Nos acompanhe

Brasil

Deputado Efraim Filho é escolhido para liderança do DEM na Câmara dos Deputados em 2020

Publicado

em

Com projetos importantes tramitando no Congresso, o setor sucroenergético prescinde de parlamentares que conheçam com mais propriedade a realidade e importância do setor e o deputado federal pela Paraíba, Efraim Filho, não apenas conhece a fundo o setor, como é um aliado das questões que promovam o desenvolvimento da cultura canavieira e da indústria sucroenergética nacional. Por isso, a escolha, por aclamação, nesta terça-feira (17), do parlamentar para a liderança da Câmara dos Deputados em 2020 foi muito bem recebida pela classe produtiva e industrial que tem nele um parceiro importante para construir caminhos e buscar soluções que promovam o desenvolvimento de ações e projetos fundamentais para o soerguimento e defesa do segmento. “Serei líder de uma bancada compromissada com as pautas econômica e social, de desenvolvimento, geração de emprego e renda”, reiterou o parlamentar após a sua escolha.

“Efraim Filho conhece como poucos a realidade de nosso setor e sabe da importância dele para o desenvolvimento do país, especialmente, no Nordeste, onde a cultura canavieira é um importante sustentáculo econômico e social, e por isso tem condições de defender e apoiar nossos pleitos. A escolha dele como líder do DEM na Câmara muito nos alegra, porque é a certeza de que teremos um aliado ainda mais articulado”, destaca o presidente da Associação de Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) José Inácio de Morais.

O deputado Efraim Filho foi escolhido, por aclamação, na noite desta terça-feira, (17), o líder do Democratas na Câmara dos Deputados, vai liderar uma bancada de 31 deputados. Ele substituirá Elmar Nascimento (BA), a partir de fevereiro de 2020, na volta do recesso parlamentar. Inicialmente, ele iria disputar com o deputado Alexandre Leite (SP), mas, um acordo foi construído para que o parlamentar paulista se retirasse da disputa. Efraim Filho, que está em seu quarto mandato, já foi líder do DEM na Câmara e saiu do cargo no início de 2018.

A escolha para comandar a legenda na Câmara não foi acirrada. Foi um consenso entre os parlamentares do Democratas na Casa. “Fico feliz em assumir novamente essa responsabilidade, que será desempenhada com serenidade o diálogo e equilíbrio na tomada de decisões e espero corresponder à altura da confiança dos integrantes de meu partido”, disse Efraim, lembrando que sob a condução do atual líder do DEM, deputado Elmar Nascimento, o partido contribuiu com o país, apoiando e votando em matérias a favor do emprego, da saúde, do combate à violência e ao crime organizado, entre outras questões importantes para a nação.

Continue Lendo

Brasil

Ex-subsecretário da Saúde do Rio tentou ‘blindar’ empresário delator da Operação Calvário

Publicado

em

Preso nesta quinta, 16, por ordem do juiz Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Criminal Federal do Rio, o ex-subsecretário de Saúde do estado Cesar Romero está sob suspeita de omitir fatos em sua delação para proteger um empresário alvo da Operação Calvário – investigação sobre desvios de R$ 134 milhões na saúde da Paraíba, na qual Romero é citado por delatores.

A ex-secretária pessoal do empresário Daniel Gomes – também colaborador -, Michele Louzada, relatou como Romero teria vazado investigações, o que teria resultado na retirada de documentos de sua empresa antes da chegada da Polícia Federal para cumprimento de buscas e apreensões.

Segundo Michelle, em 2010, ela recebeu ‘uma determinação de Daniel Gomes para ir à empresa Toesa e retirar documentos relacionados ao contrato de manutenção com a Secretaria Estadual de Saúde do Rio, pois Daniel havia recebido uma mensagem de Cesar Romero de que Sérgio Cortes (então secretário da Saúde) teria avisado que no dia seguinte haveria uma busca e apreensão na sede da empresa e em outros locais’, informa reportagem do Estadão.

No dia seguinte, a busca realmente ocorreu. “No ano de 2010, ano em que me encontrava gestante, recebi ordens expressas de Daniel Gomes, que se encontrava em reunião fora do Estado do Rio de Janeiro, para que eu chegasse à empresa no dia seguinte por volta de 04h00min da manhã. Que, falei com ele da minha dificuldade, pois minha gestação já estava bem avançada e nesse horário a condução de Duque de Caxias para Bonsucesso seria difícil.”

“Daniel Gomes então me explicou que haveria uma busca e apreensão na sede da empresa e que precisava que eu chegasse bem cedo para retirar alguns documentos que pudesse prejudicá-lo, determinando, então, que uma ambulância da empresa fosse me buscar em casa (Duque de Caxias).

Segundo Louzada, ‘na madrugada, ao chegar à empresa, com o dia ainda escuro’, ela foi ‘direto para o quinto andar do edifício, onde atuava a direção da empresa’. “Olhei em minha mesa, que se posicionava a frente da sala de Daniel Gomes, e retirei pequenas coisas, como agenda de compromissos do Daniel Gomes, a qual indicava o local onde ele estaria naquele momento, além de muitos convites da casa de Show VIVO RIO, com a qual a Toesa tinha contrato e por essa razão recebíamos semanalmente grande numero de convites de cortesia, que eram direcionados a diretores de hospitais e chefes de contratos (principalmente os contratos com a SESRJ)”.

Clique AQUI e confira a reportagem completa

 

Continue Lendo

Brasil

Fila andou: Com afastamento de Wilson Santiago, Nivaldo Albuquerque assumir liderança do PTB

Publicado

em

Com o afastamento do deputado Wilson Santiago (PTB-PB) crescem as chances de Nivaldo Albuquerque (PTB-AL) assumir a liderança do partido na Câmara. Santiago estava cotado para o posto, mas está sendo investigado por suspeita de corrupção. O PTB, por enquanto, não estuda punição interna.

Coluna Painel – Folha

Continue Lendo

Brasil

Comprometimento do Congresso com a reforma tributária é absoluto, diz Rodrigo Maia

Publicado

em

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou em suas redes sociais que “o Congresso está envolvido e engajado em aprovar a reforma tributária ainda neste primeiro semestre”. A proposta está em discussão em comissão especial criada pela Câmara no ano passado.

“O comprometimento é absoluto, pois sabemos a importância do projeto para o Brasil”, afirmou Maia.

Representantes da Câmara, do Senado e do governo devem voltar a se reunir em fevereiro para acertar a tramitação da reforma tributária. A ideia é reunir as propostas que já tramitam nas duas casas legislativas, mais as sugestões do governo, e elaborar um texto único, destaca publicação da Agência Câmara.

Saiba mais sobre a tramitação de propostas de emenda à Constituição

A proposta em discussão na Câmara (PEC 45/19), apresentada pelo líder do MDB, deputado Baleia Rossi (SP), pretende simplificar o sistema, substituindo cinco tributos que incidem sobre o consumo pelo novo Imposto sobre Bens e Serviços.

Continue Lendo