Nos acompanhe

Paraíba

Em ato de lançamento de novo partido, Bolsonaro diz que deputado Cabo Gilberto é aliado sincero

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro deu início na quinta-feira (21), em Brasília, a criação do partido Aliança pelo Brasil. O ato de lançamento da sigla aconteceu em um hotel de Brasília e reuniu diversos apoiadores, que lotaram a capacidade do local. A nova legenda ainda depende da coleta de assinaturas e de registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na oportunidade, o presidente destacou o deputado estadual Cabo Gilberto Silva como “aliado sincero de primeiro momento”. Jair Bolsonaro comentou ainda a “gafe” ocorrida na quarta-feira (20), quando em meio a inúmeras pessoas, não reconheceu o deputado estadual.

Confira o vídeo:

Confira imagens

Aliança pelo Brasil

O Aliança, se criado, será o nono partido de Jair Bolsonaro. Ele foi eleito pelo PSL, do qual se desfiliou na semana passada. Ao longo de três décadas de carreira política, ele teve passagens por PDC, PPR, PPB, PTB, PFL, PP e PSC.

Em discurso durante o ato, Bolsonaro disse que o partido não é “um negócio”, e que por isso saiu do PSL.

“Agora, falo para vocês uma coisa da minha vida: fiquei 28 anos dentro do parlamento. Dois anos como vereador no Rio de Janeiro, 30 anos de vida pública, nunca tive um diretório municipal. Não pode, como está na cabeça de alguns, querer ter comando do partido no estado para negociar legenda. Isso não vai acontecer. Em parte, o problema que tivemos no partido que deixei há poucas horas foi essa questão: negociar legenda, vender tempo de televisão e fazer do partido um negócio”, afirmou Bolsonaro.

No ato de lançamento na capital federal, a maior parte da imprensa não teve acesso ao evento e assistiu aos discursos por um telão instalado do lado de fora, sob o sol, em um gramado cercado.

Formação do novo partido
Na convenção, um requerimento de criação do partido deverá ser assinado por pelo menos 101 fundadores com direitos políticos em dia.

Em seguida, com esse documento, será pedido no cartório o registro do futuro partido para que a sigla ganhe um número de Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) e possa funcionar regularmente como pessoa jurídica.

Após o registro no cartório, o partido em formação tem até cem dias para informar ao TSE a criação. Depois, haverá prazo de dois anos para apresentar as assinaturas.

Serão necessárias pelo menos 491.967 assinaturas – equivalente a 0,5% dos votos dados na última eleição para a Câmara dos Deputados, excluídos os votos em branco ou nulos.

O processo de coleta tradicional, por meio de fichas ou formulários, costuma ser lento porque as assinaturas precisam ser checadas e validadas pelos cartórios eleitorais.

O objetivo de Bolsonaro, porém, é ter o partido apto a disputar as eleições municipais do ano que vem, mas, para isso, a legenda precisa ser criada até abril do ano que vem (seis meses antes das eleições).

Para agilizar a coleta, o novo partido quer conseguir autorização na Justiça Eleitoral para coletar as assinaturas por meio eletrônico. Atualmente, a legislação não prevê essa possibilidade.

Antes do evento do partido, em conversa com a imprensa no Palácio da Alvorada, Bolsonaro afirmou que se não for possível a coleta eletrônica de assinaturas, a legenda ficará fora das eleições municipais de 2020. Bolsonaro disse que aguarda posicionamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre o assunto.

Bolsonaro afirmou que o governo não vai participar da criação do partido e que nenhum ministro vai integrar a nova legenda.

“Nenhum ministro vai entrar no partido. Nós não vamos ter a participação do governo na criação do partido. Esse é o mais importante. Para evitar a interpretação equivocada de que eu estou usando a máquina pública para formar o partido. Zero”, disse.

Programa do Aliança
No evento, a advogada da legenda, Karina Kufa, fez a leitura do programa fundador do Aliança pelo Brasil.

Ela disse esperar que “o Aliança não seja apenas um novo partido, mas o maior partido da história do Brasil”.

Entre os pilares do partido, Karina Kufa citou o respeito a Deus e a religião. “Jamais a laicidade do estado significou o ateísmo obrigatório”, disse.

O Aliança também baseará seu programa da defesa da vida, da família e da infância, com o “combate à ideologia de gênero e à erotização da infância”.

O advogado Admar Gonzaga anunciou a comissão provisória do partido:

Presidente da comissão provisória: presidente da República Jair Bolsonaro

Primeiro vice-presidente: senador Flávio Bolsonaro

Segundo vice-presidente: Luis Felipe Belmonte

Secretário-geral do partido: Admar Gonzaga Neto

Primeiro secretário adjunto: Antonio Gomes

Primeira tesoureira: Karina Kufa

Segundo tesoureiro: Marcelo Costa Campos

Ao falar do estatuto, o secretário-geral do partido, Admar Gonzaga, disse que o Aliança será o primeiro a ter regras de compliance. Destacou que os integrantes da legenda são “contra a caixa-preta” e que criarão medidas de transparência e um código de ética.

Segundo o ex-ministro do TSE, os filiados ao Aliança deverão, entre diversos requisitos, não ter condenações em segunda instância por crimes hediondos ou equivalentes, crimes contra a mulher, crianças e adolescentes, e de lavagem de dinheiro.

RádioBlog, com informações do G1

Continue Lendo

Paraíba

Fórum dos Servidores reúne deputados na próxima semana para dialogar sobre a reforma da previdência

Publicado

em

O Fórum dos Servidores Públicos Estaduais convidou os 36 deputados estaduais que compõem a Assembleia Legislativa, para café da manhã na próxima quarta-feira (29), oportunidade em que dialogarão a respeito da proposta e impacto da reforma da previdência no estado da Paraíba.

Confira o convite:

Excelentíssimo/a deputado/a,

O Fórum dos Servidores Públicos convida Vossa Excelência para um café da manhã, que ocorrerá no próximo dia 29, quarta, às 8h, no Sindicato dos Oficiais de Justiça (Sindojus).

Esse encontro é organizado por entidades ligadas a servidores da saúde, educação e segurança, que estão compondo esse Fórum de Servidores.

Os integrantes consideram importante sua participação face ao seu apoio às categorias e à relevância do tema: reforma da previdência. Serão explanadas as propostas para eventuais alterações.

Contamos com sua participação!
Atenciosamente,

Fórum de Servidores Públicos do Estado da Paraíba

Continue Lendo

Paraíba

PMJP lança programação do Carnaval de Boa 2020 e anuncia programação especial no Centro Histórico

Publicado

em

Cores, brilho, animação e uma movimentação ainda maior da economia da capital paraibana. A folia já tem data marcada para desfilar nas ruas de João Pessoa com o ‘Carnaval de Boa 2020’, que este ano acontece entre os dias 13 e 24 de fevereiro. O anúncio foi feito na noite desta quarta-feira (22/01), no Pavilhão do Chá, pelo prefeito da Capital, Luciano Cartaxo.

A noite de abertura será comandada pelo cantor Jonas Esticado, no Ponto de Cem Reis, a partir das 19h. Nesta edição, além da variedade de atrações do Folia de Rua, das festas nos bairros e do aumento dos investimentos no Carnaval Tradição, a grande novidade é o Carnaval no Centro Histórico, que vai trazer frevo, maracatu e música regional para o lugar onde a Capital paraibana nasceu.

“O melhor destino turístico entre as capitais do país terá uma programação completa durante o Carnaval, fazendo a festa de quem vive em João Pessoa e de quem nos visita. A cidade criativa reconhecida pela Unesco estará de portas abertas para fazer uma grande festa, movimentando a economia e gerando novas oportunidades. É folia, tradição e muita animação, que agora também vai chegar no nosso Centro Histórico”, disse o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo.

Folia de Rua – A Avenida Epitácio Pessoa, que neste período se transforma na ‘Via Folia’, é o local que vai receber os maiores blocos do Folia de Rua. O primeiro deles será o ‘Vumbora’, dia 14/02, comandando pelo cantor Bell Marques. A animação baiana estará presente também no terceiro dia, com o cantor Durval Lélys, que se apresenta no Bloco dos Atletas no sábado (15/02).

Uma das agremiações mais queridas dos paraibanos, ‘As Virgens de Tambaú’ (16/02) também contará com um nome de peso para a festa do quarto dia do ‘Carnaval de Boa’. Pelo incentivo da Prefeitura da João Pessoa, é a cantora paraibana Elba Ramalho quem comandará o trio principal, arrastando milhares de foliões.  No total, oito trios animam as Virgens: Trio Swingueira, com a Banda Abala; Trio Eletrônico, com Furni; Trio Rock, com Ze Filho e convidados; Trio Forronejo, com Felipe Morais; Trio Sob Medida, com JM Puxado; Trio Frevo, com Gracinha Liss e Jairo; Trio MPB, com Myra Maia.

A Prefeitura também garantiu a apresentação do cantor pernambucano Alceu Valença, principal atração do tradicional Muriçocas do Miramar, que deve descer a Avenida Epitácio Pessoa, animando a festa com grandes sucessos da sua carreira na terça-feira (18/02).

Carnaval Tradição – A entrega dos investimentos às agremiações foi realizada no lançamento do ‘Carnaval de Boa’, na noite desta quarta-feira, dando continuidade ao modelo adotado desde 2013, quando os carnavalescos passaram a receber os investimentos com cerca de 30 dias de antecedência. Isto dá mais conforto e independência para que os grupos organizem o carnaval com mais brilho e tranquilidade.

Para fomentar a tradição cultural da cidade, este ano a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), realizou um incremento nos valores do Carnaval Tradição. Este ano, desfilarão na Duarte da Silveira 37 agremiações, cinco a mais que o ano passado, com um total de R$ 460 mil em investimentos.

Para que a festa não perca o brilho e os carnavalescos continuem tendo independência para produzir suas peças, a gestão municipal investiu R$ 50 mil a mais na edição deste ano, contemplando novas agremiações, sem reduzir os valores investidos nas que desfilaram no ano anterior.

A Funjope também será parceira de dezenas de blocos carnavalescos que farão a festa nos bairros da capital paraibana. As agremiações serão selecionadas por edital, com resultado a ser divulgado nos próximos dias.

Carnaval no Centro Histórico – A folia vai tomar conta das ladeiras e ruas centenárias do lugar onde a cidade nasceu. O ‘Carnaval no Centro Histórico’ surge como mais um marco para o festejo em João Pessoa. A grande novidade para este ano é o bloco ‘Bota pra Descer’ (24/02), o primeiro realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) na região, por meio do AnimaCentro e da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope). A concentração do bloco será na Casa da Pólvora, a partir das 15h, de onde sai em direção ao polo localizado na Villa Sanhauá. De lá, segue para o Parque Ecológico Sanhauá, onde terá um palco para o show de encerramento da festa.

Outro bloco que este ano entra na programação oficial do ‘Carnaval de Boa 2020’ é o ‘Tome Ladeira’, no dia 23/02, na Avenida General Osório. Agora com a co-realização da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), a festa, que é organizada pela General Store – Camiseteria e Cafeteria, promete ser ainda maior e mais bonita. Orquestras de frevo e muita folia devem caminhar pelas ruas do Centro de João Pessoa, mostrando o potencial do carnaval do Centro Histórico

Para a criançada, acontece no dia 22/02 o Bloquinho do Parque, com concentração às 16h no Parque da Lagoa. A animação será da Banda Castelo Encantado. Também integra a programação as edições carnavalescas do AnimaCentro. Serão quatro temáticas no Sabadinho Bom e outras quatro no Parque da Lagoa. No total, serão 12 blocos/eventos no Centro Histórico de João Pessoa durante o carnaval.

Continue Lendo

Paraíba

Áudio – Ricardo Coutinho sabia da “compra” de conselheiros do TCE: “Arthur tem que chegar junto”

Publicado

em

Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba foram alvo da sétima fase da Operação Calvário, que levou para a cadeia parte da organização criminosa liderada por Ricardo Coutinho e desbaratada através de investigações do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba.

À época da deflagração da fase “juízo final” da Operação Calvário, em dezembro de 2019, os conselheiros e ex-presidentes do TCE-PB, André Carlo Torre Pontes, Nominando Diniz e Arthur Cunha Lima foram alvos de mandados de busca e apreensão, sob acusação de favorecimento à organização criminosa . Os conselheiros Arthur Cunha Lima e Nominando Diniz foram afastados de suas funções, após uma decisão do Superior Tribunal da Justiça (STJ).

Conversa gravada pelo delator Daniel Gomes, revela que o ex-governador e ex-presidiário Ricardo Coutinho sabia nas negociatas envolvendo os conselheiros da Corte de Contas. Daniel comenta com Ricardo sobre os problemas dos processos do Tribunal de Contas e que vai conversar com Gilberto Carneiro. Especificamente falam sobre o Conselheiro Arthur Cunha Lima, quando Daniel Gomes comenta ter conversado sobre custos para aprovar os processos. “A única coisa que a gente tem, no caso da Cruz, são os processos no Tribunal de Contas que ainda não julgou. Isso que me preocupa. Eu vou falar até com Gilberto, eu vou falar com ele assim que eu sair daqui, que eu tô tentando ver se o Arthur julga 2012”, disse Daniel. “É… Arthur tem que chegar junto”, responde Ricardo Coutinho.

Em seguida, ainda de acordo com a gravação, Daniel Gomes e Ricardo Coutinho tratam sobre outro processo, esse com relatoria do conselheiro Nominando Diniz, como também procedimento do Ministério Público Estadual, que Bertrand Asfora, então Procurador-Geral de Justiça da Paraíba, “teria resolvido”.

Confira o áudio:

Confira a degravação:

DANIEL: Inclusive a única coisa que a gente tem na… no caso da Cruz são os processos no Tribunal de Contas que ainda não julgou. Isso que me preocupa. Eu vou falar até com GILBERTO, GILBERTO saiu aqui agora até pedi pra ele, eu vou falar com ele assim que eu sair daqui, que eu tô tentando ver se o ARTHUR julga 2012.

RICARDO: É… ARTHUR tem que chegar junto, porque ele não…

DANIEL: Eu já pedi pra ele me dizer até qual é o custo, entendeu? Veja qual é o custo, o que é que precisa, o que é que tem que fazer, com quem é, pra gente resolver senão, quanto mais tempo passa, pior é. E o NOMINANDO tá com os outros mas se a gente mata 2012… porque os assuntos são os mesmos…

RICARDO: É.

DANIEL:… então se aprovar 2012, os outros, foi tudo tranquilo. Aí… enfim, fora isso, que eu saiba é… tinha um caso de MP que eu até lhe perguntei aquela vez, mas o BERTRAND acho que resolveu, era o único caso que a gente tinha, que era um antigo, GILBERTO tá cuidando disso mas fora isso não tem mais nada. Tá tudo tranquilo. Na CRUZ a gente iniciou o contrato novo agora dia primeiro e “tamos”… já apresentamos tudo lá, as contas finais lá pra Secretaria, tem só uns resíduos lá de reequilíbrio mas eu acho que as contas todas estão mais ou menos batendo, acho que não vai dá nenhum problema não. LIVÂNIA tá acompanhando isso bem de perto lá com a CLÁUDIA. Eu tenho mantido elas informadas de tudo, então essa parte tá, tá direito.

Continue Lendo