Nos acompanhe

Paraíba

“Vamos abrir vagas de emprego com uma estratégia ousada para o turismo”, diz Ruy

Publicado

em

O turismo é uma prioridade para a retomada do crescimento da economia em João Pessoa, mas para aproveitar melhor sua vocação turística e movimentar os negócios, é necessário haver um orçamento de promoção do destino e um plano de marketing da cidade. Essa e outras propostas foram apresentadas pelo candidato a prefeito Ruy Carneiro, em sabatina com o trade turístico nesta quinta-feira (15).

“Primeiro, é preciso ter orçamento específico para ações de promoção e divulgação permanente. Mas, atrelado a isso, é fundamental um plano de marketing factível, inteligente, que promova a cidade não apenas no Brasil, mas também no exterior”, explicou Ruy. Para viabilizar as ações previstas para divulgar o destino, serão realizadas parcerias com o Ministério do Turismo e a Embratur para garantir recursos federais, ampliar a oferta de voos e firmar parceria com grandes operadoras para a venda de pacotes atrelados ao calendário anual de eventos.

Na gestão de Ruy será implantado um plano de marketing que prevê a atuação intensa em todas as mídias, inclusive as digitais. “Não é possível pensar em promoção do nosso destino sem incluir aí a parceria com formadores de opinião e influenciadores digitais, por exemplo”, ressaltou.

Ruy também quer implantar o FUMTUR, que foi aprovado há mais de 10 anos, mas nunca saiu do papel e já tem sua constituição orçamentária estabelecida por lei. “Hoje, mais de 80% do orçamento da Secretaria de Turismo é destinado ao pagamento da folha. Isso não é aceitável! Falta dinheiro para ações fundamentais, como divulgação, mas também falta gestão. Aí entra também a nossa proposta de criação da Invest João Pessoa, uma agência que será voltada à atração de empresas e investimentos para a cidade. Precisamos ter a iniciativa privada como aliada, inclusive, para inovar”, concluiu.

Continue Lendo

Paraíba

Cabo Gilberto acusa Governo Estadual de diminuir poder de fogo de seguranças no presídio PB1

Publicado

em

O deputado estadual Cabo Gilberto Silva (PSL), postou um vídeo em suas redes sociais dirigindo críticas ao Governo do Estado da Paraíba pelo descaso com o qual trata o setor da Segurança Pública.

De acordo com o parlamentar, os presídios instalados no território paraibano estão precisando de atenção urgente.

O parlamentar afirma que o Governo do Estado, ao invés de aparelhar ainda mais o sistema de segurança dos presídios, diminuiu o poder de fogo dos profissionais da Segurança Pública que trabalham nas guaritas do Presídio PB1, localizado na região Metropolitana da de João Pessoa.

Clique no player abaixo e confira a íntegra do vídeo publicado pelo parlamentar:

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Gilberto Silva (@cabogilbertosilva) em

Continue Lendo

Paraíba

Cabo Gilberto Silva convoca paraibanos para apoiamento à criação do Partido Aliança pelo Brasil

Publicado

em

O deputado estadual Cabo Gilberto Silva (PSL) postou um vídeo em suas redes sociais convocando a todos os paraibanos para colaborarem com assinaturas em fichas de apoiamento ao projeto de criação do partido Aliança Pelo Brasil, encabeçado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e os filhos Flávio Bolsonaro e Jair Renan Bolsonaro.

De acordo com as informações do Cabo Gilberto, no dia 31 de outubro, um ponto de apoio para coleta de assinaturas na Paraíba será aberto na Avenida Argemiro de Figueiredo, 2027, sala 01, bairro do Bessa, em João Pessoa.

Assinaturas de apoiamentos vindos de outros municípios deverão ser encaminhados para a Caixa Postal 8005.

Confira o vídeo postado pelo parlamentar sobre o assunto:

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Gilberto Silva (@cabogilbertosilva) em

Continue Lendo

Paraíba

MPPB celebra TAC que obriga Município de Princesa Isabel a empossar aprovados em concurso

Publicado

em

O Ministério Público da Paraíba celebrou um termo de ajustamento de conduta para que o Município de Princesa Isabel emposse, em até 45 dias, os aprovados no último concurso público, dentro do número de vagas previstas no edital. De acordo com a promotora de Justiça, Maria Socorro Lemos Mayer, o compromisso estabelecido tem por objeto atender ao princípio constitucional da obrigatoriedade da contratação de servidores concursados, bem como cessar a ilegalidade dos contratos temporários.

O TAC foi celebrado, nessa quinta-feira (22/10), a partir do procedimento administrativo 049.2020.000.056, instaurado pela Promotoria de Justiça de Princesa Isabel para apurar a situação dos contratos temporários e a efetivação do concurso público. Além da promotora Maria Socorro Lemos Mayer, assinaram o  compromisso o prefeito Ricardo Pereira do Nascimento e a procuradora jurídica do Município, Edineide Pereira da Silva.

De acordo com o MPPB, o concurso para a nomeação de servidores efetivos no Município foi homologado em novembro de 2019, mas servidores continuaram contratados por excepcional interesse público para o desenvolvimento de funções permanentes da administração, “em nítida ilegalidade, conforme dados extraídos do Sagres Online (sistema do Tribunal de Contas da Paraíba – TCE), valendo da contratação temporária para necessidades permanentes, mantendo por esse vínculo profissionais de demanda perene”.

Além do prazo de 45 dias para a posse dos aprovados no número de vagas, “ficando a nomeação dos excedentes à discricionariedade da adminsitração, segundo os critério de oportunidade de conveniência”, o TAC obriga o gestor a encaminhar ao Ministério Público até o dia 15 de fevereiro os documentos que comprovam a exoneração dos servidores contratados ilegalmente, bem como da nomeação dos aprovados.

Após o cumprimento do TAC, a Prefeitura também se obriga a somente realizar contratações temporárias que atenda aos requisitos previstos na Constituição Federal, com comunicação ao MPPB, e sendo precedidas de processo seletivo simplificados realizado com ampla divulgação. O não cumprimento das obrigações implica em multa pessoal cominatória ao representante do Município equivalente a R$ 50 mil, acrescida de R$ 1 mil por dia de atraso.

Clique aqui e confira a íntegra da TAC

Continue Lendo