Nos acompanhe

Paraíba

Líder do G11 repudia e desqualifica declarações de Damião Feliciano contra Adriano Galdino

Publicado

em

O líder do G11, deputado Felipe Leitão (DEM), emitiu nota em nome do grupo dos onze deputados que representa, repudiando os ataques do deputado federal Damião Feliciano (PDT), contra o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino.

Damião Feliciano declarou recentemente que há um golpe em curso contra o governador e a vice-governadora em relação ao pedido de impeachment protocolado na ALPB, apontando ainda que o maior beneficiado pela cassação do mandato dos dois seria o presidente da Casa, Adriano Galdino.

Felipe Leitão lamentou a postura irresponsável do deputado federal que para defender seus interesses passa por cima de um homem que atua como conciliador e vem defendendo o governo de João Azevêdo desde o primeiro da de gestão, unindo legislativo e executivo em prol do desenvolvimento do estado.

“Quando falta respeito, não sobra nada. É lamentável que o deputado Damião Feliciano, agindo de má fé para defender seus interesses e de sua família tente manchar o nome do presidente da Assembleia Adriano Galdino. Nós que compomos o G11 repudiamos, com veemência tais declarações infundadas, irresponsáveis de quem mostra que não tem nenhum respeito a quem representa o legislativo paraibano. Iremos nos reunir junto com outros deputados para apresentar um voto de repúdio na Assembleia Legislativa contra o deputado Damião Feliciano. Queremos registrar nossa solidariedade e apoio irrestrito ao presidente Adriano Galdino, um homem justo, verdadeiro, que conduz a Casa de Epitácio Pessoa com maestria”, afirmou Felipe Leitão.

Continue Lendo

Paraíba

Cartaxo lança “Geração Conectada” e entrega três mil tablets para as escolas de tempo integral

Publicado

em

As escola integrais da Rede Municipal de João Pessoa terão mais uma ferramenta de qualidade para o desenvolvimento do ensino-aprendizado do seu alunado. O prefeito Luciano Cartaxo lançou, nesta sexta-feira (14), o projeto Geração Conectada e entregou mais três mil tablets com aplicativos educacionais modernos voltados para o aperfeiçoamento das práticas pedagógicas da leitura, escrita e da Matemática.

Foram investidos aproximadamente R$ 2 milhões na compra dos tablets, que se somam aos investimentos já aplicados anteriormente com a aquisição de computadores para os laboratórios de informática das escolas. Nesta manhã, o prefeito e a primeira-dama, Maísa Cartaxo, visitaram a Escola Municipal Celso Monteiro Furtado, no bairro João Paulo II, para conferir os primeiros contatos dos alunos com os equipamentos.

“O programa Geração Conectada foi pensado para dar um apoio a mais no processo de ensino e aprendizado das crianças, acrescentando o que há de mais moderno na educação e nas novas tecnologias para que os alunos tenham acesso mais cedo a estes instrumentos que com certeza serão muito importantes no futuro deles”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

O projeto permite que os alunos do 1º ao 5º ano ampliem o acesso às Tecnologias de Informação e Comunicação em diferentes espaços do ambiente escolar e os prepara para o letramento digital. Ainda como ferramenta pedagógica, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) investiu na compra de uma assinatura digital de um jornal de grande circulação local, trazendo mais conteúdo e interatividade com os sabores de forma lúdica e moderna.

Formação – Os profissionais da Rede Municipal de Ensino que trabalham com as tecnologias educacionais já participaram de uma formação para tornar eficaz o uso do equipamento.

Continue Lendo

Paraíba

Edileide Vilaça estreia como apresentadora no Jornal da Rádio Câmara

Publicado

em

A jornalista Edileide Vilaça estreia como apresentadora do jornal da Rádio Câmara de João Pessoa (88.7 FM), nesta segunda-feira (17). O programa vai ar de segunda a sexta-feira, a partir das 12h30 e, com uma hora de duração, aborda os principais assuntos discutidos no Legislativo Pessoense. Além da cobertura das pautas parlamentares e dos eventos da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), o informativo ainda recebe vereadores, gestores públicos e representantes da sociedade civil e organizada para entrevistas.

“É uma honra substituir Cláudia Carvalho, dando continuidade ao trabalho que ela estava exercendo na apresentação do Jornal da Rádio Câmara. Recebi um presente, pois estou retornando ao rádio e ao jornalismo legislativo, duas áreas em que me realizo, após dois anos como assessora no Senado”, observou Edileide Vilaça, que já compôs o quadro de servidores da CMJP anteriormente, como assessora parlamentar. Nativa do rádio e com trabalhos acadêmicos na área, a apresentadora destacou as vertentes cidadã, social e educativa que a comunicação legislativa tem.

Edileide Vilaça é natural de Cajazeiras e recebeu, em 2014, o Título de Cidadã Pessoense da CMJP. Sua trajetória profissional iniciou aos 16 anos, na rádio Patamuté FM. Formou-se em Comunicação Social/Jornalismo, na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), onde também fez pós-graduação em Língua Portuguesa (Linguística) e se tornou mestra em Jornalismo.

Na Capital, Edileide Vilaça atuou na TV Tambaú; Rádio e TV Correio; Rádio e TV Arapuan; TV Cidade João Pessoa; Rádio Tabajara FM; e Rádio CBN João Pessoa. Também foi repórter correspondente da TV Justiça de Brasília, integrou a equipe da Ativaweb (TV pela internet) e atuou como assessora de imprensa do segmento político.

Em sua carreira, acumulou alguns prêmios. Foi primeiro lugar, na categoria Radiojornalismo, do concurso Nacional ‘Prêmio BNB de Jornalismo’ e finalista do ‘Prêmio Ayrton Senna de Jornalismo’. Conquistou por três vezes o Prêmio ‘AETC-JP de jornalismo’ e também ganhou o prêmio ‘Mulheres fazendo História, patrimônio da Cidade 2009’.

Continue Lendo

Negócios

Eduardo comemora chegada de equipamento que vai garantir o fortalecimento da cachaça paraibana

Publicado

em

O deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar de Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Eduardo Carneiro (PRTB), comemorou a chegada de um Cromatógrafo Gasoso na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) que vai realizar a análise da qualidade de cachaça e de elementos voláteis, garantindo mais qualidade ao produto paraibano. Eduardo destacou que o equipamento será importante no trabalho de elaboração mapeamento para criar roteiro da cachaça e rapadura.

“Com a aquisição deste equipamento, a cadeia produtiva da cachaça, em específico, terá a oportunidade de impulsionar a comercialização dos produtos e iniciar uma identificação do produto idealizado e produzido na Paraíba. Desta forma, certificações de origem serão o foco para diferenciar nosso produto no mundo. Essa possibilidade também reforça a parceria que temos com as Universidades Federais de Campina Grande e da Paraíba, além do Instituto Federal da Paraíba – IFPB – na elaboração de um plano de ação para projetar o mapeamento das potencialidades da região do Brejo com a cachaça e também com a rapadura”, destacou Eduardo Carneiro.

O presidente da Frente Parlamentar de Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico lembrou ainda que a primeira reunião para o início dos trabalhos de elaboração do roteiro da cachaça e da rapadura aconteceu no município de Areia e contou com a participação dos pesquisadores Mônica Tejo (UFCG), Ingrid Dantas (UFPB) e Alexandre Fonseca (IFPB), além de produtores, do prefeito de Areia, João Francisco, e do presidente da Câmara, Neto da Ceral.

Eduardo vem desenvolvendo ações para estimular o empreendedorismo através do desenvolvimento dos arranjos produtivos locais. Em Areia, promoveu reuniões para discutir geração de emprego e renda e ofereceu capacitação para empreendedores com o objetivo de aquecer negócios e ampliar a geração de emprego e renda. O curso ‘Marketing 4.0: cachaça, turismo e artesanato’ foi uma parceria com a Escola do Legislativo. Ele também apresentou projeto de lei tornando Areia Capital Paraibana da Cachaça.

Produção – Dados da Associação Paraibana dos Engenhos de Cachaça de Alambique (Aspeca), a Paraíba é o maior fabricante de cachaça de alambique do país, possui 80 engenhos que juntos fazem 12 milhões de litros por ano. No Brasil, existem cerca de 40 mil produtores de cachaça artesanal. O Estado possui 30 engenhos que produzem e engarrafam cachaça e outros 50 apenas produzem a bebida, vendendo a outras marcas.

Continue Lendo