Nos acompanhe

Paraíba

Estudo da UFPB confirma que pandemia aumenta taxa de desemprego na Paraíba e no Brasil

Publicado

em

Uma pesquisa do Laboratório de Inteligência Artificial e Macroeconomia Computacional (Labimec) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) revela os impactos da pandemia da covid-19 para o emprego no Brasil. Os resultados do terceiro trimestre deste ano apontam para o crescimento do desemprego, principalmente nos estados da região Nordeste.

A taxa de desemprego no terceiro trimestre foi de 16,8% na Paraíba, contra 13,8% no primeiro trimestre e 12% no final de 2019, sendo mais alta que no Brasil (14,6%) e próxima à da região Nordeste (17,9%). Segundo o coordenador do Labimec, Cássio Besarria, esses trabalhadores sem emprego são provenientes principalmente do setor informal.

No entanto, um número cada vez menor de pessoas está buscando o seguro-desemprego, o que pode ser um indicador de retomada da economia, de acordo com Besarria. Na série história da pandemia, o mês de maio foi o de maior quantidade de requerimentos desse seguro na Paraíba, com 10.515 pedidos.

O pagamento do auxílio-emergencial pelo governo brasileiro, com um impacto positivo na renda média das famílias paraibanas, é uma possível justificativa para outro ponto do estudo da equipe de pesquisadores da UFPB, que também identificou um aumento no rendimento médio real no Brasil e no Nordeste.

Na Paraíba, no mês de setembro, 56,7% dos domicílios receberam o auxílio, com um valor médio de R$ 927, acima da estatística nacional, em que 43,6% dos domicílios brasileiros foram contemplados com o auxílio, com valor médio de R$ 894.

Já a análise relativa à participação no mercado de trabalho indica que, no segundo trimestre de 2020, o trabalho informal diminuiu de 65,5% para 60,4%, comparado ao mesmo período de 2019.

De acordo com o pesquisador, esta diminuição ocorreu, possivelmente, porque esse trabalhadores informais tiveram que interromper suas atividades em virtude do distanciamento social.

“É muito possível que a taxa de informalidade não tenha crescido tanto porque as pessoas deixaram de estar nas ruas e passaram a receber o auxílio-emergencial. Isso não quer dizer que o número de empregos esteja crescendo”, alerta. Mais informações sobre a pesquisa estão disponíveis no perfil do laboratório da UFPB no Instagram.

Continue Lendo

Paraíba

“A debandada está só no começo”, diz Wallber sobre “ensaio” de candidatura própria do MDB em 2022

Publicado

em

Quem comemorou os rumores de rompimento do MDB do arco de alianças do governador João Azevedo foi o deputado de oposição Walber Virgolino (PSL). Para  deputado, a “falta de consistência” do governador resultará e debandada de partidos.

“A situação não tem consistência, né? Aqueles deputados, aqueles que estão próximo ao governador é com interesse em alguma coisa. Seja cargos, ou dinheiro ou poder. E o fortalecimento das oposições, os nomes que a oposição está apresentando a debandada está só no começo”, disse Walber.

De acordo com o deputado, parlamentares do lado do governo já começaram a procurar a oposição. “O governador João Azevedo caminha para ficar só, para ficar solitário. Alguns deputados estão entrando com a oposição, visando uma aliança no primeiro ou no segundo turno”, destacou.

Walber apontou que outros partidos já estão negociando saída do arco de alianças de João Azevedo.

Confira o áudio:

Continue Lendo

Paraíba

Eleições 2022: “Fui procurado por lideranças que fazem parte do governo”, diz líder da oposição

Publicado

em

O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Cabo Gilberto, também é dos que acreditam na debandada dos aliados do governador João Azevedo. Na tarde de hoje, Cabo Gilberto destacou que até o PP deve deixar a aliança.

“Já estávamos falando há bastante tempo, não só o MDB, mas outros partidos que fazem parte do governo como o próprio PP que pode lançar a candidatura da senadora Daniella.”, apontou Cabo Gilberto.

O deputado revelou que á foi procurado por lideranças da situação. “Todos estão abandonando João. Isso é só uma questão de tempo. Eu fui procurado por várias lideranças que fazem parte da base do governo para virem para oposição.”.

Ouça o que disse Cabo Gilberto

Continue Lendo

Paraíba

“Fica evidenciado que eu estava certo”, ironiza Nilvan sobre “candidatura” de Veneziano pelo MDB

Publicado

em

Depois da defesa veemente do presidente do MDB em João Pessoa, Mikika Leitão, pelo rompimento com o governador João Azevedo e anuncio de candidatura própria com o possível nome do senador Veneziano para encabeçar chapa, foi a vez do ex emedebista Nilvan Ferreira (PTB) comentar a iniciativa.

Enquanto era do partido, o 2º colocado nas eleições de João Pessoa e maior nome das oposições na Capital, Nilvan Ferreira foi criticado pela defesa de que o MDB deveria assumir protagonismo. “Se for comprovado fica evidenciado que quem estava certo era eu, né? De que o MDB deveria ter uma postura mais independente de governo. Não poderia ter o MDB se abaixado tanto para governo. Deveria ter adotado as posturas que tomaria o ex senador José Maranhão”, disse.

Ponderado, Nilvan disse que respeita as postulações de outros partidos, mas seguirá no propósito da sua atual legenda, o PTB, de se manter firme a reeleição do presidente Bolsonaro e eleger deputados federais e estaduais na Paraíba.

Confira o áudio:

Continue Lendo