Nos acompanhe

Paraíba

Raoni afirma que a PMJP tem recursos suficiente para devolver à população serviços de qualidade

Publicado

em

O pré-candidato a prefeito da Capital pelo partido Democratas (DEM), Raoni Mendes, criticou a atuação da Prefeitura de João Pessoa pelas ações voltadas à Saúde e educação, e apresentou proposta para dar respostas rápidas à população. Em entrevista a TV Master, nesta terça-feira (15), Raoni ressaltou que a Prefeitura Municipal tem recursos suficiente para devolver serviços de qualidade ao povo.

“Nós sabemos que João Pessoa tem recursos suficiente para devolver à população serviços de qualidade. A nossa cidade perde muito dinheiro por obra mal feita, por falta de um gerenciamento inteligente. Por isso, formamos uma equipe preparada que criou um Sistema Inteligente de Governo para que isso não aconteça, para que as ações sejam amplamente estudadas impossibilitando a perda de verbas”, disse Raoni Mendes.

Em relação às ações de governo municipal, se eleito, o pré-candidato afirmou que vai priorizar a Saúde. “Vamos priorizar a Saúde, colocando a tecnologia a favor do cidadão. Vamos ter uma otimização desse serviço. Você tem em Curitiba, por exemplo, os serviços sendo acessados virtualmente, com uma criação de um aplicativo, por exemplo. O atendimento também é muito ruim. A estruturação tem que ser mais organizada o resultado pratico é entregar a população o serviço” disse.

Ele destacou a criação de mais Unidades Básica de Saúde, devido a dificuldade de acesso a exames especialidades, além da reabertura do Hospital Santa Isabel. O democrata debateu estratégias para o setor de turismo. Entre elas, a necessidade de que o Fundo Municipal de Turismo seja colocado em prática, pois já está elaborado, mas não existe recurso. Outra ação é trabalhar a divulgação do setor na cidade. “O turismo em João pessoa há 20 anos não tem inovação, mesmo sendo uma cidade propícia e acolhedora. É uma indústria que gera renda, emprego e merece toda a atenção necessária.

Continue Lendo

Paraíba

TRE instala comissão responsável pela auditoria da votação eletrônica

Publicado

em

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) vai instalar, na próxima segunda-feira (21), às 16h30, a Comissão da Auditoria de Votação Eletrônica das Eleições de 2020. O grupo será presidido pelo juiz José Ferreira Ramos Júnior. O objetivo é testar a segurança na captação e contabilização do voto pela urna eletrônica. O serviço existe desde 2002 e serve como uma segurança a mais para o processo eleitoral.

Apesar de nunca ter um único caso de fraude comprovado, não raro a Justiça Eleitoral precisa desmentir as fake news sobre a segurança da votação eletrônica. A comissão será responsável pela organização e condução dos trabalhos de auditoria do funcionamento das urnas eletrônicas. Entre os atos está a definição das principais providências a serem adotadas para a realização dos procedimentos.

A Paraíba possui 8.451 seções eleitorais. No dia 14 de novembro (Véspera das Eleições), a Comissão fará o sorteio de seis delas, sendo as três primeiras correspondentes às urnas eletrônicas que serão submetidas à auditoria de funcionamento sob condições normais de uso (Votação Paralela) e as demais relativas à auditoria mediante verificação da autenticidade e integridade dos sistemas, que ocorrerá na própria seção eleitoral sorteada.

No domingo, 15 de novembro (Dia das Eleições), as urnas sorteadas serão submetidas aos respectivos procedimentos de auditoria. A Auditoria das urnas eletrônicas sob condições normais de uso (Votação Paralela), que acontecerá nas urnas das três primeiras seções sorteadas, consiste em realizar uma votação paralelamente à votação oficial, a fim de comprovar que o voto digitado pelo eleitor na urna eletrônica é exatamente o mesmo que foi escrito em uma cédula de papel e em um terminal de apuração independente. Tudo é feito em ambiente filmado e fiscalizado.

Após a emissão da zerésima, relatório expedido pela urna que comprova que não há nenhum voto no dispositivo, serão iniciados os trabalhos de auditoria, conforme os procedimentos e horários estabelecidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a votação oficial. A ordem de votação deverá ser aleatória em relação à folha de votação.

O objetivo final é de que seja comprovada a coincidência entre os resultados obtidos nos boletins de urna e os dos relatórios emitidos pelo sistema de apoio à Auditoria de Votação Eletrônica, conforme as cédulas da auditoria e o registro digital dos votos apurados.

Poderão participar da reunião de instalação como entidades fiscalizadoras os representantes dos Partidos Políticos, representante do Ministério Público e representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Continue Lendo

Negócios

Pandemia: Deputado estadual Cabo Gilberto Silva cobra volta às aulas no estado da Paraíba

Publicado

em

O deputado estadual Cabo Gilberto Silva utilizou as redes sociais para cobrar do Governo do Estado flexibilização que permita o retorno às aulas no estado da Paraíba.

“Precisamos voltar as aulas senhor governador! Matrículas canceladas, aumento do desemprego dos professores e funcionários, evasão escolar, famílias que não tem onde deixar seus filhos ou que já voltaram ao trabalho ou nem pararam durante a quarentena”, exclamou. “O emocional das pessoas está prejudicado por conta dessa paralisação de quase 7 meses. Empresas renomadas, há anos no mercado, falidas fechando suas portas sem nenhum amparo. Precisamos de um retorno urgente, respeitando todas as normas de segurança contra o coronavírus”, completo.

Confira a publicação

Continue Lendo

Paraíba

Em São Bento, prefeito Dr. Jarques oficializa registro de candidatura para as Eleições 2020

Publicado

em

O partido Cidadania, realizou na sexta-feira (18), junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Requerimento de Registro de Candidatura para o pleito de 2020.

Os nomes do atual prefeito da cidade de São Bento, Dr. Jarques Lúcio e de sua vice, Joseilma Resende (Melada), foram oficialmente registrados junto ao órgão.

Toda documentação foi apresentada à Justiça Eleitoral no pedido coletivo do Requerimento de Registro de Candidatura, como Declaração de Entrega de Documentos, Declaração de Bens, entre outros.

Nas certidões negativas de Dr. Jarques, não constam nenhuma pendência judicial, como processos e afins.

Continue Lendo