Nos acompanhe

Paraíba

Paraíba tem média diária de 45 novas internações por Covid-19 no mês de junho

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) fez um balanço dos 100 dias de atuação da Central Estadual de Regulação Hospitalar (CERH) Covid-19. Com pouco mais de 3 meses de funcionamento, a Central já realizou mais de 2.600 regulações hospitalares para o tratamento de pacientes com o novo coronavírus. Nesta segunda-feira (29), após já ter registado a menor taxa de ocupação de leitos de UTI do Nordeste, a central registra um crescimento no número de internações, em comparação o mês de maio. A média é de 45 novas internações por dia neste mês de junho, sendo a maior parte das solicitações concentradas no município de João Pessoa.

A CERH atua na regulação de leitos de enfermaria e UTI exclusivos para a Covid-19, em hospitais referência no tratamento da doença. De acordo com o secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, houve uma diminuição no percentual geral de internações, em virtude da ampliação de leitos na Paraíba. “Apesar do período de isolamento rígido, ainda tivemos o crescimento de 11% no número de regulações, um número relativamente baixo, se comparado aos meses anteriores, onde tivemos um aumento médio de 400%”, explica o secretário.

Dos 83 municípios que já tiveram as regulações viabilizadas, durante o período de funcionamento da Central, o que concentra a maior quantidade de solicitações é o de João Pessoa, com 1292 processos realizados, o equivalente a 49,7% das atividades da Central de Regulação para Covid-19. O segundo município com maior concentração é o de Campina Grande, seguido de Santa Rita, Guarabira e Bayeux, entre os cinco maiores solicitantes de internação hospitalar.

Ainda de acordo com o Secretário de Saúde do Estado, apesar de não haver um colapso da saúde na Paraíba, não é possível descuidar das medidas preventivas. “Nós já figuramos entre um dos estados do Nordeste com menor índice de internações em UTIs, porém, embora discretamente, os nossos números voltaram a crescer retratando que o isolamento social ainda está abaixo do esperado o que, consequentemente, aumenta a ocupação nos leitos de hospitais referenciados para a Covid-19”, reforça o secretário.

No mês de junho, os municípios com maior número de solicitações foram João Pessoa (553), Campina Grande (158), Guarabira (67), Mamanguape (43), Cajazeiras (43), Santa Rita (42), Sapé (31), Sousa (29), Bayeux (28) e Itabaiana (28). A Central Estadual de Regulação Hospitalar para o Covid-19 funciona em contato direto com os municípios, para habilitar a internação de pacientes com síndrome gripal, com necessidade de tratamento em rede especializada.

Continue Lendo

Paraíba

Coronavírus: Conheça o relatório que balizou a retomada das atividades em Campina Grande

Publicado

em

Confira o relatório que balizou as decisões do prefeito Romero Rodrigues em relação ao avanço de mais uma etapa do Plano de Convivência e Retomada de Atividades. A comissão avaliou basicamente os dados referentes ao isolamento social e ao desempenho da rede de atendimento médico-hospitalar do Município.

O anúncio foi feito na sexta-feira, 10, durante uma live. A partir desta segunda-feira, 13, voltarão a funcionar, sob rigorosos protocolos sanitários e com restrições de fluxo de pessoas e horários, restaurantes, bares academias e parques em públicos em Campina Grande.

O relatório é assinado pelo secretário Filipe Reul, da Saúde Municipal; pelos médicos Dagjane Martins Frazão (pneumologista), Tito Lívio de Souza Cavalcante de Castro (diretor clínico do Complexo Municipal Pedro I) e Alexandre Magno Nóbrega Marinho (professor do Curso de Medicina da UFCG), além do superintendente Félix Neto (Trânsito e Transportes Públicos) e Hélder de Barros Carlos (chefe de Divisao da STTP).

Clique AQUI e confira o documento

Continue Lendo

Paraíba

Conselho Regional de Contabilidade da Paraíba ingressa no Conselho de Recursos Fiscais do Estado

Publicado

em

O Conselho Regional de Contabilidade da Paraíba (CRCPB) passa a compor o Conselho de Recursos Fiscais(CRF), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Fazenda(SEFAZ), a quem compete, em segunda instância administrativa, julgar os recursos interpostos contra decisões proferidas em processos administrativos tributários contenciosos ou de consultas.

Esta é uma conquista histórica para o CRCPB e demonstra o compromisso da nova gestão com os profissionais do Estado da Paraíba. O presidente do CRCPB, Brunno Sitônio, diante deste importante acontecimento, declarou: “Esta é uma relevante conquista para a classe contábil paraibana. Ao assegurarmos a participação do profissional contábil no órgão colegiado da Justiça Fiscal e Administrativa da Fazenda Estadual, garantimos a representação de um profissional habilitado e conhecedor da legislação, normas e boas práticas. Nossa representação agirá de forma institucional, daremos apoio aos nossos representantes com muita transparência, ética e legalidade. Agradecemos aos Secretários Marialvo Laureano e Bruno Frade pela compreensão e visão da essencialidade do profissional contábil na construção de um processo tributário mais justo, e também ao Governo do Estado, pela sensibilidade em ter o Conselho Regional de Contabilidade como parceiro no desenvolvimento da Paraíba”.

Rodrigo de Queiroz, representante titular do CRCPB no CRF, enfatizou a importância da representatividade do CRCPB: “A representatividade do CRCPB junto ao CRF é extremamente importante. Também acredito que a nossa participação nas sessões, processos e autuações, tratá bons frutos para todo o Estado.”

“Esta conquista é muito significativa para nós do CRCPB, pois, desde a criação de nosso Conselho tínhamos o desejo de ingressar no CRF. Agora, a classe contábil vai poder participar do dia a dia do CRF como também ajudar a promover, junto aos demais membros do Conselho, a justiça tributaria de nosso estado”, afirmou Aderaldo Junior, eleito como representante suplente do CRCPB no CRF.

Marialvo Lauriano, secretário de finanças da SEFAZ-PB, comentou acerca da importância de ter, pela primeira vez, a presença de um contador como membro titular do CRF: “Inserir o contador no CRF intensifica o fortalecimento da parceria entre a SEFAZ e o Conselho Regional de Contabilidade do Estado da Paraíba, além dos próprios contadores. A presença, pela primeira vez, de um contador como membro titular e conselheiro vai qualificar ainda mais os trabalhos do CRF. Depositamos a nossa confiança, firmemente, na postura do profissional de contabilidade e lutaremos para que essa presença se transforme, num tempo médio, em uma cadeira cativa como membro titular”.

Bruno Frade, secretário executivo da SEFAZ-PB, ressaltou a relevância da participação do profissional contábil na respectiva Secretaria, pontuando que ele irá “contribuir, com as suas expertises técnicas e com seu labor diário, mostrando para os colegas do CRF outra vertente acerca dos assuntos que, por vezes, poderia não estar sendo alcançadas sem o seu ponto de vista.”

Continue Lendo

Paraíba

De forma simbólica, Romero inaugura unidade de acolhimento à comunidade venezuelana em Campina

Publicado

em

O prefeito Romero Rodrigues inaugurou simbolicamente, na manhã desta sexta-feira, 9, a Unidade de Acolhimento Institucional Permanente preparada pelo Município para a comunidade venezuelana em Campina Grande. A unidade, no bairro do Jeremias é formada por mais de 60 pessoas, entre crianças, jovens e adultos e continuará a receber, como já vinha acontecendo no abrigo provisório no bairro de Bodocongó, toda a assistência viabilizada por uma rede de proteção social através da Secretaria de Assistência Social do Município.

Sem caráter de solenidade, mas limitando-se a uma visita breve ao local onde já estão acomodados os imigrantes que deixaram a Venezuela há vários meses e chegaram a Campina Grande, Romero Rodrigues saudou os beneficiários e conheceu as instalações, no prédio onde funcionava a Escola Municipal Sérgio de Almeida, acompanhado pelos secretários Maésio Tavares (Semas) e Filipe Reul (Saúde).

Rede de proteção

De acordo com a diretora de Proteção Social da Prefeitura, Joelma Martins, um trabalho bem coordenado entre as secretarias municipais tem propiciado toda uma atenção especial à comunidade de imigrantes. Nas áreas de Saúde, Educação, Assistência Social e outras, o Município tem procurado atender às necessidades mais básicas dos venezuelanos.

Para Romero Rodrigues, todo o esforço da Prefeitura em procurar atender com dignidade os venezuelanos que chegaram a Campina Grande vale a pena, pois o gesto humanitário e atenção institucional é o mínimo que o Município pode oferecer à comunidade estrangeira que experimenta há bastante tempo dificuldades e privações longe de sua terra.

Continue Lendo