Nos acompanhe

Negócios

Construtora Rocha Cavalcante é sinônimo de excelência no segmento da construção civil no Nordeste

Publicado

em

Fundada em 1977, graças à ousadia e ao espírito empreendedor do empresário paraibano José de Arimatéa Rocha, a Construtora Rocha Cavalcante se transformou em uma das maiores empresas do setor de construção civil do estado. Com sede em Campina Grande e atuação também nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Sergipe e Alagoas, a empresa tem sua trajetória inspirada na realização de sonhos e na construção do futuro – norteada pela vontade de melhorar o espaço arquitetônico das cidades onde se instala.
Em mais de 40 anos de atividades, a empresa, atualmente comandada pelos empresários José de Arimateia e Renato Rocha, se consolidou como uma das construtoras pioneiras da região e hoje é responsável pela geração de mais de dois mil empregos diretos e indiretos. Por executar obras de alto padrão em todo o Nordeste, a Rocha Cavalcante virou sinônimo de excelência  no segmento da construção civil. A empresa segue o padrão internacional de gestão da qualidade, por meio de normas técnicas especificadas pela ISO 9001:2000, além de seguir o programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade no Habitat (PBQP-H Nível A). Na prática, isso pode ser notado pela alta performance nas construções e também no relacionamento eficaz e comprometido com clientes e fornecedores.
Legado – A Construtora Rocha Cavalcante atua nos mais diversos segmentos da construção civil e deixou sua marca em obras importantes, espalhadas por todo o Nordeste. “Desde o princípio, nossa história foi edificada em bases sólidas. A primeira iniciativa, a primeira casa popular, o primeiro empreendimento de alta qualidade com a nossa marca, tudo planejado com muito cuidado e dedicação para fazer o melhor olhando para o futuro. Sonhar e ajudar a realizar sonhos, o desejo e a união da família Rocha Cavalcante foram determinantes para o início dessa obra grandiosa”, destaca o diretor presidente da empresa, José de Arimatéa Rocha. “Falar da Rocha Cavalcante é falar da solidez de uma empresa com mais de 40 anos no mercado e que tem um histórico de sucesso no seu passado e que tem uma perspectiva, também, de crescimento no seu futuro. É uma empresa que vem diversificando suas operações, crescendo em outros segmentos e se profissionalizando e se preparando para os desafios desses próximos anos”, ressaltou o empresário Renato Rocha, sócio-diretor do Grupo Rocha Cavalcante.
A Construtora Rocha também está presente em uma das maiores obras de habitação do país, o complexo Aluízio Campos, em Campina Grande, concretizando o sonho da casa própria  para mais de quatro mil famílias. Na obra, realizada em parceria entre a Prefeitura de Campina Grande e o Governo Federal, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, a Construtora Rocha Cavalcante executou ainda os serviços de infraestrutura, com pavimentação asfáltica, redes de água e de esgotamento sanitário e drenagem pluvial. Além da habitação – popular e de alto padrão – a empresa atua na construção de estradas, barragens, portos, adutoras, pavimentação, entre outros. Uma de suas marcas está registrada em obras como a implantação e pavimentação da via de acesso à sede experimental do Instituto Nacional do Semi-Árido (INSA), em Campina Grande e na duplicação que compreende a rótula da saída para João Pessoa e o estádio O Amigão, incluindo a realização de terraplanagem, drenagem, pavimentação e construção de dois viadutos, também em Campina Grande. Entre outras obras marcantes, estão, a construção do Conjunto Cinza (com 425 unidades habitacionais); condomínios Campina Residence Club I e II, Sierra Home Resort; execução das obras do sistema adutor do Congo; construção do Terminal Público Pesqueiro de Cabedelo; e realização das obras e serviços de engenharia para recuperação da pista de pouso e decolagem e recuperação da pista de táxi alfa, do Aeroporto Presidente João Suassuna, em Campina Grande.
Para o campinenses, a empresa é motivo de orgulho. Um bairro da cidade foi batizado de Rocha Cavalcante para reverenciar e homenagear todo o legado do Grupo. “Inclusive queremos também contribuir com o crescimento do litoral, a partir do primeiro empreendimento em Intermares, o Contemporâneo”, completou Renato.
O  Grupo – O Grupo Rocha Cavalcante, ao qual pertence a construtora, também atua nos ramos da construção civil pesada, inspeção veicular, concessão de cemitérios, fábrica de pré-moldados, gestão e administração de aterros sanitários, plano de assistência funerária, agrobusiness, usina de asfalto e de concreto e unidade industrial de britagem. Entre os clientes que confiaram na credibilidade da empresa, estão Makro, Petrobras, Walmart, Cagepa, entre outros. Fazem parte, ainda, do Grupo Rocha, as seguintes empresas: Campo Santo Parque da Paz Ltda; Pax Domini Participações Ltda; Fazenda Velame; CAP – Costa Azul Empreendimentos Imobiliários Ltda; Construtora Agripino Ltda; L. Dias Santos & Filho (Digna – Vida e Pós Vida/plano Assistencial Familiar Digna); InspeVec Inspeção Veicular Ltda; Rocha Asfalto & Mineração; Inter Block Artefatos de Cimento S/A; e Ecosolo Ltda – Gestão Ambiental de Resíduos.
A sede do Grupo Rocha Cavalcante fica na Rua: Álvaro de Araújo Pereira, 255 – Jardim Tavares – Campina Grande PB – CEP: 58.402-300. Telefones: (83) 3322-6933 / 3341-2148. O site é www.gruporochacavalcante.com.br

Continue Lendo

Negócios

Operação Previna-se autua cinco estabelecimentos por descumprimento de medidas contra à covid-19

Publicado

em

A população e os comerciantes estão colaborando com as novas medidas de prevenção à covid-19 publicadas no Decreto Municipal n° 9865/2021, na última terça-feira (23). No primeiro dia da Operação Previna-se, na última quarta-feira (24), e que uniu várias secretarias da Prefeitura de João Pessoa, em parceria com o Governo do Estado, apenas cinco estabelecimentos comerciais foram flagrados descumprindo algumas das recomendações. A ação segue pelos próximos 13 dias, que é o período de vigência do decreto.

A força-tarefa já foi iniciada logo nas primeiras horas da manhã de quarta-feira (24). Uma equipe integrada das secretarias de Defesa do Consumidor (Procon-JP), Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob), Guarda Civil Metropolitana e Vigilância Sanitária, foi até as garagens das empresas de ônibus da Capital e autuou duas delas por descumprirem medidas de prevenção à covid-19.

No turno da noite, a operação seguiu e mais duas empresas foram autuadas pelo Procon-JP. Uma escolinha de futebol localizada no bairro do Bessa, onde verificou-se prática de atividade esportiva coletiva, além de uma empresa de eventos, que não estava seguindo as orientações do novo decreto, funcionando em horário irregular, além de ter funcionários sem máscaras e não disponibilizar álcool em gel.

Para o secretário do Procon-JP, Rougger Guerra, é de extrema importância a fiscalização conjunta nesse momento difícil da pandemia porque a população se tranquiliza sabendo que pode contar com a união de secretarias e órgãos municipais e estaduais para garantir que os decretos sejam respeitados.

“São essas medidas que vão atenuar a proliferação do coronavírus em nossa cidade. Vamos todos continuar com as operações de inspeção, estendendo, inclusive, para outros segmentos do comércio e de serviços nos próximos dias. Nosso único objetivo é dá segurança ao cidadão pessoense no que se refere à aplicação dos protocolos de prevenção à covid-19”.

A Vigilância Sanitária também entrou em ação e fiscalizou vários estabelecimentos ao longo do dia. A única irregularidade encontrada foi em um restaurante no bairro da Torre, que estava funcionando em horário irregular.

Sem licença ambiental – Na oportunidade, os técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam) fizeram rondas em duas rotas na Capital. Em uma delas, na Zona Sul, os fiscais encontraram irregularidades e foram lavrados quatro autos de infração em estabelecimentos que estavam sem licença ambiental e um posto de gasolina que estava com a licença vencida.

O secretário de Meio Ambiente, Welison de Araújo, destacou que as ações em conjunto, que envolvem várias secretarias, têm mais força.  “Nossas rondas têm um caráter educativo, de esclarecer a população sobre as normas de segurança contra a Covid-19 e, quando envolvemos diversas secretarias, as informações são mais completas, com mais qualidade e resolução”.

Ações educativas – A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) também desenvolveu ações educativas nos mercados e shoppings populares com a distribuição de máscaras, disponibilização de álcool em gel e aferição de temperatura. Além disso, deu suporte aos comerciantes, os auxiliando no recolhimento de sombrinhas nas praias de Cabo Branco e Bessa.

Em relação à proibição do estacionamento na orla a partir das 16h, a Semob realizou um trabalho de orientação aos motoristas. “Ontem e hoje, nós estamos fazendo um trabalho educativo, já que muitas pessoas ainda não estão sabendo das medidas. Os agentes estão distribuídos em toda a orla para fazer esse trabalho, que está sendo bem recebido pelos motoristas”, explicou o diretor de operações, Sanderson Cesário.

A Guarda Civil Metropolitana se uniu à Polícia Militar da Paraíba para fiscalizar o cumprimento das medidas restritivas, sobretudo, o impedimento da circulação de pessoas entre às 22h e 5h. Inicialmente, as equipes fizeram um trabalho de orientação e vão seguir com a fiscalização nos próximos dias.

“Nossos homens e mulheres da Guarda Civil Metropolitana estavam nas ruas para cumprir o que diz o decreto e fiscalizar se os pessoenses estão cumprindo. Nesse primeiro momento, nós estamos orientando as pessoas que estavam nas ruas sem necessidade para voltar para casa. Mas, se for preciso, vamos atuar com mais rigidez. Essa é uma medida para salvar vidas”, disse o secretário de Segurança Urbana e Cidadania de João Pessoa, João Almeida.

Principais medidas – O novo decreto trouxe uma série de medidas restritivas de combate ao coronavírus pelos próximos 15 dias. Dentre elas, o impedimento de circulação de pessoas entre às 22h e 5h; o fechamento ao público de bares, restaurante e afins, após às 16h; o fechamento dos shoppings às 21h, dentre outras. Todas as medidas podem ser encontradas no Semanário Oficial clicando aqui.

Continue Lendo

Negócios

Unindo arte e natureza em peças exclusivas e cheias de significados, loja online faz sucesso em JP

Publicado

em

A decoração tem o poder de transformar a energia de qualquer ambiente, tornando-os mais alegres e nada óbvios. Ao adicionar plantas vivas para complementá-la, é possível agregar ainda mais beleza e ar puro para os ambientes. Com a chegada da pandemia, muitas pessoas começaram a dar uma atenção especial para dentro de casa e valorizar elementos naturais na decoração. O setor de venda de plantas, hortas e paisagismo, por exemplo, cresceu 300% em apenas um ano, de acordo com levantamentos. Levando isso em conta, a empresária e promotora de eventos Jessica Santos enxergou uma oportunidade de unir suas paixões – plantas, decoração e criatividade, para abrir um negócio cheio de afeto e significado.

De olho neste mercado, Jessica decidiu apostar no setor de plantas e na venda on-line. “Eu e minha sócia, Nadja, sempre gostamos de plantas e amamos a natureza, inclusive adoramos dar de presente. Quando a pandemia começou, precisamos inovar. E, por já trabalhar com eventos e decoração, ampliamos a ideia de trabalhar com peças decorativas cheias de personalidade, trazendo afeto, beleza e leveza aos lugares em um momento onde todos precisávamos”, conta Jessica.

Foi assim que, em maio do ano passado, surgiu a Presente e Afetos, loja online que começou com a venda de latas de milho e leite recicladas, contendo mudinhas de cactos e suculentas decoradas com frases afetivas. Hoje, a loja já conta com uma maior variedade de tamanhos, materiais de vasos e espécies de plantas como lírio, antúrios, samambaias que são, inclusive, todas cultivadas na própria casa de Jéssica. “Estamos sempre criando novos desenhos para os vasos e trazendo novas espécies de plantinhas, visando não só a beleza delas, mas também os benefícios que elas trazem”, explica.

Jessica acredita que o sucesso da Presentes e Afetos se dá por não apenas vender peças que decoram espaços, mas por também trazerem significado e boas energias para quem compra. “Trabalhamos com arte e vida. Com a arte nos vasos podemos expressar o afeto em forma de presente, seja com uma palavra, uma frase de gratidão, amor ou um desenho com significado. Já as plantas purificam o ar e trazem alegria, bem-estar e paz interior para qualquer ambiente. Um dos nossos itens mais vendidos, por exemplo, é o kit para crianças que vai trabalhar o contato com a natureza, a integração da família, gera senso de responsabilidade por cuidar de uma vida, além de ser uma atividade de lazer e terapia”, detalha a empreendedora.

Ela e Nadja cuidam da plantação e montagem final dos produtos, e contam com o trabalho de duas artistas para personalizar os vasos. No momento, ambas estão satisfeitas com o faturamento da loja e não possuem planos de abrir um local físico.

Em breve – Para o próximo mês de abril, as sócias já estão planejando uma campanha especial
chamada “#TodosJuntos”, na qual 30% do valor arrecadado será revertido para instituições de caridade que estão sendo afetadas de forma agressiva pela pandemia.

Como comprar – Os clientes podem conhecer e adquirir as peças pelo próprio direct da loja (https://instagram.com/presenteseafetosjp) ou entrando em contato no WhatsApp pelo número (83) 99817.7561. O cliente tem a opção de retirada ou receber em casa, mediante a uma taxa de entrega.

Para mais informações sobre a Presentes e Afetos e os produtos, o instagram é o @presenteseafetosjp e o telefone para contato o (83) 98177561.

Continue Lendo

Negócios

Grupo Boticário destina R$ 2,5 milhões para construção da fábrica de vacinas do Instituto Butantan

Publicado

em

Em parceria com Governo de São Paulo e o Instituto Butantan, o Grupo Boticário e outras quarenta empresas do setor privado reuniram R$ 180 milhões para a ampliação de um Centro Multipropósito para Produção de Vacinas (CMPV), com o objetivo de aumentar o acesso da população brasileira à Coronavac, de ter autonomia na produção e de gerar conhecimento em engenharia e atividades de bioprocesso.

“A nossa participação na construção desse centro de fabricação de vacinas é, na verdade, um investimento: no nosso futuro, na saúde, na economia e na esperança. Ao longo de 2020, o Grupo Boticário direcionou milhões em produtos, serviços e comunicação para ajudar a combater a pandemia. Diante da urgência da imunização em massa, planejar e agir pensando no coletivo é fundamental”, disse Artur Grymbaum, CEO do Grupo Boticário.

De acordo com o Governo de SP e o Butantan, a fábrica está prevista para dezembro desse ano e será capaz de produzir outras vacinas no pós COVID-19, já que novas doses deverão ser tomadas para conter a disseminação do vírus. O intuito da iniciativa é diminuir a dependência da importação de matéria prima para a vacinação, produzindo em maior escala os imunizantes necessários para atender aos milhões de brasileiros.

“Estamos buscando soluções a longo prazo, analisando as medidas emergenciais com coerência e planejamento, pois acreditamos que o nosso compromisso vai além da produção e comercialização de produtos de beleza. E essa doação se conecta com nosso propósito de valorização das pessoas e da vida. Vamos juntos na construção de um país melhor, um Brasil que a gente quer e que a gente faz”, completa Artur.

MEDIDAS DO GRUPO BOTICÁRIO FRENTE AO COVID 19

  • Adesão ao Movimento #NãoDemita com o compromisso de não demitirmos nossos colaboradores funcionários nos primeiros meses da Pandemia, por conta dos efeitos econômicos.
  • Adesão ao movimento #CompreDoBairro que visa profissionalizar o pequeno varejo brasileiro, oferecendo cursos e conteúdos especializados de capacitação e gratuitos. Além de apoiar a compra do produto nacional do comerciante local;
  • Produção, envase e doação de 216 toneladas de itens de higiene (sabonete e álcool líquido e em gel) para pessoas em vulnerabilidade social e órgãos públicos de saúde. Foram mais de 1,5 milhões de unidades destinadas a 23 estados, atendendo 1,2 milhão de pessoas diretamente.
  • Assumimos também um compromisso com a FEMIPA (Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná) para doação de R$ 500 mil para apoio à compra de equipamentos hospitalares (respiradores) e testes de COVID-19.
  • Impressão de máscaras P&D. Foram doadas 120 unidades de máscaras-escudo para a iniciativa Atitude 3D. Um parceiro fez a coleta, a UFPR e outros parceiros fizeram montagem de acetatos e distribuição para hospitais.
  • Fechamento de 100% das lojas próprias com programação e antecipação de férias e/ou licença remunerada para os colaboradores diretos do varejo, com a garantia de ganhos conforme média dos últimos 12 meses ou target da meta; Espaços da representante funcionando no formato Delivery;
  • Alavancagem nos processos de venda que integram nossos canais – app da revendedora com participação em quase 30% do faturamento de VD, compras por whatsapp em Boti e quem disse, Bereneice?, D2D com bom volume de realização de negócios.
  • Flexibilização do pagamento para as revendedoras e revisão dos prazos de pagamento de franqueados e distribuidores para garantir fôlego para que também mantenham os empregos em toda a rede.

Sobre o Grupo Boticário

O Grupo Boticário são várias empresas em uma: laboratório, fábrica, logística, marketing e varejo. São várias marcas: O Boticário, Eudora, quem disse, berenice?, BeautyBox, Multi B, Vult e Beleza na Web, presentes em diferentes canais. Mas com um só propósito: criar oportunidades para a beleza transformar o mundo ao nosso redor. A beleza que está na essência do Grupo Boticário se materializa não só na Fundação Grupo Boticário, a maior do país, mas também em transformações que impactam positivamente os produtos, operações, canais e toda a cadeia de valor.

Continue Lendo