Nos acompanhe

Paraíba

1º lugar: Cozinhas Comunitárias obtêm excelência em sustentabilidade, inovação e empreendedorismo

Publicado

em

Reconhecida como uma das capitais com a maior redução da desigualdade do país, como apontou estudo desenvolvido pela LCA Consultores, a Prefeitura de João Pessoa recebeu a 1ª colocação no Prêmio de sustentabilidade, empreendedorismo e inovação da Associação Brasileira de Operadoras de Turismo (Braztoa). O prêmio, entregue em Canela (RS) ao secretário Diego Tavares, foi concedido ao projeto “Donas do Coco”, realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes) junto com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), nas Cozinhas Comunitárias da Capital. Participaram da disputa 184 projetos de diferentes estados do país.

Implantado em 2017, o “Donas do Coco” prevê o aproveitamento da polpa do coco verde, antes desperdiçado, para a elaboração de pratos com alto potencial de comercialização, estimulando a geração de renda. “Essa iniciativa pioneira vem mudando a vida de famílias capacitadas nas Cozinhas Comunitárias de João Pessoa. Junto com a UFPB, transformamos um alimento que antes era descartado em um ativo turístico e gastronômico para a cidade”, comentou Diego Tavares. A Prefeitura de João Pessoa dispõe atualmente de 5 cozinhas comunitárias e 2 restaurantes populares com capacidade para servir mais de 3,3 mil refeições por dia.

De acordo com o secretário, a ação é parte de outros projetos exitosos desenvolvidos na capital paraibana, a exemplo do ‘Sereias da Penha’, que contribuiu para o reconhecimento de João Pessoa como cidade criativa pela Unesco. “Mais do que contribuir para a redução da desigualdade e fortalecer a segurança alimentar da população, estamos sintonizando João Pessoa com a economia criativa, voltada para o turismo e para os serviços modernos”, comentou Diego.

*Parceria* – A capital paraibana conquistou o primeiro lugar na categoria “academia”. Presente na premiação, a professora Ingrid Dantas, da Universidade Federal da Paraíba, reforçou que o trabalho é resultado de uma ação conjunta. “Prefeitura e Universidade optaram por um caminho novo, que evita o desperdício e cria novas cadeias produtivas como forma de reduzir desigualdades”, disse.

Continue Lendo

Paraíba

Paraíba supera marca de 4.500 óbitos por Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta segunda (1º), 1.144 casos de Covid- 19. Entre os confirmados hoje, 41 (3,58%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.272 (96,41%) são leves. Agora, a Paraíba totaliza 222.259 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, 656.430 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Também foram confirmados 30 novos óbitos desde a última atualização, sendo 16 deles nas últimas 24h. Os óbitos ocorreram entre os dias 26 de fevereiro e 1º de março de 2021, sendo 16 deles em hospitais privados, um em residência e os demais em hospitais públicos. Com isso, o estado totaliza 4.526 mortes. O boletim registra ainda um total de 158.550 pacientes recuperados da doença.

Concentração de casos

Cinco municípios concentram 647 novos casos, o que corresponde a 56,55% dos casos registrados neste domingo. São eles: João Pessoa, com 469 novos casos, totalizando 59.203; Campina Grande, com 80 novos casos, totalizando 20.515; Cajazeiras, com 36 novos casos, totalizando 4.791; Santa Rita, com 32 novos casos, totalizando 5.412; Bayeux, com 30 novos casos, totalizando 4.280.

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 01/03/2021, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Óbitos

Até esta segunda, 206 cidades paraibanas registraram óbitos por Covid-19. Os 25 óbitos confirmados neste boletim ocorreram entre residentes dos municípios de Belém (1), Borborema (1), Campina Grande (1), Jacaraú (1), João Pessoa (19), Pirpirituba (1), Princesa Isabel (1), Sapé (1), Serra Branca (1), Sertãozinho (1) e Triunfo (1). As vítimas são 15 homens e 15 mulheres, com idades entre 25 e 97 anos. Hipertensão foi a comorbidade mais freqüente e três não tinham comorbidades.

Ocupação de leitos Covid-19

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 72%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 87%. Em Campina Grande estão ocupados 64% dos leitos de UTI adulto e no sertão 69% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 54 pacientes foram internados nas últimas 24h.

Cobertura Vacinal

Foi registrado no sistema de informação SI-PNI a aplicação de 147.955 doses. Até o momento, 112.401 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 35.554 com a segunda dose da vacina.

Os dados epidemiológicos com informações sobre todos os municípios e ocupação de leitos estão disponíveis em: www.paraiba.pb.gov.br/coronavirus

Continue Lendo

Paraíba

Dra. Jane cumpre agenda no Ministério da Saúde e consegue 10 respiradores para Grande JP

Publicado

em

A deputada estadual Dra. Jane (Progressistas) cumpriu extensa agenda em Brasília, com projetos e pleitos para atender o estado da Paraíba, a parlamentar destaca os avanços na saúde para Região Metropolitana de João Pessoa, especialmente para a cidade de Santa Rita. Em visita ao Ministério da Saúde, a deputada conseguiu a aquisição de mais 10 respiradores para auxiliar no atendimento aos pacientes com Covid-19.

“Estive no Ministério da Saúde, como médica e deputada, e saio com saldo positivo. Conseguimos mais 10 respiradores, equipamentos esses que serão destinados à criação de leitos para atender os pacientes com Covid-19 da Região Metropolitana, em especial os de Santa Rita e Bayeux. Juntos somos mais fortes, e seguiremos atuando em prol de mais conquistas e benefícios para os paraibanos”, afirmou Dra. Jane.

No Ministério da Saúde, a deputada foi recebida pela doutora Adriana Melo Teixeira, diretora do Departamento de Atenção Hospitalar, Domiciliar e de Urgência. Ela esteve acompanhada do secretário municipal de saúde Luciano Carneiro.

Dos 10 respiradores, cinco são fixos e outros cinco do tipo “beira leito”; equipamentos importantes na manutenção da vida de pessoas afetadas pelos casos mais graves do novo coronavírus. A deputada já havia conseguido seis respiradores em dezembro do ano passado, sendo quatro móveis e dois fixos.

Continue Lendo

Paraíba

ALPB vota nesta terça PL que autoriza Governo do Estado comprar vacina contra a covid-19

Publicado

em

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) analisa nesta terça-feira (2) o Projeto de Lei 2.510/2021, de autoria do deputado estadual Adriano Galdino, que assegura ao Poder Executivo Estadual o direito de aquisição e fornecimento de vacinas contra a covid-19. A propositura foi aprovada na reunião remota desta segunda-feira (1°) da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ).

De acordo com o Projeto de Lei, a medida “será adotada caso o Governo Federal não cumpra o Plano Nacional de Imunização ou na hipótese de que este não proveja cobertura imunológica tempestiva e suficiente contra a doença” e acrescenta que “O Poder Executivo Estadual poderá comprar vacinas aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e as registradas por autoridades sanitárias estrangeiras previstas lei federal 13.979/2020, ou, ainda, quaisquer outras que vierem a ser aprovadas, em caráter emergencial”.

O deputado explica que o Projeto de Lei visa assegurar ao Poder Executivo Estadual o direito de aquisição e fornecimento de vacinas contra a Covid-19, caso o Governo Federal não cumpra o Plano Nacional de Imunização ou na hipótese de que este não proveja cobertura imunológica tempestiva e suficiente contra a doença. “Somente nesta segunda-feira, a Secretaria de Saúde do Estado contabilizou 1.144 novos casos de covid-19 e 30 óbitos em 24 horas. No total, mais de 4.500 paraibanos foram vítima deste vírus e mais de 222 mil infectados já foram registrados”, lamentou Adriano.

Adriano destaca, ainda, que a ocupação de leitos de UTI em todo o estado está em 63%, sendo 77% na região metropolitana de João Pessoa; 56%, na região de Campina Grande; e 77% no Sertão. Um quadro muito preocupante, apesar das inúmeras medidas anunciadas pelo Governo do Estado.

“Em que pese os inúmeros esforços eivados pelo Governo Estadual, sabe-se que em virtude da gravidade desta pandemia, apenas as vacinas em desenvolvimento no Brasil e no mundo contra o novo Coronavirus poderão conseguir controlar, de fato, o avanço desta doença, uma vez que, segundo especialistas na área de saúde, as pessoas vacinadas, em sua maioria, não irão desenvolver a patologia na forma grave”, observa o deputado.

O dever do Governo Federal de coordenar o Plano Nacional de Imunização e definir as vacinas integrantes do calendário nacional de imunizações, através do Ministério da saúde, acentua Galdino “a referida atribuição não elimina a competência dos demais entes federativos para adaptá-los às peculiaridades regionais e locais, no típico exercício da competência comum de que dispõem para “cuidar da saúde e assistência pública” (art. 23, II, da CF)”.

Diante da atual realidade, reforçada pelos números do Consórcio de Veículos de Imprensa, justifica o parlamentar, “faz-se oportuno e necessário por parte dos entes federativos, adoção de ações mais proativas para fins de empreender as medidas necessárias para o enfrentamento da emergência sanitária, por isso a apresentação da presente propositura, pois ao permitir que Estado da Paraíba possa adquirir mais vacinas, além das asseguradas pelo PNI, privilegia-se, sobretudo, o interesse público, qual seja, o de preservar a vida humana”.

Continue Lendo