Nos acompanhe

Paraíba

Coronavírus: Aliados de Ricardo Coutinho fazem live e tentam levar pânico à população paraibana

Publicado

em

Aliados fiéis ao ex-presidiário Ricardo Coutinho (PSB), o deputado federal Gervásio Maia (PSB) e o ex-secretário Fábio Maia, que ficou conhecido por pessoalmente carregar as malas do chefe da organização criminosa responsável pelo roubo de milhões dos cofres da Saúde estadual, fizeram live no Instagram nesta quarta-feira (1), curiosamente Dia da Mentira, para criticar as ações de enfrentamento ao coronavírus em toda a Paraíba.

Apesar dos esforços realizados pelo Governo do Estado e prefeituras municipais, para numa ação conjunta e apartidária, conter a pandemia do coronavírus, os aliados de Ricardo Coutinho não pouparam críticas e tentaram levar pânico à população.

Em determinado trecho da transmissão, sem apresentar qualquer documento que comprove a informação, Gervásio Maia afirmou que na região de Catolé do Rocha, estaria à disposição da população apenas 1 respirador para atender cerca de 120 mil pessoas. A informação pode até ser verdadeira, mas diante de toda a conjuntura e da população paraibana sem sair de casa e apreensiva com o futuro, poderia ser tratada de forma mais polida. Ao mesmo tempo, Fábio Maia levantou a possibilidade de que em determinado momento o Governo do Estado da Paraíba teria que fazer escolhas, sobre quem morre e quem vive.

O RádioBlog questionou os protagonistas da live (assista ao vídeo) se as ações de enfrentamento ao coronavírus na Paraíba poderiam ser mais eficientes sem o saque aos cofres públicos da Saúde estadual feito pela organização criminosa de Ricardo Coutinho, como revelado pela Operação Calvário, mas não obteve resposta.

Confira trecho da live dos socialistas:

O RádioBlog entrou em contato com o Governo do Estado e aguarda posicionamento a respeito das declarações de Gervásio Maia e Fábio Maia.

Continue Lendo

Paraíba

Cartaxo e prefeitos da Grande João Pessoa confirmam reunião com governador nesta quinta

Publicado

em

O prefeito da capital paraibana, Luciano Cartaxo, se reúne, nesta quinta-feira (28) com gestores da Grande João Pessoa e o governador da Paraíba, João Azevêdo, para tratar de medidas de enfrentamento à Covid-19.

Desde o início da pandemia, os líderes do executivo participam de encontros de trabalho para debater estratégias de ação para o território.

A reunião vai acontecer por videoconferência e deve contar as participações da prefeita do Conde, Márcia Lucena, do prefeito de Santa Rita, Emerson Panta, de Cabedelo, Vitor Hugo e de Bayeux, Jefferson Kita.

Continue Lendo

Paraíba

Câmara da Capital está entre as casas legislativas que menos gasta com diárias na Paraíba

Publicado

em

De acordo com o Índice de despesas municipais, disponibilizado no site do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), proporcionalmente, gastou menos com diárias do que 96 câmaras municipais da Paraíba em 2019. O Legislativo Pessoense é o parlamento mirim com mais vereadores do estado e, consequentemente, representa a cidade mais populosa da Paraíba, com aproximadamente um milhão de habitantes.

O cálculo do índice de despesas municipais, dentre outros fatores, considera os gastos com diárias relacionadas com o total de despesas realizadas pelo órgão no período. Nesse contexto, o índice de gastos com diárias pela CMJP representa 0,13%, ficando atrás de quase todos os legislativos das cidades da Região Metropolitana de João Pessoa.

A CMJP estabelece um critério para a concessão de diárias aos parlamentares. “Estamos sempre avaliando esse tipo de gasto para que haja um retorno vantajoso e produtivo para Câmara Municipal e para a população pessoense”, afirmou o presidente da Casa, vereador João Corujinha (Progressistas) citando a parceria com o Interlegis e Senado Federal, que proporcionou palestras na CMJP e a oferta de cursos on-line aos cidadãos pessoenses, conquistada por meio de viagem do vereador Lucas de Brito (PV) à Capital Federal.

O presidente João Corujinha, assim como as vereadoras e vereadores de João Pessoa, reafirmam o compromisso de trabalho em prol da população da Capital e com o zelo ao erário público municipal, principalmente em um momento tão delicado que a humanidade ultrapassa. Ele lembrou ainda que a Casa trabalha em sintonia com as demandas da sociedade, citando a economia de recursos que possibilitou a transferência de R$ 300.000,00 para a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) investir no combate ao novo coronavírus (Covid 19).

Esclarecimentos

Na sessão ordinária desta terça-feira (27), o vereador Lucas de Brito ressaltou que os investimentos tiveram total amparo legal e correspondem um milésimo do orçamento anual da Casa em 2019. “Foram gastos ínfimos e proporcionais que se justificaram, pois trouxeram frutos para a Casa e para a população”.

O vereador Durval Ferreira (PL) foi presidente da CMJP por 10 anos e afirmou que, sem investimentos como esses, o Legislativo Pessoense não teria conseguido obter a concessão da TV Câmara, que hoje é referência em TV Legislativa. “A Câmara só manda representantes quando há necessidade. Não é aleatoriamente. Se não tivéssemos esses investimentos, não teríamos conseguido nossa TV. Temos gastos, mas temos critérios e responsabilidade com o povo de João Pessoa”, enfatizou.

“Sabemos da seriedade com a qual o presidente João Corujinha vem conduzindo os trabalhos na Casa. Não podemos deixar de destacar quando repassamos recursos para a Prefeitura da Capital, como os R$ 300.000,00 nos quais a Câmara consegue participar ativamente no combate à Covid 19”, ressaltou Bosquinho (PV).

Continue Lendo

Paraíba

Câmeras irão monitorar distanciamento social e uso de máscaras pela população em Campina Grande

Publicado

em

Muitas inovações de inteligência artificial (IA) estão sendo adotadas em todo o mundo na corrida para impedir a disseminação da Covid-19. Em Campina Grande, agreste paraibano, o reforço agora vem por meio de um software instalado nas câmeras de vigilância da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), para monitorar o uso de máscaras e o cumprimento das regras de distanciamento social pela população.

O sistema, baseado em inteligência artificial, foi desenvolvido por uma equipe de especialistas da startup Nuveo, incubada na Fundação Parque Tecnológico da Paraíba. Conforme a empresa, o software, disponibilizado para a Prefeitura de Campina Grande, é capaz de gerar métricas como contagem de pessoas e o percentual de uso de máscaras de proteção individual, que auxiliarão no controle da doença e também nas medidas sanitárias dos responsáveis de saúde.

O uso de máscaras de proteção facial é obrigatório na Paraíba desde o dia 2 de maio, conforme decreto estadual 40.217. Além disso, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as pessoas deveriam usar máscaras e andar separadas por, pelo menos, dois metros ao caminhar na rua.

Para o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Campina Grande, Lucas Ribeiro, a iniciativa mostra como a tecnologia deve desempenhar um papel crucial no rastreamento e combate ao vírus até que os pesquisadores desenvolvam uma vacina ou medicamentos eficazes.

“Evitar a propagação da Covid-19 tem sido um desafio para governos do mundo inteiro, e a tecnologia vem se mostrando uma forte aliada nesse combate. Através do sistema de reconhecimento do uso de máscaras de proteção em Campina Grande damos mais um avanço, e nossa cidade se torna uma das mais inteligentes do país, pioneira no uso de um software de visão computacional para evitar a propagação da doença”, destacou o secretário.

Ribeiro assegurou ainda que foram tomadas medidas para evitar possíveis preocupações com a privacidade. “Os dados coletados pelas câmeras não incluem nenhuma informação de identificação sobre as pessoas. O software apenas detecta o rosto e com base na imagem, consegue identificar se está ou não usando máscara”, explicou.

Segundo o superintendente da STTP, Félix Neto, inicialmente o sistema irá coletar imagens de câmeras posicionadas na área central com maior tráfego de pedestres, como as ruas Peregrino de Carvalho e Marquês do Herval, além das proximidades da Praça da Bandeira, podendo ser expandido para outros pontos, conforme avaliação da equipe responsável.

“As câmeras estão apontadas para as calçadas, vendo as pessoas que entram e saem dessas ruas. Quando o pedestre entra na área de captação da câmera, o software identifica se ele está ou não usando máscara. Assim podemos gerar relatórios quantitativos e encaminhá-los para a Secretaria Municipal de Saúde, que fará uso dos dados para tomar medidas mais precisas para evitar a transmissão do vírus na nossa cidade”, explicou o superintendente.

Continue Lendo