Nos acompanhe

Paraíba

Agevisa, Polícia Militar e Bombeiros realizam barreira sanitária no Aeroporto Castro Pinto

Publicado

em

Numa ação do Governo do Estado coordenada pela Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa/PB), os passageiros dos voos das empresas Gol e Latam que desembarcam no Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, na Grande João Pessoa, estão passando por uma barreira sanitária destinada a verificar suas temperaturas corporais para identificar possíveis contaminações pelo novo coronavírus.

A barreira sanitária conta com a participação da diretora-geral da Agevisa/PB, Jória Viana Guerreiro, do diretor Administrativo Irlanilson Fabrício de Almeida, dos diretores-técnicos Geraldo Moreira de Menezes, de Saúde, e Tatiane Lucena Galvão, de Medicamentos, Alimentos, Produtos e Toxicologia, de gerentes-técnicos da Agevisa ligados à área de saúde e também de agentes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Conforme a diretora-geral Jória Guerreiro, a ação será realizada durante todo o período de vigência das medidas temporárias e emergenciais de prevenção de contágio pelo Covid-19 (Novo Coronavírus) determinadas pelo governador João Azevêdo.

Diariamente, chegam ao Aeroporto Castro Pinto aeronaves da empresa Gol provenientes dos aeroportos do Galeão/Rio de Janeiro (00h45 e 13h30) e de Guarulhos/São Paulo (01h40). Também utilizam o aeroporto de João Pessoa aeronaves pertencentes à empresa Latam procedentes de Brasília (10h50) e de São Paulo (11h50).

A barreira sanitária promovida pela Agevisa/PB integra o conjunto de medidas adotadas pelo Governo do Estado para proteger a saúde da população paraibana da pandemia mundial relacionada ao coronavírus. Durante todo este período, a agência está adotando todos os cuidados com os seus servidores, sem deixar de lado a sua missão e compromisso de promover e proteger a saúde das pessoas em todo o território paraibano.

Continue Lendo

Paraíba

Sistema Prisional vai fabricar mais de 200 mil máscaras para policiais e bombeiros da Paraíba

Publicado

em

A Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Sesds) realizou, nesta segunda-feira (6), a aquisição de insumos necessários à produção de máscaras destinadas a policiais militares, policiais civis e bombeiros militares, por conta da pandemia do coronavírus. A fabricação será possível graças a uma parceria firmada entre a Sesds e a Secretaria de Administração Penitenciária, para que os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) sejam feitos pelas reeducandas da Penitenciária Feminina ‘Maria Júlia Maranhão’, utilizando polipropileno e seguindo os padrões estabelecidos pela Resolução de Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Nacional (Anvisa) – RDC nº 356/2020, publicada no Diário Oficial da União, em virtude da emergência de saúde pública internacional relacionada ao Sars-CoV-2.

De acordo com o secretário Jean Nunes, foram adquiridos 200 rolos de TNT, elásticos, hastes flexíveis para ajuste e cola. “Essa foi a nossa primeira compra e vai proporcionar a fabricação superior a 200 mil máscaras, que serão direcionadas aos nossos policiais civis, militares, bombeiros militares e servidores administrativos que exercem atividades essenciais em nossa pasta. De acordo com a demanda, iremos adquirindo os insumos”, afirmou o secretário.

Ele ainda reforçou a importância da parceria e integração entre as secretarias que compõem o Sistema de Segurança Pública no Estado. “Os EPI já estão sendo fabricados para a Administração Penitenciária e agora com a aquisição do material por parte da nossa secretaria, também serão para nós. Isso demonstra parceria, pois todos somos agentes de Segurança Pública”, frisou.

O secretário Sérgio Fonseca, da Administração Penitenciária, destacou a integração entre as pastas. “Nesse momento, diante da pandemia do Covid-19, é uma grande honra para a nossa pasta e para todos os policiais penais reforçar ainda mais essa união, essa integração, que existe entre ambas as secretarias”, declarou.

Continue Lendo

Negócios

COVID-19:Fechamento de empresas na Paraíba preocupa o deputado Raniery Paulino

Publicado

em

Com a Pandemia muitas empresas na Paraíba correm o risco de estarem encerrando as suas atividades, com isso, o deputado estadual Raniery Paulino, encaminhou a CINEP – Companhia de Desenvolvimento da Paraíba um requerimento solicitando um manifesto para a instalação de plantão com capacidade de atender e resolver problemas das empresas que estão encerrando as suas atividades.

De acordo com o parlamentar, a crise da Saúde e da Economia em nosso país, inclusive na Paraíba, irá gerar o encerramento de muitas empresas.

” Estamos com a grave crise na saúde e na economia do nosso país, muitas empresas estão encerrando suas atividades, lamentavelmente. Portanto, no intuito de minimizar as dificuldades e encontrar soluções, faz-se indispensável a instalação de um plantão de atendimento da CINEP, de modo a dar suporte e, dentro das possibilidades encontrar saídas para resolver os problemas visando manter os empregos e estimular a economia da Paraíba.” frisou Raniery.

Continue Lendo

Paraíba

R$ 2 milhões: Emendas de Julian Lemos beneficiam dois hospitais em Campina Grande

Publicado

em

O deputado federal Julian Lemos (PSL) comemorou, através das redes sociais, a destinação de mais de R$ 2 milhões em emendas a dois hospitais de Campina Grande.

Segundo o deputado, foram beneficiados com R$ 1,5 milhão o Hospital da FAP e R$ 500 mil o Hospital de Campanha Pedro I. “Trabalho que não para”, disse Julian.

Confira a publicação:

Continue Lendo