Nos acompanhe

Notícias

Calvário: Ricardo Coutinho foi gravado afirmando ter força para colocar “poste” nas eleições 2018

Publicado

em

Mais um capítulo de gravação feita pelo delator da Operação Calvário, Daniel Gomes, com o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), vem à tona. Durante conversa sobre as eleições passadas ao Governo do Estado, Ricardo Coutinho foi gravado afirmando ter força para colocar “poste” na disputa.

Durante a conversa, Ricardo diz que não decidiu se vai ser candidato, mas que ele terá candidato. Daniel diz que de um jeito ou de outro estará junto nisso.

Se referindo a políticos da oposição, Ricardo Coutinho diz que não entregará essa “porra” de um jeito ou de outro para “bandido”. Daniel diz que ele vai ter que escolher um nome para começar com antecedência.
Ricardo diz que o governo tem força para colocar no segundo turno um “poste”, mas o complemento tem que ser de um candidato.

Sobre o futuro político de Ricardo Coutinho, Daniel diz que o então governador deveria ir para o Senado. Ricardo diz que se ele sair acabará tendo o governo de oposição e que só sairia como senador se tivesse todas as garantias que o governo seria dele até 31 de dezembro

A gravação foi feita pelo próprio Daniel Gomes, no ano de 2017.

Confira o áudio:

Confira a transcrição:

RICARDO COUTINHO: … eu não decidi se sou ou não candidato, mas eu terei candidato…

DANIEL: Não, claro… e a gente vai tá junto… de um jeito ou de outro nisso…

RICARDO COUTINHO: Porque… eu não vou entregar esta PORRA nem a PAU para um bando de incompetentes desse não…

DANIEL: É o senhor tem que… trabalhar forte ainda…

RICARDO COUTINHO: É!

DANIEL: Principalmente escolher um nome que vai ser pra começar com antecedência…

RICARDO COUTINHO: É… é… eu… eu tenho que fazer isso… agora o governo tem força pra botar no segundo turno… um POSTE…

DANIEL: Sem dúvida!

RICARDO COUTINHO: Tem força pra isso… agora… o complemento tem que vir do candidato…

DANIEL: É… não, tem que…

RICARDO COUTINHO: … mesmo o cabra apostando num lado e vê que não dar, então eu tenho que recompor… tem que…

DANIEL: O senhor é craque nisso… vai… vai dar um jeito… eu acho que tem que ir pro senado… o senhor também, não vai ficar sem… o senhor precisa tá numa representatividade melhor lá for… lá em BRASILIA, né…

RICARDO COUTINHO: É, mas eu tenho que ter cuidado porque… se não eu… eu… eu além de sair…

DANIEL: Não garante… é… não garante a entrada…

RICARDO COUTINHO: Eu… eu tendo… eu termino tendo… tendo o governo de oposição…

DANIEL: É…

RICARDO COUTINHO: Eu só sairia se eu tivesse todos os instrumentos que garantissem que o governo seria o meu até 31 de dezembro…

DANIEL: Entendi!

RICARDO COUTINHO: … ou seja, “olha tu vai ganhar como… como GOVERNADOR… tu vai assinar aqui os negócios como GOVERNADOR e vai… enfim, mas tu não vai decidir as coisas”… eu fico…

DANIEL: É… e pelo que eu soube eles já tão… já tão sedentos né… pelo 8 meses aí né?

RICARDO COUTINHO: Sabe… não funciona… comigo não funciona… eu… eu também não morro de amores para ir pro SENADO…

DANIEL: Eu sei…

Continue Lendo

Paraíba

Daniella Ribeiro se licencia do Senado Federal por quatro meses

Publicado

em

A senadora Daniella Ribeiro, Progressistas, pediu licença do Senado Federal por quatro meses, sem remuneração, a partir desta quarta-feira (23). Em seu lugar assume o 1º suplente, Diego Tavares. O requerimento da licença foi apresentado nesta quarta e aprovado pelo presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre.

O afastamento da senadora neste momento se dará após meses intensos de trabalho nos quais ela esteve à frente de votações importantes.

Daniella aproveitará para estar mais presente e acompanhar as eleições municipais no Estado, onde o Progressistas disputa nas duas principais cidades: João Pessoa e Campina Grande, além de outros importantes municípios paraibanos.

A parlamentar entende que o momento é de reciprocidade com os companheiros de legenda que se empenharam para que o partido elegesse a primeira senadora pela Paraíba.

Daniella, em seu primeiro ano de mandato, esteve à frente de projetos importantes, como o PLC 79/2016, que ficou conhecido como Lei das Teles, e o PLC 1277/2020, que pediu o adiamento das provas do Enem.

A senadora ressalta que, embora afastada, continuará atuando em prol do desenvolvimento e progresso da Paraíba, e também do país.

Continue Lendo

Paraíba

Governo finaliza protocolo para retorno das aulas presenciais na Paraíba

Publicado

em

O Governo da Paraíba, através da Secretaria de Estado da Educação, finalizou a produção de um documento contendo um protocolo para realização do retorno gradual das aulas presenciais nas escolas paraibanas.

A Paraíba segue há seis meses sem atividades escolares presenciais e o documento para retomada deve ser publicado até o fim desta semana no Diário Oficial do Estado (DOE).

O protocolo prioriza ações que devem ser realizadas obrigatoriamente pelas unidades de ensino como, por exemplo, a identificação de pessoas que fazem parte do grupo de risco, a criação de comitês por cidade e região para acompanhar as medidas de proteção ao vírus nas unidades escolares, a realização de uma avaliação pedagógica para verificar o nível de aprendizagem dos alunos após o período de ensino remoto e o acompanhamento psicológico para professores e alunos após o retorno as atividades escolares.

Ainda no mês de julho, a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou a constitucionalidade de dois projetos que dispõem sobre medidas de prevenção à Covid-19 na reabertura das escolas públicas e privadas do Estado.

O primeiro Projeto aprovado, o 1.854/2020, determina providências para medidas de prevenção à Covid-19 na reabertura das escolas públicas e privadas. Entre as ações está a implantação de um Plano de Retomada das aulas presenciais por parte das instituições de ensino, que inclua adaptação do ambiente escolar, redução do número de alunos nas salas de aula, disponibilização de água, sabão e toalhas de papel ou álcool gel em diferentes pontos da unidade escolar.

Já o segundo Projeto torna obrigatória a realização de testes diagnósticos do coronavírus-sars-cov-2 aos professores e funcionários das instituições de ensino, públicas e privadas, antes do reinício de suas atividades, em todo o estado da Paraíba. (Clique aqui para saber mais detalhes sobre os Projetos aprovados)

No Brasil, até o momento, a maioria dos Estados segue sem aulas presenciais, porém, as atividades pedagógicas “in loco” recomeçaram primeiramente no estado do Amazonas, em agosto, onde, duas semanas após a retomada, mais de 340 professores testaram positivo para a Covid-19.

Continue Lendo

Brasil

“Reforma Tributária não deve servir ao setor A ou B, deve servir ao Brasil”, diz Aguinaldo Ribeiro

Publicado

em

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), relator da Reforma Tributária no Congresso, reforçou que o debate acerca da tentativa de reforma do sistema tributário no Brasil já dura mais de três décadas e não havia conseguido alcançar o objetivo de remover distorções e dirimir o prejuízo para o Brasil como um todo por nunca ter alcançado uma composição que contemplasse todos os setores e segmentos.

De acordo com Aguinaldo ele está convicto de que a reforma que está sendo amplamente discutida por ele e os demais integrantes da Comissão Mista que debate o tema, deve ser ampla e não customizada.

O parlamentar frisou ainda que a expectativa é de que com a Reforma Tributária o país retome a confiança dos investidores, volte a crescer, gerar empregos e volte a investir no que há de mais valioso: o povo.

“Estamos convictos de que a Reforma Tributária deve ser ampla e não customizada. Não deve servir ao setor A ou B, deve servir ao Brasil. O esforço precisa ser conjunto, para que o país supere este modelo tão dispendioso e complexo, predominando o espírito público” pontuou.

Continue Lendo