Nos acompanhe

Paraíba

Prefeitura de João Pessoa amplia rede de teleatendimento com app ‘Monitora Covid-19’

Publicado

em

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) aderiu ao aplicativo ‘Monitora Covid-19’, desenvolvido pelo Comitê Científico do Consórcio Nordeste, e amplia o serviço de teleatendimento da rede municipal de saúde, já ofertado pela Central de Orientações, por meio do número 3218-9214. A partir desta sexta-feira (22), os moradores da Capital que realizarem o cadastro no app serão monitorados e atendidos pelos profissionais da rede municipal de saúde.

O aplicativo funciona como uma sala de situação e permite o monitoramento de casos confirmados, suspeitos e em isolamento domiciliar de forma mais eficaz e dinâmica. O app já possui versões para IOS e Android e, para baixá-lo, basta digitar “Monitora Covid-19” na loja de aplicativos do celular.

“Criamos o módulo de atendimento para os moradores de João Pessoa que poderão usar o aplicativo como mais uma ferramenta para dúvidas e até consultas. O aplicativo é fácil e, assim que o usuário inserir o CEP de sua residência, que deve ser da nossa Capital, todo o acompanhamento necessário será realizado por nossos profissionais médicos”, explica o secretário de Saúde Adalberto Fulgêncio.

No aplicativo, o usuário responde perguntas simples sobre seu estado de saúde diariamente e, se identificado algum sinal de alerta, os profissionais da SMS entrarão em contato para orientar dentro das necessidades do caso. Pelo app, também é possível o usuário acessar a localização dos serviços de referência para a doença mais perto de sua residência, além de informações sobre medidas de prevenção e cuidados no isolamento domiciliar.

Central de Orientações – O serviço de telemedicina da SMS funciona 24h por dia prestando esclarecimentos à população que apresentar os sintomas e síndromes gripais, através do telefone 3218-9214. Desde que foi criado, há dois meses, o serviço já atendeu mais de 15 mil pessoas, com uma média de 245 atendimentos por dia.

De acordo com levantamento da SMS, nestes dois meses de atendimentos, 54% das ligações foram feitas por pessoas que queriam tirar dúvidas sobre a doença e serviços da Prefeitura neste período de pandemia. Os outros 46% correspondem às pessoas que necessitavam avaliar sintomas da doença. No caso das pessoas com dúvidas, foi perguntado ao final da ligação se a dúvida foi resolvida e, para 96%, houve uma resolução da dúvida.

Consórcio Nordeste – O Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Nordeste foi criado em 2019 e é uma parceria entre todos os governadores da região, que tem como objetivo discutir sobre o comércio de bens e serviços e outros assuntos de interesse comum aos estados.

Continue Lendo

Paraíba

Nova avaliação do Plano Novo Normal aponta mudança de bandeira em 28 municípios

Publicado

em

A 8ª avaliação do Plano Novo Normal indica as recomendações para os 223 municípios paraibanos a partir da próxima segunda-feira (21). O estudo mostra que parte significativa dos municípios que se encontravam em bandeira amarela na 7ª avaliação permaneceram nesta condição, além de apresentar uma pequena diminuição na quantidade de municípios em bandeira laranja e um pequeno aumento no quantitativo das bandeiras verdes. Ao todo, 28 municípios mudaram de classificação. As recomendações quanto à sustentação das medidas preventivas para impedir o aumento do número de casos e de óbitos em todo Estado permanecem vigentes e estão disponíveis na página oficial do Governo do Estado (https://paraiba.pb.gov.br/diretas/saude/coronavirus/novonormalpb).

De acordo com a avaliação, constatam-se transições de algumas bandeiras para a amarela, sendo 10 municípios da verde e quatro municípios da laranja. Outros três territórios transitaram da bandeira amarela para a bandeira laranja, que manteve sua participação em 10% dos municípios paraibanos. Já outros 11 transitaram da bandeira amarela para a verde, que também manteve sua participação estável em 6% do território paraibano. João Pessoa, Campina Grande, Catolé do Rocha, Capim, Pombal, Piancó, São Bento e Serra Branca continuam em bandeira amarela. Dentre os municípios da laranja figuram: Bayeux, Cruz do Espírito Santo, Santa Rita, São Mamede, Gurjão, Uiraúna e Umbuzeiro. Já entre os municípios que estão sob a bandeira verde estão Curral de Cima, Zabelê, Bernardino Batista e Vieirópolis.

Segundo o secretário de Gestão de Redes de Unidades de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, é importante ratificar que este é um momento para que as equipes da Atenção Primária dos municípios assumam destacada importância na identificação e acompanhamento dos casos da Covid-19. “É preciso recomendar que os Agentes Comunitários de Saúde e demais membros das Equipes de Saúde da Família possam conhecer todos os domicílios paraibanos com casos ativos da Covid-19, bem como acompanhar os contatos domiciliares destes casos. Este monitoramento próximo será decisivo para que possamos, por meio da propagação das mais efetivas medidas de prevenção e controle da doença, seguir reduzindo a força da pandemia no Estado”, pontua.

O secretário executivo reforça ainda que futuras melhorias da situação da pandemia na Paraíba dependerão da maior adesão de todos os paraibanos às três medidas mais protetoras da saúde e da vida das pessoas. Ele destaca que usar máscaras, lavar as mãos e manter o distanciamento social são gestos que mais representam este “novo normal” que o mundo está vivendo e que precisarão estar cada vez mais presentes no cotidiano dos cidadãos.

Continue Lendo

Paraíba

PSB nacional rejeita apoio do PT em João Pessoa e descarta aliança em 2022

Publicado

em

A decisão do PT nacional de intervir na eleição à Prefeitura de João Pessoa e determinar ontem a retirada da candidatura do petista Anísio Maia para apoiar o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) gerou contestações não só do PT local, mas também do PSB nacional.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, rejeitou nesta sexta-feira o apoio do PT na capital paraibana e descartou a possibilidade de os dois partidos estarem juntos para disputar a eleição presidencial de 2022.

“Não pedimos o apoio do PT. Se o PT deu com a intenção de uma aliança em 2022, que retire esse apoio e respeite a decisão do diretório municipal petista”, afirmou o presidente nacional do PSB ao Valor. Siqueira disse que o PSB “não precisa do PT” nestas eleições.

Ontem, a presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), anunciou a intervenção no diretório petista de João Pessoa, que horas antes havia oficializado a candidatura do deputado estadual Anísio Maia durante convenção municipal, na noite de quarta-feira, informa reportagem do Valor Econômico.

Gleisi afirmou que o partido deveria apoiar Ricardo Coutinho por conta da relevância dele “no processo político local e nacional” e para construir “um bloco que proporcione a unidade da esquerda”. Segundo o PT, a aliança com o candidato do PSB poderá ajudar na construção de uma frente de esquerda contra o presidente Jair Bolsonaro.

“A aliança para a disputa eleitoral de 2020 retoma a unidade programática no campo das esquerdas e a disposição de reconstruirmos a democracia brasileira, sob ataque do governo Bolsonaro, num compromisso que tem como referência os interesses populares”, disse Gleisi, em nota.
O presidente nacional do PSB criticou a dirigente petista e reforçou que “rechaça 100%” o apoio do PT.
“É uma violência do PT tirar a candidatura para apoiar Coutinho com vistas a 2022. Se for assim, que o PT retire esse apoio”, afirmou Siqueira.

O dirigente do PSB disse ter ficado “estressado” com as declarações de Gleisi, que poderiam sinalizar um eventual acordo em 2022. “É impertinente. O PT já rompeu com o PSB nestas eleições, ao impor candidaturas. Rompeu desde que Lula saiu da cadeia e disse que o PT teria candidaturas em todas as capitais. O PT não quer o apoio de ninguém e não quer apoiar ninguém”, reclamou Siqueira. “Não nos interessa esse apoio. Que retire”, reiterou.

Siqueira classificou o PT como incoerente ao rejeitar uma aliança com o PSB em Recife e, ao mesmo tempo, intervir para impor um acordo com o partido em João Pessoa. No Recife, os diretórios municipal e estadual petistas queriam apoiar a candidatura de João Campos (PSB), mas o comando nacional do PT decidiu pela candidatura própria, com a petista Marília Arraes.

A intervenção do PT nacional gerou forte descontentamento também no diretório petista de João Pessoa, que decidiu manter a candidatura de Anísio Maia. Ontem, o diretório registrou na Justiça Eleitoral a candidatura e promete levar o embate à Justiça, contra a decisão do diretório nacional. A chapa petista tem um nome do PCdoB, Percival Henriques, como vice.

Como demonstração de que não pretende desistir, Anísio Maia participou ontem de debate com os candidatos à Prefeitura de João Pessoa, promovido pela TV Arapuan Rede TV, e hoje tem agenda de campanha. Em nota, o candidato afirmou que resistirá.

“Não aceitamos um candidato que foi imposto, um candidato dele mesmo, através de uma candidatura que foi feita nas sombras. Nós aceitaríamos se juntassem os três diretórios para trocar ideias e propostas, mas dessa forma não nos submeteremos”, disse Maia.

Continue Lendo

Paraíba

Ruy anuncia plano para transformar mercados em polos gastronômicos e turísticos

Publicado

em

Determinado a promover a retomada do crescimento econômico de João Pessoa, o pré-candidato a prefeito Ruy Carneiro anunciou neste sábado uma série de ações para reconfigurar os mercados públicos da Capital e transformá-los em polos gastronômicos com atrativos turísticos. O anúncio foi feito durante reuniões com comerciantes e visitas de Ruy ao Mercado Central, feira livre do Cidade Verde e lojas do centro.

“O maior desafio de João Pessoa atualmente é reconstruir a economia, gerar empregos, estimular a reabertura das empresas, ir à luta, construir as oportunidades de crescimento. Os mercados e feiras e o centro da cidade são algumas das principais células da economia, que começa nos bairros”, enfatizou o pré-candidato.

Entre as propostas de Ruy Carneiro está a dinamização dos polos gastronômicos, com melhoramento das calçadas, iluminação, e abertura de ruas de pedestres e estacionamentos, com destaque para o Mercado Central para atração dos pessoenses e dos turistas. “A ideia é oferecer um estacionamento amplo e uma área gastronômica, atraindo quem mora na cidade e quem está visitando para passar um momento agradável com a família e modernizar as instalações para servirem de vitrine aos feirantes, como acontece em outras cidades do Brasil e do mundo”, pontuou.

“João Pessoa tem dezesseis mercados públicos e feiras livres, no geral, com infraestrutura precária e vigilância sanitária falha. Precisamos mudar isso, oferecer iluminação adequada,  segurança e atrativos para que sejam mais do que espaços de compra e venda de produtos, para que sejam transformados em atrações turísticas”, disse Ruy Carneiro.

Para tanto, ele pretende revitalizar, melhorar a qualidade e aprimorar a gestão dos Mercados Públicos, introduzindo métodos de cooperativismo entre os comerciantes. Através desse modelo de gestão compartilhada, seriam realizadas melhorias como qualificação das pessoas que trabalham no mercado. Além disso, uma novidade seria a instalação de placas solares nos mercados públicos, otimizando a geração de energia e dando sustentabilidade a esses locais.

Continue Lendo