Nos acompanhe

Notícias

Superlotação: Coren aponta comprometimento da qualidade nos serviços no Hospital de Trauma

Publicado

em

O Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren PB) divulgou nota na tarde desta terça-feira (14) abordando dados do Relatório 302/2019, encaminhado em outubro do ano passado para Promotoria da Saúde (MPPB), Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba (SES/PB) e Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa (SMS/JP).

No relatório, assinado pelo Enfermeiro Fiscal, Vitor Sergio Alves Ferreira, foi constatado “um número excessivo de pacientes, o que implica na diminuição no número de horas de enfermagem prestadas e consequente comprometimento da privacidade e o conforto” dos internos. Também foi registrado “que a superlotação na Unidade Hospitalar acaba promovendo o uso de contenção mecânica (amarrar pacientes) o que associado a falta de espaço entre as macas favorece a infecção cruzada e lesões por pressão”.

“Na verdade, a situação está instalada no Hospital de Trauma, mas é preciso que se tenha um olhar mais amplo para a Rede de Atenção a Saúde. Porque o Hospital não funciona isolado da UPA, da Unidade Básica de Saúde. É perceptível que acontece uma falha de comunicação entre esses pontos e quando eles ficam fragilizados comprometem a rede como um todo”, avaliou o Dr. Vitor Sergio.

Na nota o Coren PB destaca que “o serviço de Urgência da Unidade estava funcionando com 52,8% acima de sua capacidade. Já na Área Laranja se observou que apesar do planejamento ser para 20 leitos, existiam 45 pacientes. Ou seja, 225% além da capacidade de atendimento do setor”.

Lea a nota:

Nota

O Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren PB) vem a público informar que no período de 13 setembro de 2019 a 08 de outubro do mesmo ano realizou Auditoria Operativa no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena (HETSHL), em João Pessoa/PB, buscando aferir a qualidade dos serviços prestados pela enfermagem a população.

Durante a fiscalização a Auditoria constatou um número excessivo de pacientes, o que implica na diminuição no número de horas de enfermagem prestadas e consequente comprometimento da privacidade e o conforto. Outro efeito da superlotação é a ausência de espaço entre as macas, impedindo a equipe de enfermagem de prestar os devidos cuidados. Tudo isso fragiliza o processo de trabalho e compromete a eficiência, eficácia e qualidade do serviço de saúde.

A auditoria constatou ainda que a superlotação na Unidade Hospitalar acaba promovendo o uso de contenção mecânica (amarrar pacientes) o que associado a falta de espaço entre as macas favorece a infecção cruzada e lesões por pressão. A contenção mecânica é um procedimento previsto na legislação do serviço de enfermagem, porém, não deve ser aplicada de maneira rotineira e sem critérios.

Quanto aos idosos que ficam internados no HETSHL a superlotação favorece o distanciamento dos profissionais, devido a alta demanda, além de impedir a presença de familiares para o acompanhamento, causando isolamento social e familiar. Esta situação é pouco respeitosa com os idosos, impossibilitando praticar ações que promovam o bem-estar biopsicossocial e espiritual dos internos.

Verificou-se que o serviço de Urgência da Unidade estava funcionando com 52,8% acima de sua capacidade. Já na Área Laranja se observou que apesar do planejamento ser para 20 leitos, existiam 45 pacientes. Ou seja, 225% além da capacidade de atendimento do setor.

Foram encontrados pacientes sentados nas macas aguardando transferência, exames e outros procedimentos. Muitos pacientes aguardavam por até 4 dias pela manifestação da Regulação para efetivar a transferência para outro serviço.

Tal auditoria resultou no Relatório de Fiscalização 302/2019, disponibilizado no site desta autarquia, que foi devidamente encaminhado à época para Promotoria da Saúde, gerente do Serviço de Enfermagem do HETSHL, Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba e a Secretaria de Saúde de João Pessoa.

Continue Lendo

Paraíba

João Pessoa tem maior estimativa nacional da elevação de receita em 2020

Publicado

em

O município de João Pessoa, Capital da Paraíba, ostenta a maior estimativa nacional da elevação de receita em 2020 em termos absolutos e proporcionais.

De acordo a informação publicada no site do Estadão, a Capital paraibana viu subir a estimativa de receita corrente em 16%, de R$ 2,256 bilhões para R$ 2,613 bilhões.

O aumento de R$ 357 milhões teria sido puxado pela rubrica de transferências correntes, com alta de 26,44% (R$ 355,588 milhões).

Ainda segundo o texto, outras 12 capitais registraram melhora nas expectativas: Recife (PE), Natal (RN), Fortaleza (CE), Salvador (BA), São Luís (MA), São Paulo (SP), Curitiba (PR), Cuiabá (MT), Teresina (PI), Rio Branco (AC), Macapá (AP) e Manaus (AM).

Continue Lendo

Paraíba

Justiça Eleitoral extingue ação do Patriotas contra pré-candidato Cícero Lucena

Publicado

em

A Juíza Eleitoral da 1ª Zona, Cláudia Evangelina Chianca Ferreira de França, extinguiu ontem (11) representação movida pelo diretório do Patriotas na Paraíba contra o pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP).

Na ação o Patriotas do pré-candidato à Prefeitura de João Pessoa, Wallber Virgolino, acusava Cícero de ter divulgado um vídeo com propaganda eleitoral antecipada no dia 05 de agosto (aniversário do ex-senador e da capital). O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer contrário ao acolhimento ao pedido da legenda já que a mesma sequer tinha “informado os dados necessários à identificação do endereço da postagem, mais especificamente o URL”.

“ISTO POSTO, e em consonância com o parecer ministerial, INDEFIRO A PETIÇÃO INICIAL, nos termos do artigo 17, inciso III, e § 1º, da Resolução 23.609/19, c/c o parágrafo único, do artigo 321, do Código de Processo Civil, considerando sua inépcia, extinguindo, desta forma, o feito, com base no artigo 485, inciso I, do mesmo Diploma Legal”, disse a juíza Cláudia Evangelina Chianca Ferreira de França em sentença.

Clique aqui e confira a íntegra da decisão judicial.

Continue Lendo

Paraíba

Raniery Paulino diz que Roberto Paulino é o nome mais preparado do MDB, na Locomotiva do Brejo

Publicado

em

Com a aproximação da indicação do MDB, em Guarabira, para as eleições de 2020, Raniery Paulino voltou a defender a pré-candidatura de Roberto Paulino, a prefeitura de Guarabira. Raniery disse que está a disposição do grupo, no entanto, reafirmou que o nome de Roberto surge como o nome mais preparado para governar a Locomotiva do Brejo.

“Roberto é o nome mais preparado do MDB, na Locomotiva do Brejo. Roberto Paulino tem agregado muitas forças políticas. Sempre com uma visão lá na frente, Roberto é respeitado em Brasília, e Guarabira estaria muito bem representada para conseguir recursos federais para o desenvolvimento da região”, destacou.

Também podemos analisar que a história de Roberto em Guarabira, ele conseguiu trazer importantes obra para nossa cidade.

” Nós temos um projeto de trabalho. Se você me perguntar os serviços essenciais, a vida, em Guarabira, não tem como não mencionar o trabalho e a ação de Roberto Paulino. Vamos começar por água: Quem construiu a barragem de Araçagi foi José Maranhão e Roberto Paulino e hoje garante água para esta e para as futuras gerações. Nós temos dificuldade na distribuição, mas lá tem água em abundância: Roberto foi quem trouxe a UEPB e IFPB; Já visando o futuro foi Roberto quem trouxe o asfalto para nossa cidade, então Roberto sempre trouxe uma visão do futuro para nossa Rainha do Brejo”, afirmou Raniery.

Na oportunidade, Raniery fez questão de convidar a todos os guarabirenses para participarem da apresentação do nome do MDB em Guarabira. “Dia 15 de agosto haverá o anúncio do nome. Já tem local marcado, vai ser uma coisa bem diferente e dinâmica, e respeitando todos os protocolos de Saúde”, informou.

Continue Lendo