Nos acompanhe

Paraíba

João entrega reforma da padaria da Fundac e garante ambiente adequado para profissionalização

Publicado

em

O governador João Azevêdo entregou, nesta segunda-feira (23), a reforma da padaria Nosso Pão, da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (Fundac), em João Pessoa. Na obra, foram investidos recursos superiores a R$ 202 mil, assegurando a estrutura adequada para o trabalho de ressocialização desenvolvido com adolescentes e jovens que cumprem medidas socioeducativas na semiliberdade, além de familiares dos internos dos Centros Educacionais do Adolescente e do Jovem (CEA/CEJ).

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual ressaltou a importância estrutural e social da obra. “Essa iniciativa tem um alcance extraordinário, influenciando não só na profissionalização, mas na vida das pessoas, o que é fundamental para qualquer governo que pensa na população e em política de inclusão. Enquanto sociedade, nós agradecemos a todos os servidores envolvidos nesse trabalho que estão de parabéns por tudo que têm feito nesse local”, frisou.

A primeira-dama, Ana Maria Lins, evidenciou a qualidade da nova estrutura e o valor social agregado à obra. “Nós estamos oferecendo um ambiente digno para que os adolescentes e jovens reeducandos tenham as condições de aprender uma profissão dentro de um local que conta com uma infraestrutura de qualidade e com a dedicação de pessoas acolhedoras e comprometidas com o que fazem. Com essa ação, nós estamos dando uma nova oportunidade de reconstrução de vida e de futuro para muitas famílias”, comentou.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira, destacou a atenção do Governo da Paraíba para a política de ressocialização. “O governador João Azevêdo, a partir de um olhar sensível, acolhedor e generoso para a política de socioeducação, determinou que essa reforma fosse feita com agilidade e nós conseguimos concluí-la de maneira rápida, considerando o período da pandemia. A estrutura foi toda renovada, com muita qualidade para atender aos clientes e reeducandos que terão uma oportunidade de se capacitar e se inserir no mercado de trabalho após cumprirem suas obrigações perante o sistema e a Justiça”, disse.

“Esse é um projeto que tem um valor social muito importante porque os jovens reeducandos estão sendo formados para a vida, os inserindo no mercado de trabalho com uma profissão em que ele vai poder atuar”, pontuou o secretário de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia, Cláudio Furtado.
O presidente da Fundac, Noaldo Meireles, evidenciou o trabalho desenvolvido pela gestão estadual para ampliar as ações voltadas para a profissionalização de reeducandos.

“O processo de reforma da padaria se insere em uma das metas cobradas pelo governador, que é dar qualificação profissional aos adolescentes e jovens. Nós sabemos que um adolescente que sai de uma unidade sem uma perspectiva de trabalho, a possibilidade de reincidência é muito maior do que um que sai com possibilidade de trabalho muito concreta devido à qualificação e à certificação oferecidas no local. Além disso, essa reforma possibilitou a retomada de projetos envolvendo familiares de adolescentes internos e nossa perspectiva é de aumentar a oferta de vagas após a pandemia”, ressaltou.

A superintendente da Suplan, Simone Guimarães, afirmou que a qualidade da reforma é resultado do envolvimento da equipe de governo. “Nós transformamos todo esse equipamento, que tem uma importância e um significado muito importante para toda população e para quem trabalha e compra aqui. Isso tem um grande poder de transformação na vida das pessoas e é muito bom ver a felicidade de quem trabalha na padaria. O Governo do Estado vê a necessidade das pessoas, a nossa primeira-dama Ana Maria Lins também teve um olhar sensível e fez esse apelo, resultando em um grande trabalho”, acrescentou.

A gerente da Padaria Nosso Pão, Magna Guimarães, afirmou que o retorno dos trabalhos obedece a todas as recomendações das autoridades sanitárias em virtude da pandemia da Covid-19 e destacou a qualidade dos produtos disponibilizados à população. “Nós produzimos, diariamente, de 1.500 a 1.600 pães e nesse curso profissionalizante, os adolescentes aprendem a fazer pão francês, pão de caixa, pão integral, pão doce de goiaba, pão doce de coco, rosquinhas, pão de fruta, pão recife, pão de hambúrguer, massa fina e vários biscoitos. Nós atendemos a população do bairro e de bairros vizinhos, também atendemos ao Hemocentro e pequenos comerciantes que nos compram por comercializarmos a um baixo valor”, explicou.

A padaria Nosso Pão está em funcionamento desde 1987 e atua na profissionalização, encaminhamento e inserção no mercado de trabalho de adolescentes e jovens que cumprem medidas socioeducativas. O serviço conta com funcionários centrados nas atividades de capacitação, manufatura, contabilidade, caixa, dentre outras atividades.

O espaço tem o objetivo de desenvolver competências e habilidades individuais e profissionais em panificação; buscar parcerias para estágios supervisionados; incentivar o resgate de valores familiares e reinserção sociofamiliar e no mercado de trabalho; assegurar a permanência na escolarização formal; e estimular o empreendedorismo.

Inicialmente, a cada semestre, 12 adolescentes e oito familiares serão contemplados e terão acesso a estudar disciplinas nas áreas de higiene, nutrição e gestão administrativa e financeira, que englobam conceito e histórico da panificação; estrutura física e maquinário da padaria; processo de panificação e produção; higiene e segurança no trabalho; nutrição e culinária; ética, cidadania e direitos humanos; Instituto Nacional do Seguro Social (INSS); gestão de qualidade; educação ambiental; avaliação sistemática.

Continue Lendo

Paraíba

TRE-PB julgará Ação de Impugnação de Mandato contra prefeita de Bayeux na próxima terça-feira

Publicado

em

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) julgará uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (Aime) contra a prefeita de Bayeux, Luciene Gomes (PDT), mais conhecida como Luciene de Fofinho, na próxima terça-feira (2).

Agendado para ter início às 14h, a Aime pede cassação do mandado da gestora por suposta prática de abuso de poder econômico nas Eleições de 2020.

A então candidata a prefeita de Bayeux, Luciene, venceu o pleito ao receber 21.103 votos (39,21%) contra 12.939 votos (24,04%) do seu principal adversário, Diego do Kipreço (PP).

 

Continue Lendo

Paraíba

Cabo Gilberto Silva acusa Governo da Paraíba de tentar manipular a população com propaganda falsa

Publicado

em

O deputado estadual Cabo Gilberto Silva (PSL) utilizou as redes sociais para acusar o Governo da Paraíba de tentar manipular a população através de propaganda falsa.

O parlamentar afirma que o Governo da Paraíba estaria ludibriando populares ao comemorar a redução do número de ataques a bancos no ano de 2020 no Estado escondendo, ao mesmo tempo, a informação de que os bancos que foram explodidos pelos criminosos não teriam sido reabertos e que tal realidade tem prejudicado a população das respectivas cidades onde bancos foram destruídos por bandidos.

“Você acredita no governador??? Os paraibanos não serão manipulados! Não acreditem na propaganda oficial do governo do Estado da Paraíba. A verdade sempre vence! SOS SEGURANÇA PÚBLICA NO ESTADO DA PARAÍBA”, escreveu o parlamentar em sua postagem.

Além de deputado estadual, Cabo Gilberto Silva também é o líder da bancada de oposição ao Governo do Estado na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

Confira abaixo a publicação feita pelo parlamentar através de redes sociais:

 

Continue Lendo

Paraíba

Procon-JP constata diferença superior a R$41,00 no preço do queijo

Publicado

em

Pesquisa realizada pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor para frios mostra que a diferença no quilo do queijo provolone, da marca Tirolez, tem uma diferença de R$ 41,04, com os preços oscilando entre R$ 68,86 (Latorre – Torre) e R$ 109,90 (Extra – Epitácio Pessoa), variação de 59,60%. O levantamento de preços para 88 itens foi realizado em sete supermercados e seis mercados públicos da Capital no dia 25 de janeiro.

O Procon-JP levantou preços de queijos (oito tipos), presunto e apresuntado, mortadela e salame e os queijos mostraram as maiores diferenças para uma mesma marca de um estabelecimento para outro. Mas a maior variação entre todos os produtos ficou com o quilo da mortadela de frango Sadia, 69,77%, com preços entre R$ 8,89 (Latorre – Torre) e R$ 16,79 (Extra – Epitácio Pessoa), diferença de R$ 6,90.

O secretário Rougger Guerra salienta que a pesquisa do Procon-JP visitou também os mercados públicos para fazer uma comparação de preços com os supermercados. “Nossa pesquisa registrou que a diferença nos preços para menos não é tão significativa. Mas o levantamento de preços está bem completo e por isso aconselho ao consumidor consultar os preços antes de ir à feira dos frios de sua preferência, porque a economia final na compra desses produtos será bem alta”.

Mais diferenças – A pesquisa mostra outras diferenças significativas no preço dos frios, a exemplo do queijo gorgonzola Regina, R$ 32,55, com preços entre R$ 67,35 (Latorre – Torre) e R$ 99,90 (Big Bompreço – Aeroclube); do peito de peru Sadia, R$ 31,50, com preços entre R$ 32,99 (Manaíra – Manaíra) e R$ 64,49 (Carrefour – Aeroclube); do queijo parmesão Buritis, R$ 26,00, com preços entre R$ 64,99 (Bemais – Bancários) e R$ 90,99 (Carrefour – Aeroclube); do queijo provoloni Buritis, R$ 25,00, com preços entre R$ 54,99 (Bemais – Bancários) e R$ 79,99 (Extra – Epitácio Pessoa).

Supermercados – O Procon-JP levantou preços nos seguintes supermercados: Latorre e Santiago (Torre), Carrefour e Big Bompreço (Aeroclube), Manaíra (Manaíra), Extra (Epitácio Pessoa) e Bemais – (Bancários).

Mercados Públicos – Nando Frios e Box Bom (Mercado Central); Frios N. S. Aparecida (Mercado do Bairro dos Estados); Box Batista, Sempre Frios e Estevão frios e Derivados (Mercado da Torre).

Para acessar a pesquisa completa acesse o portal da prefeitura de João Pessoa –  www .joaopessoa.pb.gov.br e www.proconjp.pb.gov.br

Continue Lendo