Nos acompanhe

Negócios

Eduardo Carneiro defende mais investimentos para reduzir desigualdade no setor do Empreendedorismo

Publicado

em

No Brasil, apenas 41% das mulheres empreendem, enquanto o percentual masculino chega a 59%, segundo relatório produzido pela MindMiners. Nesta quinta-feira (19), Dia do Empreendedorismo Feminino, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para atrair a atenção mundial para o impacto econômico e social do movimento, fortalecendo o protagonismo feminino, o deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar de Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Eduardo Carneiro (PRTB), defendeu mais investimentos para reduzir as desigualdades.

“Estimular o empreendedorismo feminino é necessário porque a presença das mulheres em cargos de liderança resulta em melhorias na sociedade, economia e nas empresas. Além de oxigenar as ideias de negócio, a inclusão de novas empreendedoras teria um impacto significativo no Produto Interno Bruto (PIB) não só do Brasil, da Paraíba, mas do mundo”, comentou o deputado, lembrando que o empreendedorismo feminino será um dos temas abordados na Semana Estadual de Empreendedorismo que será realizada agora em novembro.

De acordo com um estudo divulgado no final de 2019 pelo Boston Consulting Group, diminuir a diferença de gênero em altos cargos executivos poderia elevar o PIB entre US$ 2,5 trilhões e US$ 5 trilhões.

Dados do Sebrae mostram ainda que, não raramente, as mulheres se tornam a principal fonte de renda da casa. Nos últimos dois anos, este número subiu de 38% para 45%. As empreendedoras brasileiras possuem um nível de escolaridade 16% superior aos homens, mas ganham 22% menos do que os empresários. “Isso mostra que as mulheres empreendem por necessidade e a maioria não têm sócios. O desejo de ser independente e uma nova alternativa de fonte de renda são preponderantes para a maioria das mulheres microempreendedoras”, comentou.

Em 2019, estudo realizado pela consultoria McKinsey, em parceria com o evento Brazil at Silicon Valley, classificou o Brasil como um país de empreendedores ao constatar que 39% da população economicamente ativa (PEA) tem sua própria empresa. Um ano antes, a pesquisa “Empreendedorismo no Brasil – Relatório executivo 2018” já mostrava uma taxa de empreendedorismo de 38%, considerando a população entre 18 e 64 anos.

Ou seja, quase 52 milhões de pessoas estão à frente do próprio negócio no Brasil, conforme os dados, levantados a partir do Global Entrepreneurship Monitor (GEM) com apoio do Instituto Brasileiro de Qualificação Profissional (IBQP), Sebrae e Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Continue Lendo

Negócios

Veja as vantagens em pagar parcelas do plano de saúde da Unimed João Pessoa no débito automático

Publicado

em

Para otimizar tempo e pagar faturas com segurança, a Unimed João Pessoa oferece aos clientes a opção de pagar as mensalidades do plano de saúde pelo débito automático em conta corrente.

O método funciona após a autorização do cliente para que o valor referente ao plano de saúde seja descontado diretamente no banco todos os meses de forma automática.

Aderir ao débito automático é prático e cômodo. Basta acessar o Portal Unimed João Pessoa (www.unimedjp.com.br) e clicar na área “Sou Cliente”, em “Débito Automático” e, em seguida, ir em “Aderir ao serviço”. Durante o processo, alguns dados bancários serão solicitados.

A confirmação do cadastro será enviada pela Unimed João Pessoa em até 72 horas, por SMS ou e-mail. O cliente também será informado quando o pagamento acontecerá por esse método. Caso seja necessário confirmar algum dado, o pedido também chegará por meio eletrônico.

Após receber a confirmação da adesão ao débito automático, para autorizar o serviço, o cliente deverá acessar a conta do banco por meio do aplicativo ou nos terminais de autoatendimento. Detalhe: ao fazer a adesão para débito automático, o cliente deixará de receber o boleto impresso ou on-line, que fica disponível no portal da Cooperativa, para conferência de pagamentos.

Confira vantagens de aderir ao débito automático:

*É gratuito e não exige o pagamento de nenhuma tarifa para aderir.
*A fatura será descontada dentro do prazo — caso haja saldo em sua conta — assim, não haverá mais multas por atraso.
*Em caso de perda ou danos no boleto, não é necessário solicitar segunda via, pois o pagamento será automático.
*Como é um processo automatizado, não é necessário ir a um banco para realizar o pagamento.
*O método é certificado e não há risco de fraudes ou golpes.

Sobre a Unimed JP – Com 49 anos de tradição, a Unimed João Pessoa é uma cooperativa de trabalhos médicos que se consolidou como a melhor e maior operadora de planos de saúde da Paraíba. Além de mais de 1,8 mil médicos cooperados, possui a mais completa rede de assistência médico-hospitalar privada do Estado. São diversos hospitais credenciados, sendo dois próprios – um deles referência em alta complexidade -, além de clínicas, prontos-socorros e laboratórios à disposição de 150 mil clientes. Comprometida com o desenvolvimento sustentável, é signatária do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU). Tudo isso garante à Unimed JP a liderança absoluta no segmento de saúde suplementar no mercado paraibano. Acesse www.unimedjp.com.br.

Outras informações:
Instagram: @unimedjoaopessoa
LinkedIn: /company/unimed-joao-pessoa
Facebook: /unimedjoaopessoa
Twitter: @unimed_jp

Continue Lendo

Negócios

Prefeitura de Campina Grande avança na consolidação de parceria com o BNB para geração de empregos

Publicado

em

O secretário-chefe do Gabinete do Prefeito, Gilbran Asfora, presidiu reunião, na manhã desta quinta-feira, 13, com secretários e dirigentes de órgãos municipais de Campina Grande com uma equipe técnica do Banco do Nordeste. A reunião foi um desdobramento de encontro do prefeito Bruno Cunha Lima, no último dia 15 de abril, com dirigentes da instituição financeira oficial, pela construção de uma parceria do Município com o banco, tendo como principal foco a geração de empregos e renda.

O encontro de trabalho, realizado no Salão Nobre do Gabinete do Prefeito, durou cerca de uma hora e meia. Além de Gilbran Asfora, participaram da reunião os secretários Renato Gadelha (Agricultura) e Rosália Lucas (Desenvolvimento Econômico), além dos presidentes Alana Carvalho (Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico, AMDE) e Antônio Hermano (Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Campina Grande, IPSEM, e da coordenadora do SINE Municipal, Soraya Brasileiro.

De forma pontual e didática, a equipe do BNB apresentou os produtos financeiros da instituição à disposição do Município de Campina Grande. Tanto a geração de empregos na cidade e linhas de financiamento para o homem do campo foram priorizados na reunião.

O secretário Gilbran Asfora, que recebeu a missão do prefeito Bruno Cunha Lima para coordenar o processo de consolidação da parceria, encaminhou a minuta proposta pelo BNB para a Procuradoria Jurídica do Município agilizar o termo de cooperação técnica. “Estamos muito otimistas com os resultados possíveis dessa parceria, principalmente em termos de empregos e oportunidade de renda, principalmente num momento de pandemia que tem atingido em cheio muitos segmentos econômicos.

Continue Lendo

Negócios

Especialistas orientam sobre como montar ou reformar a varanda em casa ou apartamento

Publicado

em

Por conta da pandemia, muita gente precisou criar ou reformar algum ambiente em casa para se adaptar ao isolamento social, de acordo com as novas necessidades dos momentos de trabalho e em família. Um espaço de lazer que se destacou neste período foi a varanda, um ambiente para viver momentos descontraídos, que une lazer, refeições e outras experiências entre a família. Para se ter uma ideia, a busca por  imóveis com varanda cresceu 128%, se compararmos maio deste ano com o mesmo período do ano passado. Segundo pesquisa da plataforma Imovelweb, que abrange todo o Brasil, imóveis com mais espaço e com áreas externas têm despertado o interesse de muitas famílias que buscam mais qualidade de vida.
Embora o crescimento da procura por esses tipos de imóveis seja resultado de uma tendência que já havia sido percebida, as designers de interiores da Casa Brasileira João Pessoa, empresa especializada em móveis planejados, Tatiana Barbosa e Caliane Almeida, acreditam que a valorização das varandas aumentou com a pandemia.  “Os espaços que eram utilizados poucas vezes se transformaram em ambientes de convívio, e a varanda é um exemplo real disso. Nesse local, as famílias podem fazer diversas programações para sair da rotina. Por isso, se tornou um dos espaços preferidos para desfrutar momentos em família. Houve uma ressignificação deste ambiente”, conta Caliane.
Prova disso, segundo ela, é que a procura por projetos para esse espaço cresceu e até se tornou prioridade para muitos clientes. Área para bancada, churrasqueira, adega, jogos, espreguiçadeiras, mesas e lounges com sofás foram algumas das demandas recebidas pela Casa Brasileira desde o início da pandemia. No entanto, cada ambiente deve ser cuidadosamente projetado para que os espaços sejam melhor aproveitados e que, ao mesmo tempo, sejam de agrado de todos que vão desfruta-los. “É importante estar atento, pois as varandas abertas têm uma forte incidência do sol e chuva. Por isso, é preciso escolher mobiliários que sejam resistentes a essas intempéries, como as madeiras ipê e jatobá, tecidos impermeáveis e resistentes aos raios UVA e UVB, além de materiais em fibras sintéticas e cordas náuticas”, detalha a Caliane. Outro ponto de atenção deve ser também a  especificação dos revestimentos empregados para paredes e pisos, para agregar resistência, funcionalidade, além de combinar com a proposta de decoração.
Senso de harmonia – Para a paleta de cores e texturas, a regra é a mesma: ser prático, funcional e agradável. Os mobiliários e revestimentos devem seguir a personalidade da casa, mas antes de tudo,  é preciso avaliar como a varanda será usada pelos moradores. Algumas questões como qual tamanho do ambiente, se há muita incidência de luz natural e chuva, se haverá plantas e qual tipo delas e, claro, se a limpeza será fácil, deverão ser levadas em conta na hora de verificar o projeto. “Cada proposta deve ser estudada de acordo com o que a família deseja e é essencial realizá-la de forma cautelosa e estar atento com as particularidades de um espaço externo”, comenta Tatiana.
A designer ainda orienta: “Em espaços com dimensões maiores, é possível ter um projeto mais minimalista e com amplos espaços dedicados à circulação entre os móveis. Em varandas mais compactas, o ideal é saber qual a prioridade do uso do espaço, que podem ser compostos por sofá, poltronas, puffs ou mesas e cadeiras”, explica Tatiana.
Para conhecer a Casa Brasileira em João Pessoa, a loja fica na Avenida Edson Ramalho, 44, em Manaíra. Para mais informações, os telefones são (83) 3507-2822 e (83) 99182-0069. O perfil no instagram é @casabrasileira.joaopessoa . O site é https://www.casabrasileiraparaiba.com.

Continue Lendo