Nos acompanhe

Negócios

Crédito imobiliário: confira as principais exigências para financiar a casa própria

Publicado

em

O financiamento imobiliário é considerado um dos principais aliados para realizar o sonho de adquirir a casa própria. Para isso, é necessário estar atento às exigências antes de dar entrada na documentação solicitada pelo banco.

Segundo Analine Costa, analista financeira da Construtora Massai, uma das cem maiores do país, é comum surgirem dúvidas sobre as etapas do processo. “As taxas, modalidades e a documentação são os detalhes que mais geram dúvidas, mas nós esclarecemos todas antes de começar”, conta Analine Costa, analista financeira da Construtora Massai. “É necessário buscar sempre profissionais competentes e confiáveis em todos os processos para evitar fraudes e agilizar a entrega do imóvel”, pontua.

Segundo ela, o primeiro passo é reunir todos os documentos necessários, como CPF, RG, carteira de trabalho, comprovantes de estado civil e endereço, declaração de Imposto de Renda, extrato do FGTS, contracheques, certidão conjunta de débitos referentes aos tributos federais e comprovante de renda.

Confira algumas dicas e exigências para dar entrada no financiamento imobiliário:

1. Análise de crédito: Nesta etapa, serão necessárias algumas documentações para que seja realizada a simulação da capacidade de financiamento, são eles: documentos pessoais e do cônjuge, três últimos extratos bancários e contracheques e/ou imposto de renda.

2. Crédito aprovado: Em seguida, a documentação dos vendedores e compradores do imóvel será enviada ao banco para aprovação.

3. Engenharia/Conformidade: É quando o engenheiro do banco ao qual está sendo efetuado o financiamento vai até o apartamento para realizar a avaliação. Dependendo do banco, dura de 5 a 7 dias úteis para o engenheiro ir ao local e emitir o laudo de avaliação.

4. Contrato emitido: Após a análise de todas as exigências, será realizada a emissão do contrato, onde gerente e/ou correspondente bancário agendarão com o comprador e vendedor para assinatura no banco.

5. Emissão de Taxas: Com o contrato já assinado, o próximo passo é a emissão de taxas de prefeitura e cartório, ITBI, IPTU, TCR, Taxas de registro. Neste caso, o custo é do comprador.

Emissão das taxas de registro do contrato: O valor cobrado é em cima de avaliação, em torno de 2%. Caso seja o primeiro imóvel do cliente, haverá direito aos 50% de desconto.

6. Em registro: Depois do pagamento das taxas, é dada a entrada no registro do contrato junto ao cartório de registro do imóvel. O prazo é de 6 dias úteis para efetivar.

7. Pagamento do recurso: Após o registro do contrato, é encaminhada uma via para o banco financiador e será aguardada a entrada do recurso na conta do vendedor, que varia de cinco a sete dias úteis. Após a confirmação do crédito, as chaves do apartamento são liberadas para entrega.

Continue Lendo

Negócios

Senado aprova proibição de despejo de imóveis até o fim deste ano

Publicado

em

O Plenário aprovou na quarta-feira (24) o PL 827/2020, de autoria do deputado André Janones (Avante-MG), que suspende o cumprimento de medida judicial, extrajudicial ou administrativa que resulte em desocupação ou remoção forçada coletiva em imóveis privados ou públicos, exclusivamente urbanos, até 31 de dezembro de 2021. Fica igualmente suspensa a concessão de liminar em ação de despejo por incapacidade de pagamento de aluguel. O projeto teve parecer favorável do senador Jean Paul Prates (PT-RN) e, como foi modificado, volta à Câmara.

Agência Senado

Continue Lendo

Negócios

Unimed João Pessoa oferece serviço de drive-thru para teste de covid

Publicado

em

Os clientes da Unimed João Pessoa contam com mais uma opção para realizarem o teste de covid-19. Os exames são feitos dentro do veículo em total segurança no Drive-Thru da Saúde Unimed JP, na Avenida Júlia Freire, 573, em frente à Igreja Santa Júlia. O serviço funciona todos os dias, das 8h às 16h.

Além dos clientes da Unimed JP, beneficiários de outras Unimeds (Intercâmbio) também podem realizar o teste. Para ser atendido, é necessário apresentar documento oficial com foto, carteira do plano de saúde e a guia autorizada. São três pontos de coleta no Drive-Thru e não é preciso agendamento.

Os exames realizados são o EcoTeste Antígeno (conhecido também como swab nasal rápido) e teste rápido IGG e IGM para covid-19. O resultado estará disponível no Portal da Unimed João Pessoa quatro horas após o procedimento para os clientes Unimed JP. Já os clientes Intercâmbio (de outras Unimeds), podem conferir o resultado por e-mail. O endereço para conferir o resultado é https://www.unimedjp.com.br/cliente/

Para a segurança de clientes e profissionais, algumas medidas deverão ser seguidas:

Permanecer no veículo;
Usar máscara de proteção;
Apresentar documento oficial com foto;
Apresentar a guia autorizada;
Seguir as orientações dos funcionários.

Serviço:
Drive-Thru da Saúde Unimed JP
Endereço: Avenida Júlia Freira, 573.
Funcionamento: diariamente, das 8h às 16h
Não é necessário fazer marcação prévia.

Continue Lendo

Negócios

Trabalhadores do setor sucroenergético recebem vacinação contra o coronavírus

Publicado

em

Uma manhã de proteção e cuidados à saúde marcou a rotina da Comunidade Agroval, zona rural de Santa Rita, nesta segunda-feira (21) e com isso, beneficiou além da população local, dezenas de colaboradores da Agroindustrial Japungu com vacinas da influenza para o público-alvo da campanha, além da 1ª dose contra a Covid-19, direcionada às pessoas dos 50+ anos.

A ação foi realizada graças à parceria da Prefeitura Municipal de Santa Rita por meio da Secretaria Municipal de Saúde que enviou uma equipe multidisciplinar da gerência de Vigilância em Saúde, responsável pela execução do Plano de Imunização contra a Covid-19 no município e outros programas.

Para o presidente do Sindicato da Indústria de Fabricação de Álcool na Paraíba (Sindalcool), Edmundo Barbosa, a Prefeitura de Santa Rita e a Secretaria Municipal de Saúde demonstram mais uma vez, o compromisso com a população do município, pois a vacinação é muito importante principalmente nessas comunidades, como a Agroval, onde o município tem muitas localidades rurais como Lerolândia, Bebelândia, entre outras, muitas de difícil acesso.

“Para essa população rural, muitas vezes, fica difícil ter que se deslocar à sede do município, e esse comprometimento social de levar a vacina a esse público tem sido demonstrado pela gestão do prefeito Dr Emerson Panta e o secretário de saúde, Luciano Carneiro. Isso possibilita aos cidadãos de Santa Rita o acesso a vacinação, e com isso, poderem ter mais qualidade de vida para viverem dignamente”, destacou Edmundo Barbosa.

Ainda durante as atividades de saúde, foram realizados testes rápidos para a Covid-19, sífilis, hepatites virais e HPV, conforme programação da Prefeitura.

Segundo o Ministério da Saúde, a 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza teve início no dia 12 de abril e se estende até o dia 9 de julho, com público-alvo estimado em 79,7 milhões de brasileiros. A meta é vacinar, pelo menos, 90% dos grupos prioritários.

O Ministério da Saúde ressalta a importância da vacinação contra a influenza em 2021, pois prevenirá o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e a sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19.

Nesta campanha, os grupos prioritários são crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas, povos indígenas, trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos ou mais, professores das escolas públicas e privadas, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento e Forças Armadas.

Ainda fazem parte do grupo prioritário, os caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Segundo recomendação do Ministério da Saúde, as pessoas que fazem parte do grupo prioritário para a vacinação contra influenza e que ainda não foram vacinadas contra a Covid-19, deve ser priorizada a dose contra o coronavírus e agendada a vacina contra a Influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre elas.

Continue Lendo