice-presidente Veneziano Vital do Rêgo (MDB). Encaminhou demandas dos municípios de Conde, João Pessoa, Cuité de Mamanguape e Tacima.

Continue Lendo