Nos acompanhe

Negócios

Presidente da Unimed JP destaca desafios vencidos com planejamento e inovação tecnológica

Publicado

em

As palavras de ordem do anestesiologista Gualter Lisboa Ramalho à frente da gestão Unimed João Pessoa são “inovação” e “humanização”. Há quatro meses no cargo de presidente do Conselho de Administração (Conad), ele destaca que uma das bandeiras da Cooperativa é acolher em vez de combater e que tudo vem sendo feito com muito planejamento. “Estamos investindo em profissionalização, modernização, inclusão digital e atenção primária. Vamos incluir tudo isso ao longo da gestão”, informa.
O trabalho teve início em meio à pandemia do novo coronavírus, mas Gualter Ramalho destaca que estar preparado foi a chave para os bons resultados já alcançados. “Mostramos, com tão pouco tempo, que é possível prestar serviço de excelência, agregar valor, melhorar a entrega e todos nós saímos dessa situação, como de outras quaisquer, de forma mais intensa, forte, solidária, mais humana. E é esse o conceito do grupo”, declara.
Na entrevista que segue, Gualter Ramalho conta como foi feita e estratégia para lidar com a covid-19 e manter o atendimento de excelência nos demais setores do Hospital Alberto Urquiza Wanderley sem deixar de lado o acolhimento humanizado.
Foi possível pensar em algo além do coronavírus nesses primeiros meses da gestão?
Com certeza, porque começamos o planejamento antes. Durante o processo eleitoral, já tínhamos planejamento para 90 dias. Os primeiros dias não foram fáceis. Mas, aos poucos, conseguimos dividir nossa atenção entre a pandemia e a gestão e pudemos contar com consultorias importantes, além de agregarmos um time de craques. Receber mais de 82% dos votos nos motivou ainda mais a enfrentar os desafios que vinham pela frente. E começamos a trabalhar logo após a publicação do resultado das urnas. Era hora de entender o que já tinha sido feito, o que faltava fazer e o tempo era curto. O que queremos dizer para o mercado é que chegamos. Chegamos para fazer. Temos hoje executivos na área financeira, na estratégia, no “compliance”, no controle de indicadores, nas compras. A Unimed João Pessoa está se posicionando no mercado, cada vez mais, como balizadora, líder e esse time vem para formar um momento diferente e deixar legado.
Quais as prioridades da gestão?
Nossas prioridades são baseadas nos cinco objetivos da campanha: modernização da gestão, inclusão digital, Atenção Primária à Saúde, Ecossistema Unimed e Remuneração Médica. Em 120 dias, já conseguimos fazer muito com base nessa lista de prioridades, mas sabemos que ainda temos muito a fazer. Contratamos profissionais com perfil técnico e ajustamos o “tamanho da máquina”, o que ajudou a agilizar a implementação das medidas. Queremos devolver ao médico o orgulho de ser cooperado da Unimed João Pessoa e entregar aos nossos clientes a melhor experiência possível. Hoje, já somos um porto seguro para quem mais e precisa e uma referência em todo o Brasil. Mas, estamos apenas começando. E com o apoio dos médicos cooperados, vamos ainda mais longe.
Como foi enfrentar a gestão de uma instituição de saúde durante uma pandemia?
Um amigo me disse que pandemia separa o homem do menino. Outros dizem que tempos difíceis atraem homens fortes e homens fortes promovem tempos fáceis. São ciclos da vida. Cheguei com muita tranquilidade, entendi que vim para um chamado. Encarei a missão dessa forma, com planejamento. E os resultados estão à vista, superiores aos de grandes centros como São Paulo, e com conhecimento para compartilhar com o Brasil inteiro.  O primeiro passo foi criar o Núcleo Estratégico de Enfrentamento à Covid-19, que tem feito um trabalho brilhante. Esse time elaborou e colocou em prática as medidas que deram certo, com a criação do duplo fluxo no Hospital Alberto Urquiza Wanderley, garantindo que clientes com covid-19 e outros com patologias diferentes fossem atendidos com total segurança. Outra medida importante foi transformar o Hospital Moacir Dantas em referência para pediatria. Com essa mudança, valorizamos o médico cooperado e o nosso cliente ao mesmo tempo. Buscar parcerias com órgãos como a prefeitura de João Pessoa, o governo do Estado, o Ministério Público e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) também foi fundamental para enfrentar esse momento. Consolidamos as relações institucionais com transferência de tecnologia.
Quais as inovações que o senhor poderia apontar no tratamento da covid-19?
Reunimos um grupo de aproximadamente 30 PHDs para pensar como iríamos tocar o projeto, que foi sendo refinado, e tivemos o cuidado de firmar parcerias. Esses PHDs universitários respiram ciência e trouxemos para a prática o conhecimento deles: fomos o primeiro hospital do Norte e Nordeste a utilizar o plasma convalescente no tratamento da covid-19, o primeiro e único com cateter nasal de alto fluxo, tomografia de bioimpedância elétrica, implantamos a teleconsulta e passamos a usar robô no atendimento no Hospital Alberto Urquiza Wanderley… Conseguimos implantar uma série de inovações em menos de três meses. O talento a gente faz em casa e tenho o mérito de reunir pessoas com a credibilidade de professor, vida laborativa e intensa participação na saúde. Esse legado atraiu pessoas boas e qualificadas, que estavam escondidas e algemadas. Tiramos as algemas e deixamos todo mundo sonhando. Só quero reforçar o agradecimento às instituições que têm sido grandes parceiras da Unimed João Pessoa, a exemplo das já citadas anteriormente.
Como a gestão ajudou os cooperados, que precisaram fechar seus consultórios nesse período?
Entendemos que, mais do que nunca, a força da nossa Cooperativa teria que se fazer presente para que unidos pudéssemos vencer a pandemia e os desafios do presente e do futuro. Criamos o Plano de Auxílio Financeiro (PAF) para minimizar as perdas dos cooperados e dos prestadores de serviços médicos com a pandemia. O plano consistiu no adiantamento de um percentual da produção médica, com base na média registrada em 2019. Todos os cooperados e prestadores médicos sem nenhuma pendência junto à Cooperativa puderam aderir, voluntariamente, ao PAF. Esses valores adiantados só precisarão ser restituídos a partir de abril do próximo ano.
Houve perda de clientes por causa da pandemia?
Houve perda, mas vendemos mais do que perdemos. Implantamos um canal de vendas on line e realizamos ações de marketing que proporcionaram resultados excelentes, principalmente quando consideramos o cenário. Em junho, por exemplo, aumentamos em 50% o número de vendas em relação ao mesmo mês do ano anterior. Mesmo na pandemia, e com a perda progressiva relacionada às demissões nos planos coletivos de pequenas e médias empresas, com a situação muito crítica do ponto de vista financeiro, conseguimos ajustar e apresentar dados superavitários.

Continue Lendo

Negócios

Transformação digital: Maior rede de loja de departamento da PB cresce 150% da meta do ano em 1 mês

Publicado

em

“Se a gente não arriscasse, não teríamos uma história de sucesso para contar agora”. A fala de Filipe Andson, Diretor de E-commerce do Armazém Paraíba, chega depois da maior rede varejista da Paraíba investir nas vendas on-line como o primeiro passo para a entrada dos negócios no mundo digital. Em 60 anos de história eles já passaram por diversos desafios para fazer os negócios crescerem, como a expansão de lojas físicas e a abertura de um shopping center. Foi em setembro de 2019, no entanto, que iniciaram a operação do primeiro e-commerce da rede.

A alta demanda dos clientes por um canal digital para comprar produtos no Armazém Paraíba fez a rede conseguir o seu primeiro milhão nessa modalidade de vendas durante a black friday do ano passado: “Percebemos que nossos clientes já estavam destinando parte de sua renda para a compra de móveis e eletros pela internet. O segredo do sucesso, então, foi ouví-los e construir um e-commerce alinhado com a jornada de nosso consumidor”, destaca Filipe.

A partir de então as vendas pelo e-commerce do Armazém Paraíba foram crescendo cada vez mais. Com a chegada da quarentena imposta pela pandemia da Covid-19, eles reconheceram a importância de assumir uma cultura digital e aceleraram ainda mais o processo. Só no mês de maio de 2020, o e-commerce vendeu um valor equivalente a 150% da meta anual da empresa: “Certamente a pandemia acelerou a nossa transformação digital e hoje representamos um quarto do faturamento global da companhia, apenas pelo e-commerce”, comemora Filipe.

Os bons resultados levaram a empresa a ir mais longe no processo de transformação digital. O passo seguinte foi lançar um programa de incentivo aos vendedores para atuarem dentro do e-commerce, dando apoio virtual aos clientes. Eles também eram comissionados em cima das vendas que assessoraram.

O movimento representou mais da metade das vendas no site, e agora esta equipe já passa por melhorias no processo, realizando cursos de formação de consultores de vendas on-line e também para divulgação em ferramentas digitais.

Jornada do consumidor é ponto importante na implantação de um e-commerce

A responsável pelo planejamento e implantação do e-commerce do Armazém Paraíba foi a Enext, empresa do grupo WPP focada em soluções para negócios digitais. Para um processo como esse foi necessário realizar um forte estudo sobre a jornada do consumidor, além das condições necessárias para a implantação da loja on-line, que demandou um novo alinhamento no cadastro de produtos, montagem de processos logísticos e financeiros: “As novas tecnologias tiveram uma influência determinante nas mudanças dos comportamentos de compra. Para continuarem relevantes aos clientes, as empresas tiveram que se atualizar e modernizar suas estratégias. Foi essa abertura de mentalidade que contribuiu com o sucesso do primeiro passo do Armazém Paraíba no mundo digital”, afirma Gabriel Lima, CEO da Enext.

Continue Lendo

Negócios

Inaugurado há menos de um mês, Largo de Tambaú reúne famílias e já impulsiona comércio local

Publicado

em

O Largo de Tambaú, entregue recentemente pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) entre a calçadinha da orla de Tambaú e Cabo Branco, já virou um verdadeiro ponto de encontro e de diversão para as famílias e turistas, além de um local para a prática de atividades esportivas, culturais, passeios e caminhadas. Além disso, o novo espaço entregue à população há menos de um mês, já impulsiona o comércio local. Com o Largo de Tambaú, a atual gestão chegou à marca de 63 espaços públicos de lazer que geram mais qualidade de vida e bem-estar para a população.

“Este espaço faz parte do maior programa de praças e parques já realizado na Capital e hoje recebe pessoenses e turistas que aproveitam nossa orla para realizar atividades esportivas e de lazer em uma área ampla de convivência, com segurança e equipes de apoio e controle urbano, capacitadas e orientadas para atender a população”, explicou a coordenadora de Gestão de Projetos e Programas de Integração da PMJP, Pricila Camboim.

Na tarde deste sábado (19), a administradora Rejane Borges reuniu a família, o filho Pedro Arthur Rabelo Borges, 8 anos, que aproveitou para pedalar, e o avô de Pedro, Marcelo Borges, e foram passar mais um final de semana no novo espaço. “Estamos muito satisfeitos com mais um ambiente de lazer para a cidade, para as famílias se confraternizarem, passarem um tempo, as crianças terem mais espaço para brincarem e levarem uma vida mais saudável. Um ambiente de paz e alegria”, disse a administradora.

Além da bicicleta de Pedro, era possível observar jovens passeando de patins, skates e várias famílias sentadas nos bancos colocando os papos em dia. Fabiano Conrado, analista de sistema, veio do Paraná e escolheu João Pessoa há cinco para morar. E revelou o que achou do espaço. “A Prefeitura de João Pessoa está de parabéns, um espaço excelente. Local muito bom para reunir a família e a juventude também se divertir”, frisou.

O Largo de Tambaú também ajudou a impulsionar o comércio local. O gerente comercial Denis Silva revelou que precisou contratar mais funcionários para atender a demanda. “Essa obra nos ajudou bastante com a circulação do pessoal. Só temos que agradecer a Prefeitura que abriu esse espaço bacana. Nós até precisamos contratar mais funcionários porque nossas metas aumentaram. Graças a Deus gerou muitos empregos”, comemorou Denis Silva.

Equipes da Guarda Municipal, Semob e Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) estão desde o início da manhã até o final da noite, de domingo a domingo, de olhos atentos para garantir a tranquilidade das pessoas na localidade. “Aqui fiscalizamos para que não entre quadriciclos, por exemplo, para não atropelar ninguém. Também damos apoio as pessoas que vêm aproveitar a praia e informações para os turistas virem com tranquilidade para cá”, falou Antônio José da Silva, coordenador geral do grupo de Remoção e Demolição da Sedurb.

Largo de Tambaú – O projeto, de 8.621 metros, permite o compartilhamento dos espaços para oferecer a convivência saudável no trecho de chegada à orla da Capital, integrando toda a região com mais uma ampla área de convivência para pedestres, que se une à toda a calçadinha da orla. O espaço contou com obras de drenagem, pavimentação, iluminação e paisagismo.

Continue Lendo

Negócios

Dia Nacional do Idoso: especialista explica importância dos cuidados com a saúde ao longo da vida

Publicado

em

Fatores genéticos influenciam na forma como envelhecemos, mas a forma como levamos a vida também vai definir se teremos uma velhice saudável e com qualidade. Quanto mais cedo nos cuidarmos, portanto, mais saúde teremos quando chegarmos na melhor idade. No mês do Dia Nacional do Idoso, celebrado no dia 27 de setembro, a geriatra Eveline Dantas, médica cooperada da Unimed JP, orienta para a prática de atividades e hábitos saudáveis para preservar a saúde e chegar na terceira idade com qualidade de vida. “Alimentação, prática de exercícios, evitar o tabagismo, estimular os grupos musculares e o cérebro são as melhores form as de ma nter a saúde mental e física”, alerta a médica.

Ela explica que as patologias cardiovasculares são as que têm mais incidência nos idosos e estão relacionadas principalmente ao sedentarismo. Em seguida, vêm as enfermidades osteoarticulares e neurodegenerativas. “A melhor prevenção é identificar os problemas desde cedo, além de fazer exames médicos periódicos”, orienta.

Eveline Dantas ressalta que houve uma mudança positiva na mentalidade da população. “Antes, os familiares costumavam levar os idosos fragilizados para cuidar das patologias que eles já apresentavam e, de uma década para cá, os mais jovens vêm buscando esse cuidado e prevenção”, afirma. Ou seja: não há idade definida para buscar um especialista. “Um jovem adulto pode sentir necessidade de ter um médico que o acompanhe e vá realizando os exames preventivos para ter autonomia e independência futuramente. O importante mesmo é ter o acompanhamento de um especialista”, esclarece Eveline.

Rotina ativa – Aos 73 anos, a aposentada Maria Amélia Conceição Viana mantém uma rotina ativa com as tarefas diárias. Costurar, limpar a casa, cozinhar e cuidar das plantas são algumas delas. “Eu me cuido muito, principalmente com a alimentação. É tudo saudável. Tomo suplementos, cortei o açúcar e estou tentando cortar o leite” revela. “Faço todos os exames para verificar os níveis do sangue e, mesmo com prótese total nos dois joelhos, eu pratico os exercícios”, conta orgulhosa.

Antes do início da necessidade de distanciamento social, Amélia participava, três vezes por semana, do treino funcional gratuito que a Unimed João Pessoa oferece na Praia do Cabo Branco para toda a sociedade – o Jampa Saúde. No momento, os exercícios estão sendo divulgados pelo Instagram da Cooperativa para serem feitos em casa e ela segue praticando, com todos os cuidados e orientações repassadas pelo profissional de educação física.

Além disso, Amélia também já participou do Grupo 60+Feliz, uma das atividades de promoção da saúde da Unimed JP oferecida gratuitamente para os clientes, e é um bom exemplo para se inspirar.

Como participar – Para prestar assistência aos idosos em relação à prevenção de doenças e como ter uma longevidade saudável, a Unimed João Pessoa criou o 60+Feliz. No momento, as reuniões do grupo estão suspensas por causa do distanciamento social, mas as atividades não pararam. A equipe – formada por assistente social, nutricionista, educador físico e enfermeiro – está realizando oficinas que podem ser feitas on line.

A programação é divulgada no Portal Unimed João Pessoa (www.unimedjp.com.br/vivermelhor). Portanto, é só acessar a página, conferir a programação e se inscrever. Além do 60+Feliz, também são oferecidas atividades de outros grupos. Para mais informações, o telefone é 2106-0430.

Continue Lendo