Nos acompanhe

Paraíba

Nilvan confirma que vai absorver propostas apresentadas pelo PSDB e PSC no primeiro turno

Publicado

em

O candidato a prefeito de João Pessoa, Nilvan Ferreira (MDB), confirmou as adesões do PSDB, PSC e PSD ao seu projeto de eleição neste segundo turno das Eleições 2020 na Capital paraibana.

Segundo Nilvan, todo o processo está sendo conduzido de “forma republicana e transparente” e que decidiu absorver parte do Plano de Governo elaborados pelos partidos PSDB e PSC, e apresentados no primeiro turno eleitoral, para aplicar na gestão que pretende desenvolver em João Pessoa.

Clique no player abaixo e confira a íntegra da fala de Nilvan:

Continue Lendo

Paraíba

Ibope revela que índice de rejeição da gestão João Azevêdo caiu de 27% para 23% em João Pessoa

Publicado

em

A pesquisa Ibope Inteligência publicada nesta terça-feira (24), em João Pessoa, revelou que o índice de rejeição do Governo Estadual, sob comando do governador João Azevêdo, caiu quatro pontos percentuais e foi de 27% para 23% na Capital paraibana.

Segundo os dados do Ibope, as avaliações Ruim/Péssima atribuídas pelos entrevistados ao Governo da Paraíba ao longo das últimas quatro pesquisas foram as seguintes:

05/10- 25%;
22/10- 24%;
14/11- 27%
24/11- 23%.

As avaliações Ótima/Boa foram as seguintes:

05/10- 30%;
22/10- 29%;
14/11- 29%
24/11- 29%.

Já as avaliações Regular tiveram as seguintes apresentações:

05/10- 41%;
22/10- 41%;
14/11- 40%
24/11- 43%.

De acordo com os dados, no dia 05/10, pelo menos, 5% dos entrevistados não souberam avaliar, bem como, 5% no dia 22/10; 4% no dia 14/11; e, 5% no dia 24/11.

Continue Lendo

Paraíba

Luciano Cartaxo garante Parque das Três Ruas e dinheiro em caixa para a conclusão da obra

Publicado

em

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), confirmou, na manhã desta quarta-feira (25), ao radiofônico Correio Debate, da 98 FM, que a licitação para a implantação do Parque das Três Ruas já foi concluída e que o início das obras acontecerá ainda no próximo mês de dezembro de 2020.

Na mesma ocasião, o prefeito ainda afirmou que todos os recursos estão garantidos para a conclusão da obra.

Clique no player abaixo e confira a íntegra da fala de Cartaxo:

 

O prefeito Cartaxo ainda comentou sobre a fala do presidente estadual do Cidadania, Ronaldo Guerra, que, sobre a decisão de isenção de algumas lideranças políticas, disse acreditar que “a história é quem vai julgar lá na frente”. (Clique aqui para conferir os detalhes)

Para Cartaxo, que adotou a posição de neutralidade, o Partido Verde adotou a postura mais correta em respeito a posição de cada um.

Clique no player abaixo e confira a íntegra do comentário de Cartaxo:

 

Continue Lendo

Paraíba

Médico explica quando realizar testes para diagnóstico da Covid-19

Publicado

em

Desde o início do ano, a procura pelos testes para detectar a presença da covid-19 passou a fazer parte da realidade de muita gente que, diante de sinais suspeitos da doença, deseja de imediato se submeter aos exames. Essa busca é, inclusive, uma forma de diminuir o medo e a ansiedade diante de um problema de saúde que ainda levanta dúvidas. Mas, cada exame tem o momento certo para ser realizado.

O diretor clínico e técnico do Hospital Alberto Urquiza Wanderley, José Calixto Filho, explica que a primeira coisa a se observar antes da realização do exame é a quantidade de dias de sintoma. Caso não seja realizado dentro de todos os protocolos, o resultado poderá dar um falso negativo – ou até mesmo positivo. “Essa doença tem uma linha do tempo a ser seguida. Ela tem uma duração de 14 dias e temos que respeitar o tempo de fazer o exame correto”, disse.

Confira abaixo cada um dos exames disponíveis e a indicação:

Swab Nasal (RT-PCR) – É feito colhendo material do nariz e também da garganta do paciente. Existem dois tipos de swab: o antígeno (rápido), que fica pronto em até 20 minutos; e o tradicional, com resultados obtidos em até três dias. A eficácia dos dois exames é a mesma, o que vai determinar o pedido de um ou outro é a urgência pelo resultado.

Ambos são considerados o “padrão ouro”, ou seja, os melhores. Mas, para que deem o resultado correto, devem ser feitos entre o terceiro e o sétimo dias do início dos sintomas.“Este teste vai detectar se a pessoa está contaminada com o vírus e se está transmitindo a doença. Fazer fora da lacuna de tempo correta pode não comprovar a presença da doença. Além disso, tem que ser feito por pessoas treinadas, como é o caso dos profissionais que trabalham nas duas salas de coleta do hospital da Unimed João Pessoa”, explicou José Calixto.

Sorológico – Pode ser feito de duas formas, ambas com análise da amostra do sangue do paciente. O teste rápido é quando são analisadas gotas de sangue obtidas da furada de um dedo. A outra é a sorologia com coleta de sangue da veia. Ambos detectam o IGG (se a pessoa já teve o vírus) ou o IGM (quando o vírus ainda está ativo no organismo). A diferença é que o rápido não informa a quantidade de IGG ou IGM, apenas detecta a presença. “A experiência vem nos mostrando que esse tipo de exame é mais seguro feito após o 14º dia de sintomas. Além disso, ele pode mostrar se a pessoa já tem os anticorpos”, explicou o médico.

Tomografia de tórax – O médico explica que, no início da pandemia, por causa da falta de insumos (testes RT- PCR ou de sangue), o resultado desses exames demorava a sair. Por isso, a tomografia de tórax era usada como “balizadora” para verificar o comprometimento dos pulmões e a possível internação do paciente. “Lembro que a tomografia, em alguns pacientes, pode não apresentar alterações de imagens nas primeiras 48 horas”, alertou.

Continue Lendo