Nos acompanhe

Paraíba

Construtora possibilita financiamento em até 100%do imóvel durante campanha especial

Publicado

em

A Massai, uma das cem maiores construtoras do país, promove campanha com oportunidades especiais de financiamento, tornando imóveis de alto padrão mais acessíveis ao cliente. A campanha Sinal Zero começou do dia 1 de novembro de 2019 e chegou ao seu último mês. Os clientes têm até o dia 30 de janeiro para comprar o seu apartamento com um super desconto de até 20%, dependendo da unidade, e a possibilidade de financiar até 100% do imóvel com as taxas de juros mais baixas já registradas nos últimos anos.
O Massai Home Service 31, localizado no Jardim Luna, em João Pessoa, conta com características exclusivas e busca oferecer conforto e praticidade para seus moradores – tudo isso com um toque arrojado e artístico nas instalações.  O empreendimento conta com uma academia de primeiro nível, espaço gourmet, lava-jato, laundry café, um rooftop cinema e um bicicletário ambientado, com bancada para reparos. Criatividade e exclusividade são cartas chaves do empreendimento.

Continue Lendo

Paraíba

Cartaxo mantém defesa do isolamento social e diz que o “bom senso e a humanidade vão vencer”

Publicado

em

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, criticou, neste sábado (28), as manifestações públicas contra o isolamento social, em vigor na capital paraibana como medida preventiva ao novo Coronavírus. “O momento atual não é apenas de crise, muito menos de disputas políticas, mas de luta pelo maior bem que existe: a vida. João Pessoa cumpre o protocolo internacional de prevenção à Covid-19, recomendado pela OMS. Em outros países, não seguir as orientações teve um custo pago com milhares de vidas humanas. É inadmissível repetir este erro”, escreveu.

O gestor pontuou que não se trata de opinião, mas de uma decisão baseada na ciência e na experiência. “Ir às ruas para se manifestar contra o isolamento social expõe quem sai, quem precisou sair por alguma razão séria e até quem ficou em casa. Hoje precisamos, mais do que nunca, de gestos solidários, humanitários, de respeito ao outro, não de atitudes irresponsáveis que semeiam a discórdia e a desordem”, afirmou.

Reforçando as medidas de prevenção, o prefeito agradeceu à imensa maioria da população que fechou as portas ao vírus. “Vamos continuar sendo agentes de proteção, não da transmissão de uma doença que não para de matar. Quem resolve sair de casa, sem levar a sério uma ameaça à saúde pública, desrespeita não só a lei, como também a própria vida e a vida do outro”, disse, por meio da rede social.

O prefeito reafirmou, ainda, “que todos queremos retomar a rotina, mas no tempo certo” e lembrou que “quem se precipitou nesta decisão, condenou pessoas à morte”, a exemplo do que mostrou a experiência internacional. “Trabalhar para recuperar a economia, já atingida, será uma missão no mundo todo. Voltar à vida normal, sim, como deve ser. Quando for a hora. Porque vida perdida não volta. Serenidade, paz e respeito, sempre. O bom senso e a humanidade vão vencer. Sigamos na luta! Que Deus nos abençoe!”, encerrou.

Continue Lendo

Paraíba

Coronavírus: João Azevêdo anuncia aquisição de 812 mil testes rápidos, EPIs e respiradores

Publicado

em

O governador João Azevêdo anunciou, neste sábado (28), a aquisição de 812 mil testes rápidos e novos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). As aquisições fazem parte do plano estadual de enfrentamento do novo coronavírus, que se estende a compra de 89 respiradores e ao aguardo da chegada de novos equipamentos do Ministério da Saúde (MS) para dar suporte aos pacientes da Covid-19 que precisarão de atendimento médico, seja em leitos de enfermaria ou de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Além disso, a parceria do Ministério da Saúde com quatro indústrias nacionais irá permitir a produção de 700 respiradores por semana, que serão distribuídos aos Estados, incluindo a Paraíba que já fez o planejamento para oito ondas de atendimento hospitalar, que serão disparadas, paulatinamente, a partir da ocupação de 50% dos leitos em cada uma delas, cuja composição são de 30 leitos de enfermaria e 10 leitos de UTI.

Ele também anunciou para a próxima terça-feira (31) o resultado do chamamento público para a seleção de 2.450 profissionais de Saúde. Ao todo, são 346 vagas para médicos, 1.606 para profissionais da enfermagem, 336 para Fisioterapeutas, 10 vagas para o Lacen-PB, 100 vagas para técnico em vigilância em saúde, 50 para técnico em análises clínicas e 5 vagas para videofonista. As vagas são para os municípios de Cajazeiras, Campina Grande, João Pessoa, Mamanguape, Patos e Pombal e a contratação ocorrerá de acordo com a demanda das unidades hospitalares.

O governador ainda destacou a atuação da Secretaria de Estado da Saúde (SES) no acompanhamento do trabalho dos municípios na 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. A meta é imunizar o maior número possível do público-alvo. Mesmo diante da não eficácia da vacina contra o coronavírus, essa é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartar as influenzas na triagem e acelerar o diagnóstico para a Covid 19.

Já os órgãos de fiscalização também têm atuado no confisco de estoque de fornecedores que insistem em praticar o sobrepreço. O trabalho integrado de várias Secretarias tem o objetivo de garantir aos cidadãos da Paraíba o melhor atendimento diante do quadro projetado pelas autoridades sanitárias.

Ele parabenizou os profissionais da Saúde e da Segurança Pública e dos demais órgãos, que têm atuado com despojamento e abnegação para atender aos paraibanos. “Por isso, reafirmo nosso compromisso para assegurar mais proteção ao trabalho de todos que estão na linha de frente da luta contra o coronavírus”, disse.

Até a manhã deste sábado (28), a Paraíba contabiliza 14 casos confirmados da Covid-19, sendo 10 em João Pessoa, dois em Campina Grande, um em Sousa e um em Igaracy. A estimativa é de que 65% dos casos se concentrem na Capital paraibana  e 25% em Campina Grande. Nos demais municípios, a previsão é de 10%.

Continue Lendo

Paraíba

Deputados cobram envio de respiradores para o Sertão da Paraíba

Publicado

em

Os deputados estaduais Nabor Wanderley (Republicanos), Erico Djan (Cidadania), Taciano Diniz (Avante), Pollyanna Dutra (PSB) e o deputado federal Hugo Motta (Republicanos) cobraram o envio de respiradores pulmonares para o Sertão do estado. Para os parlamentares, a Paraíba não pode ter como referência de atendimento para o enfrentamento do Coronavírus apenas as cidades de Campina Grande e João Pessoa, sobretudo neste momento em que o vírus já se espalhou por diversas cidades do estado. Como alternativa, os parlamentares pedem que as emendas federais já aprovadas para a Paraíba sejam revertidas na operacionalização de um complexo de atendimento para casos de Coronavírus no Sertão estado.

De acordo com o deputado Nabor Wanderley, já existe uma emenda do deputado federal Hugo Motta no valor de R$ 1 milhão aprovada e destinada à compra de equipamentos nas ações de combate ao Coronavírus na Paraíba. “Esse valor já está autorizado e nossa sugestão é que seja direcionado para a compra de respiradores e todos os equipamentos necessários para transformarmos o Complexo Hospitalar Deputado Janduhy Carneiro de Patos em uma referência no atendimento na região. Desta forma, conseguiremos dar segurança, tranquilidade e assistência ao povo do nosso Sertão”, sugeriu.

Até o momento, os 15 respiradores entregues à saúde pública no estado foram todos destinados a hospitais de Campina Grande e João Pessoa e ao Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), deixando o Sertão praticamente descoberto desse tipo de equipamento, que é fundamental para o tratamento dos casos avançados de Coronavírus.

Em Patos, o Complexo Hospitalar Regional vem se adequando às normas e orientações das organizações de saúde sobre como proceder durante a pandemia do Covid-19. Para tanto, destinou uma área verde exclusiva para o atendimento aos sintomáticos respiratórios, de maneira que aqueles pacientes que procurem a unidade com outros sintomas que não problemas respiratórios sejam atendidos separadamente, evitando assim a infecção cruzada e contágio dos possíveis casos suspeitos de Covid-19 com outras patologias. A unidade também fez o bloqueio de duas enfermarias, com 12 leitos de clínica médica, contudo esse esforço será pouco caso o hospital não receba respiradores.

Os deputados reforçam o apelo, solicitando o olhar da Secretaria de Estado da Saúde para a questão. “Temos condições, temos UTI, temos profissionais e já estamos capacitados dentro dos protocolos do Ministério da Saúde. Pedimos que a secretaria autorize e operacionalize essa unidade o quanto antes no Sertão”, disse Nabor. “Nesse momento, precisamos de atitude, e nós, parlamentares, nos unimos solicitando que o governador João Azevedo olhe para o nosso povo sertanejo, que soma um total de um milhão de habitantes”, completou Pollyanna.

Continue Lendo