Nos acompanhe

Paraíba

Serviços da Operação Tapa-buraco são executados em sete bairros nesta segunda-feira

Publicado

em

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) prossegue nesta segunda-feira (31) com os serviços de melhoria em vários bairros da Capital paraibana, onde serão executadas obras de manutenção e recuperação de pavimentação asfáltica em ruas e avenidas de sete bairros.

Dentro da programação para esta segunda, a Operação Tapa-buraco, da Secretaria de Infraestrutura do Município (Seinfra), está atuando nos seguintes bairros: Cabo Branco, Varjão, Jardim Cidade Universitária, Bairro dos Estados, Funcionários, Gramame e Cristo.

Entre as vias e equipamentos beneficiados nesta segunda (31) estão as avenidas Almirante de Tamandaré (Cabo Branco), Cabo Branco (Cabo Branco) e as ruas Bom Jesus (Varjão), Cecília Rodrigues Siqueira (Jardim Cidade Universitária), Maria Batista Medeiros (Bairro dos Estados), Professora Maria da Soledade Ramalho (Funcionários), Economista Clodoaldo Pinheiro de Araújo (Gramame) e Comerciante Antônio de Souza (Cristo).

As ações são realizadas através da Diretoria de Manutenção e Conservação (DMC) da Seinfra, que define a programação com base nas demandas encaminhadas pela população por meio do número 0800 031 1530 ou pelo email: seinfra@joaopessoa.pb.gov.br
Qualquer cidadão pode ligar para o 0800 031 1530 e solicitar o serviço. A ligação é gratuita e o serviço de call center funciona das 7h às 22h.

Continue Lendo

Paraíba

PSD realiza capacitação com advogados sobre a Lei Geral de Proteção de Dados

Publicado

em

No dia em que entrou em vigor no país a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), o Partido Social Democrático (PSD) em Campina Grande realizou uma capacitação sobre o tema com advogados do partido e convidados para compreender todas as determinações da nova legislação.

A grande preocupação é garantir que não haja mal uso relacionado a dados das pessoas e instituições que estão diretamente ligadas à campanha eleitoral. Outro ponto de discussão foi o uso correto dos contatos e seguidores nas redes sociais.

O intuito é também capacitar toda a equipe para coletar somente dados extremamente necessários para cada finalidade e garantir que haja consentimento dos agentes envolvidos para a coleta, produção, armazenamento, reprodução, transmissão e eliminação das informações.

A palestrante que ministrou a capacitação foi a jurista Roberta Gomes, que é advogada civilista, especialista em Privacidade e Proteção de Dados pela Data Privacy BR – São Paulo. Também tem Treinamento de Conformidade pela International Association of Privacy Professionals e é especializanda em Direito Digital.

“O nosso objetivo, assim como em toda a concepção jurídica da campanha, é tratar com o maior zelo os dados relacionados à disputa eleitoral e isso também faz parte da nossa política de respeito com as informações e com a postura preventiva no campo jurídico”, disse o pré-candidato, Bruno Cunha Lima.

Continue Lendo

Paraíba

Nova avaliação do Plano Novo Normal aponta mudança de bandeira em 28 municípios

Publicado

em

A 8ª avaliação do Plano Novo Normal indica as recomendações para os 223 municípios paraibanos a partir da próxima segunda-feira (21). O estudo mostra que parte significativa dos municípios que se encontravam em bandeira amarela na 7ª avaliação permaneceram nesta condição, além de apresentar uma pequena diminuição na quantidade de municípios em bandeira laranja e um pequeno aumento no quantitativo das bandeiras verdes. Ao todo, 28 municípios mudaram de classificação. As recomendações quanto à sustentação das medidas preventivas para impedir o aumento do número de casos e de óbitos em todo Estado permanecem vigentes e estão disponíveis na página oficial do Governo do Estado (https://paraiba.pb.gov.br/diretas/saude/coronavirus/novonormalpb).

De acordo com a avaliação, constatam-se transições de algumas bandeiras para a amarela, sendo 10 municípios da verde e quatro municípios da laranja. Outros três territórios transitaram da bandeira amarela para a bandeira laranja, que manteve sua participação em 10% dos municípios paraibanos. Já outros 11 transitaram da bandeira amarela para a verde, que também manteve sua participação estável em 6% do território paraibano. João Pessoa, Campina Grande, Catolé do Rocha, Capim, Pombal, Piancó, São Bento e Serra Branca continuam em bandeira amarela. Dentre os municípios da laranja figuram: Bayeux, Cruz do Espírito Santo, Santa Rita, São Mamede, Gurjão, Uiraúna e Umbuzeiro. Já entre os municípios que estão sob a bandeira verde estão Curral de Cima, Zabelê, Bernardino Batista e Vieirópolis.

Segundo o secretário de Gestão de Redes de Unidades de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, é importante ratificar que este é um momento para que as equipes da Atenção Primária dos municípios assumam destacada importância na identificação e acompanhamento dos casos da Covid-19. “É preciso recomendar que os Agentes Comunitários de Saúde e demais membros das Equipes de Saúde da Família possam conhecer todos os domicílios paraibanos com casos ativos da Covid-19, bem como acompanhar os contatos domiciliares destes casos. Este monitoramento próximo será decisivo para que possamos, por meio da propagação das mais efetivas medidas de prevenção e controle da doença, seguir reduzindo a força da pandemia no Estado”, pontua.

O secretário executivo reforça ainda que futuras melhorias da situação da pandemia na Paraíba dependerão da maior adesão de todos os paraibanos às três medidas mais protetoras da saúde e da vida das pessoas. Ele destaca que usar máscaras, lavar as mãos e manter o distanciamento social são gestos que mais representam este “novo normal” que o mundo está vivendo e que precisarão estar cada vez mais presentes no cotidiano dos cidadãos.

Continue Lendo

Paraíba

PSB nacional rejeita apoio do PT em João Pessoa e descarta aliança em 2022

Publicado

em

A decisão do PT nacional de intervir na eleição à Prefeitura de João Pessoa e determinar ontem a retirada da candidatura do petista Anísio Maia para apoiar o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) gerou contestações não só do PT local, mas também do PSB nacional.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, rejeitou nesta sexta-feira o apoio do PT na capital paraibana e descartou a possibilidade de os dois partidos estarem juntos para disputar a eleição presidencial de 2022.

“Não pedimos o apoio do PT. Se o PT deu com a intenção de uma aliança em 2022, que retire esse apoio e respeite a decisão do diretório municipal petista”, afirmou o presidente nacional do PSB ao Valor. Siqueira disse que o PSB “não precisa do PT” nestas eleições.

Ontem, a presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), anunciou a intervenção no diretório petista de João Pessoa, que horas antes havia oficializado a candidatura do deputado estadual Anísio Maia durante convenção municipal, na noite de quarta-feira, informa reportagem do Valor Econômico.

Gleisi afirmou que o partido deveria apoiar Ricardo Coutinho por conta da relevância dele “no processo político local e nacional” e para construir “um bloco que proporcione a unidade da esquerda”. Segundo o PT, a aliança com o candidato do PSB poderá ajudar na construção de uma frente de esquerda contra o presidente Jair Bolsonaro.

“A aliança para a disputa eleitoral de 2020 retoma a unidade programática no campo das esquerdas e a disposição de reconstruirmos a democracia brasileira, sob ataque do governo Bolsonaro, num compromisso que tem como referência os interesses populares”, disse Gleisi, em nota.
O presidente nacional do PSB criticou a dirigente petista e reforçou que “rechaça 100%” o apoio do PT.
“É uma violência do PT tirar a candidatura para apoiar Coutinho com vistas a 2022. Se for assim, que o PT retire esse apoio”, afirmou Siqueira.

O dirigente do PSB disse ter ficado “estressado” com as declarações de Gleisi, que poderiam sinalizar um eventual acordo em 2022. “É impertinente. O PT já rompeu com o PSB nestas eleições, ao impor candidaturas. Rompeu desde que Lula saiu da cadeia e disse que o PT teria candidaturas em todas as capitais. O PT não quer o apoio de ninguém e não quer apoiar ninguém”, reclamou Siqueira. “Não nos interessa esse apoio. Que retire”, reiterou.

Siqueira classificou o PT como incoerente ao rejeitar uma aliança com o PSB em Recife e, ao mesmo tempo, intervir para impor um acordo com o partido em João Pessoa. No Recife, os diretórios municipal e estadual petistas queriam apoiar a candidatura de João Campos (PSB), mas o comando nacional do PT decidiu pela candidatura própria, com a petista Marília Arraes.

A intervenção do PT nacional gerou forte descontentamento também no diretório petista de João Pessoa, que decidiu manter a candidatura de Anísio Maia. Ontem, o diretório registrou na Justiça Eleitoral a candidatura e promete levar o embate à Justiça, contra a decisão do diretório nacional. A chapa petista tem um nome do PCdoB, Percival Henriques, como vice.

Como demonstração de que não pretende desistir, Anísio Maia participou ontem de debate com os candidatos à Prefeitura de João Pessoa, promovido pela TV Arapuan Rede TV, e hoje tem agenda de campanha. Em nota, o candidato afirmou que resistirá.

“Não aceitamos um candidato que foi imposto, um candidato dele mesmo, através de uma candidatura que foi feita nas sombras. Nós aceitaríamos se juntassem os três diretórios para trocar ideias e propostas, mas dessa forma não nos submeteremos”, disse Maia.

Continue Lendo