Nos acompanhe

Paraíba

Coren PB destaca dedicação de profissionais de Enfermagem e assunto ganha destaque na TV

Publicado

em

Desde o início da pandemia de COVID-19 o Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren PB) vem realizando uma campanha de valorização dos profissionais de Enfermagem nas redes sociais. Trata-se da hashtag #heroisdaenfermagem, que vem recebendo adesões nos 223 municípios do Estado. Entre as profissionais homenageadas no instagram está a enfermeira, Nathana Inácio, que percorreu uma enorme distância a cavalo para vacinar 3 idosos na zona rural de Santana de Mangueira/PB, o caso ganhou destaque no telejornal Bom Dia Paraíba da TV Cabo Branco, afiliada da Rede Globo.

Para a presidente do Coren PB, Renata Ramalho, a dedicação e garra dos profissionais de enfermagem é uma rotina, mas infelizmente o reconhecimento e a valorização ainda não é tão comum. “A atuação da Enfermeira, Nathana Inácio, é sim digna de aplausos de toda sociedade. Essa dedicação, essa garra e essa coragem são essenciais para os profissionais de Enfermagem que infelizmente carecem de valorização em todo Brasil, especialmente na Paraíba, onde os salários são tão baixos”. E completou: “O Coren vem lutando para que editais sejam revistos e o valores ofertados aos profissionais de enfermagem sejam dignos, mas precisamos de um piso nacional”, reiterou.

Veja a matéria na íntegra: https://www.instagram.com/tv/B-rb8R0pmhD/?igshid=1vbrwtd80y57k

Montada em um cavalo: essa foi a maneira encontrada pela enfermeira Nathana Inácio, que é coordenadora de imunização e vacinação de Santana de Mangueira, para vacinar famílias na zona rural do município. Como as estradas estão intransitáveis em alguns trechos, a saída foi arriscar e deu certo. O alvo eram três idosos, que segundo ela, não podiam deixar de ser vacinados.

Geralmente, a equipe se desloca para vacinar a população utilizando carros ou motocicletas, mas neste ano de 2020 as chuvas que caíram estragaram estradas e dificultaram os acessos de veículos em algumas áreas do município. O início da missão foi tranquila. Toda a equipe se deslocou em um veículo para várias comunidades. Mas, uma missão especial estava por fim e precisaria de muito mais do que uma obrigação: uma missão por ato de ofício do amor. Eram três idosos que precisam ser vacinados, mas o acesso até eles de veículo se tornou impossível, pois as residências deles eram do outro lado de um riacho, por onde o veículo não conseguia atravessar devido a uma cheia.

Ciente da sua missão, antes de tudo humanitária, Nathana Inácio apelou para sua própria coragem, conseguiu um cavalo de um morador e foi até as casas dos idosos. “Quando chegamos no riacho o carro não conseguiu atravessar. À beira do riacho fomos informados que do outro lado existiam três domicílios, onde haviam três idosos que precisariam ser vacinados. Para não deixa-los sem a vacina perguntei ao filho de um dos idosos qual seria a alternativa para irmos até os domicílios. Então ele me respondeu que se eu tivesse coragem cederia um cavalo para que eu pudesse cumprir minha missão. Não pensei duas vezes. Montei no cavalo, fui lá e cumpri minha missão”, explicou.

Continue Lendo

Paraíba

Desembargador descarta vinculação do radialista Fabiano Gomes com Operação Calvário

Publicado

em

O desembargador Ricardo Vital do Tribunal de Justiça da Paraíba decidiu não receber denúncia do Ministério Público Estadual em desfavor do comunicador Fabiano Gomes, que agora, responderá na primeira instancia a possível tentativa de extorsão.

A inclusão do investigado na Operação Calvário solicitado pelo MP está descartada por provas suficientes no processo que agitou a Paraíba nos últimos meses, destaca publicação do portal Resenha Política.

A denúncia feita pelo GAECO ao desembargador Ricardo Vital contra Fabiano Gomes foi feita ainda quando o comunicador estava em prisão temporária no presídio do Roger em João Pessoa.

Continue Lendo

Paraíba

ALPB aprova projeto que proíbe apreensão de veículos com IPVA atrasado durante a pandemia

Publicado

em

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta quarta-feira (3), durante sessão remota, realizada através do sistema de videoconferência, o Projeto de Lei 1.725/2020, que proíbe a apreensão de veículo pela identificação do não pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e taxas de licenciamento do Detran-PB, durante a pandemia do coronavírus (Covid-19).

O projeto, de autoria do deputado João Henrique, foi aprovado com apenso do deputado Branco Mendes. João Henrique ressaltou que a propositura determina a proibição de multas e juros de mora durante o período que vai de 20 de março de 2020 até o dia 31 de dezembro deste ano. A matéria inclui motocicletas, automóveis, micro-ônibus, caminhonetes, ônibus e caminhões.

“Torna-se um ato insensível a cobrança desse tributo, além de suas penalidades pelo não pagamento durante essa grava pandemia, em que inúmeras cidades sofrem com a crise. Nós estamos em um momento incerto, em que não sabemos nem quando tudo vai voltar à normalidade. O projeto vai aliviar os gastos nesse aspecto, em relação aos impostos e licenciamento dos veículos”, ressaltou João Henrique.

O projeto seguirá para sanção ou veto do governador do Estado, João Azevêdo. “A medida é uma tentativa de equilibrar e ajustar o sistema de forma que o condutor do automóvel não fique sem o mesmo, apenas pelo não pagamento do imposto. Acredito que o governador João Azevêdo irá sancionar esse projeto e junto com o deputado João Henrique iremos cobrar essa resolução”, destacou Branco Mendes.

Concursos Públicos

Na sessão de hoje, a ALPB manteve a suspensão dos prazos de validade dos concursos públicos no estado da Paraíba durante o período que vigorar o Decreto de Estado de Calamidade do Poder Executivo, em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Os deputados derrubaram veto do Executivo a aprovação do projeto 1.578/2020, de autoria do deputado Wallber Virgolino. Para ele, a matéria demonstra preocupação com os candidatos dos concursos. Ele ressaltou que o atual momento dificulta a convocação de aprovados, assim como a realização de novos certames, já que a principal orientação das autoridades de saúde é que se evite aglomerações.

Remédio em casa

A implementação do Programa Remédio em Casa, que deverá vigorar durante a pandemia também foi aprovado pelo Plenário da Casa de Epitácio Pessoa. De autoria do presidente Adriano Galdino e do deputado Tião Gomes, o PL 1.597/2020 esclarece que o intuito do Programa é que, durante o período de pandemia, seja feita a distribuição de medicamentos em residências de idosos, pacientes com dificuldade de locomoção, aqueles em tratamento contra o câncer, assim como dos portadores de doenças crônicas.

O deputado Jeová Campos argumentou que o Legislativo paraibano tem atuado com o intuito de contribuir com os paraibanos diante do momento de anormalidade. “A Assembleia tem procurado ajudar ao Governo do Estado e à população. Esse projeto é um ato de socorro da Assembleia. Uma pessoa diagnosticada com Covid-19 e que precisa ser tratada dentro de casa não poderá sair para comprar sua medicação”, explicou.

Calamidade

Os deputados aprovaram ainda o Decreto de Estado de Calamidade Pública do município de Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa. Na última semana, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), a cidade passou a ser a terceira com o maior número de infectados pela Covid-19 na Paraíba, com mais de 800 casos.

Continue Lendo

Negócios

Covid-19: João Azevedo comprou respiradores de empresa especializada em produtos à base de maconha

Publicado

em

A compra de respiradores pulmonares pela Paraíba e outros oito Estados do Nordeste à empresa paulista Hempcare Pharma ganhou contornos de caso judicial após o dinheiro empregado na transação, R$ 48,7 milhões, ter sido antecipado, mas os equipamentos não terem sido entregues.

A empresa Hempcare, que recebeu do Consórcio Nordeste para vender de respiradores que seriam usados em hospitais para tratamento da Covid-19 é, na verdade, espacializada na comercialização produtos derivados da maconha. ISSO MESMO, MACONHA. A informação está no site da própria empresa, que diz importar produtos dos Estados Unidos e Europa, “à base de Cannabis spp na América Latina”. A denúncia foi feita pelo deputado federal Osmar Terra, ex-ministro da Cidadania do Governo Bolsonaro, através do Twitter.

Leia também:

Consórcio Nordeste: Governadores dão justificativas diferentes sobre respiradores que não chegaram

Polêmica! Respiradores comprados por João Azevedo no Consórcio Nordeste podem não chegar à Paraíba

Confirmado! Respiradores comprados por João Azevedo no Consórcio Nordeste não chegarão à Paraíba

Leia também:

Pandemia: Governador admite que respiradores comprados pelo Consório Nordeste não chegarão na PB

Consórcio Nordeste: João Azevedo pagou antecipadamente por respiradores que não chegaram à Paraíba

A empresa foi alvo da Operação Ragnarok, deflagrada na última segunda-feira (01) pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia, estado que lidera o Consórcio Nordeste. Foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Salvador, e 3 mandados de prisão, sendo 2 no Distrito Federal e 1 no Rio de Janeiro.

 

Continue Lendo