Nos acompanhe

Negócios

Feira Internacional de Negócios Criativos e Colaborativos realiza rodada de negócios

Publicado

em

Para proporcionar uma oportunidade única aos visitantes, a Feira Internacional de Negócios Criativos e Colaborativos (Fincc) realiza, no dia 27 de setembro, uma Rodada de Negócios com empresários e empreendedores. A iniciativa tem o objetivo de incentivar a realização de negócios e o acesso a novos mercados. “A reunião de empresários em uma rodada de negócios é importante para estimular parcerias comerciais e aproximar empresas com interesses afins ou complementares. É uma oportunidade de se sentar à mesa e negociar”, declara Regina Amorim, gestora de Turismo do Sebrae Paraíba.

A Rodada de Negócios é parte da programação do evento e acontece das 9h às 13h. Todos os expositores da feira, entre profissionais de música, audiovisual, cinema, artesanato, design, gastronomia, literatura, startups, tecnologia da informação e da comunicação, teatro, dança, circo, museus, artes visuais e moda, podem participar. As inscrições podem ser realizadas no Sebrae-PB. A FINCC tem como objetivo principal promover a comercialização e a abertura de novos mercados, com oportunidade de network nacional e internacional e estímulo a negócios inseridos nos segmentos da economia criativa.

Oportunidade de crescer – A Fincc também terá palestras, oficinas e espaços para exposição e venda de produtos relacionados a segmentos da economia criativa. O networking será promovido durante os Coquetéis de Networking, que deverão aproximar profissionais de áreas afins, e o Pitch com Café, no qual os empreendedores poderão apresentar, durante cinco minutos, seus produtos para investidores, patrocinadores e aceleradoras. Paralelamente, também serão realizadas mentoria de negócios e caravanas empresariais.

Continue Lendo

Negócios

Luciano Cartaxo autoriza reabertura das praças de alimentação de shoppings centers

Publicado

em

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou, nesta terça-feira (4), uma nova fase do Plano Estratégico de Flexibilização, com a autorização para o funcionamento das praças de alimentação dos shoppings centers a partir desta quinta-feira (6). Além disso, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) também promoveu alterações referentes aos protocolos da quarta etapa do plano, com relação aos restaurantes self-service e no horário de funcionamento de cafeterias e lanchonetes.

As medidas foram anunciadas após reunião com o Sindicato das Empresas de Hotelaria e Alimentação da Capital, além de também terem sido analisados dados sanitários e de ocupação hospitalar, por exemplo.

“Realizamos uma reunião com o Sindicato das Empresas de Hotelaria e Alimentação da Capital e chegamos a um bom entendimento no sentido de flexibilizar a abertura das praças e demais alterações de forma que continuemos preservando as vidas das pessoas. O setor de bares e restaurantes pode dar mais um passo nesta retomada gradual às atividades, abrindo agora as praças de alimentação, seguindo as regras de ouro que estabelecemos e que tem nos ajudado a salvar vidas”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Desta forma, a partir da quinta-feira (6), as praças de alimentação dos shoppings poderão ser reabertas seguindo as mesmas normas e protocolos estabelecidos para os bares e restaurantes. Dentre as regras, está a limitação a 50% da capacidade local, distanciamento de 1,5 metro, disponibilização de álcool gel e a continuidade do uso obrigatório das máscaras. O horário estabelecido é o mesmo de funcionamento dos shoppings.

Também foi feito um ajuste no horário das cafeterias, lanchonetes e similares, para que elas possam funcionar em horário corrido, de 12h às 20h e não mais conforme estava estabelecido anteriormente, que seguia os mesmos horários de bares e restaurantes.  Outra mudança acontece nos restaurantes que servem refeições self-service. A partir desta quinta, não será mais obrigatória a presença de um funcionário do estabelecimento servindo os clientes. Para reduzir as aglomerações, estes restaurantes deverão dispor de protetores salivares nos buffets, mas os próprios clientes poderão se servir utilizando luvas descartáveis oferecidas pelos estabelecimentos.

Dia dos Pais – O comércio também terá uma alteração no horário de funcionamento até o Dia dos Pais, neste domingo (9), podendo fechar às 17h em virtude da possibilidade de haver aglomeração neste período de compras de presentes. Desta forma, o comércio de rua ficará aberto das 9h às 17h.

Continue Lendo

Negócios

Romero apresenta proposta de subsídio para as empresas de ônibus em Campina Grande

Publicado

em

Durante a reunião com o Conselho Municipal de Transporte Público de Campina Grande, na manhã desta terça-feira, 4, para debater a grave crise que afeta o setor de ônibus urbanos na cidade, o prefeito Romero Rodrigues apresentou uma proposta inusitada aos empresários. Na prática, os usuários que usam cartão passam a ter uma bonificação de 100% nas passagens – ou seja, por cada passagem comprada, automaticamente outra é assegurada. Ficou acordado também o retorno de, pelo menos, 55% da frota às ruas a partir da próxima sexta-feira, 7.

A proposta de Romero de Romero Rodrigues que foi acatada pelas empresas e foi apresentada na reunião realizada no auditório do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Campina Grande – Ipsem, estabelece que, até o final da pandemia do novo coronavírus, a partir de um subsídio da Prefeitura definido tecnicamente pela Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP), as empresas garantem uma passagem a mais por cada uma comprada, exclusivamente por cartão, pelos usuários campinenses.

Para Romero, a proposta resolve, ao mesmo tempo, uma série de gargalos históricos no setor de transporte urbano de Campina Grande, agravados pela pandemia em 2020. Além de assegurar às empresas um fôlego financeiro que permite a sustentabilidade do serviço, cria um incentivo importante para a recuperação econômica do segmento e termina por beneficiar, sobretudo, os usuários de coletivo, em sua maioria formada por pessoas carentes.

Participaram da reunião o superintendente Félix Neto (STTP), os vereadores Márcio Melo (representante da Câmara Municipal no Conselho) e Nelson Gomes Filho, além do presidente do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos (Sitrans), Anchieta Bernardino, acompanhado pelo empresário Alberto Nascimento, e outros conselheiros.

_Crivo legislativo_

A proposta do prefeito Romero Rodrigues deverá ser consolidada em um projeto de lei a ser encaminhado ainda nesta terça-feira para apreciação da Câmara de Vereadores de Campina Grande, em regime de urgência. Romero já manteve contato nesse sentido com a presidente da Casa, Ivonete Ludgério, para celeridade na tramitação e possível aprovação do PL.

Continue Lendo

Negócios

Asplan inicia fiscalização da safra 2020/2021 nas usinas instaladas na Paraíba

Publicado

em

O trabalho de fiscalização dos agentes tecnológicos contratados pela Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), para acompanhar a avaliação da qualidade da matéria-prima entregue pelos produtores canavieiros, começou nesta segunda-feira (03), na Giasa, em Pedra de Fogo, e Japungu, em Santa Rita. Essas indústrias começaram suas moagens, respectivamente, nos dias 18 e 21 de julho. “A análise da matéria-prima usa a fórmula da ATR (Açúcar Total Recuperado) e nos acompanhamos todo o processo, desde a pesagem até a análise no laboratório para que a remuneração paga pela cana seja fidedigna ao que está sendo entregue”, e xplica o diretor do Departamento Técnico da Asplan (Detec), Neto Siqueira, setor responsável pela coordenação dos trabalhos em campo da fiscalização.

O acompanhamento da cana dos associados, reitera Neto Siqueira, vai permanecer durante toda a safra, diuturnamente, e enquanto houver fornecimento da matéria-prima para as oito unidades industriais paraibanas. Neto lembra ainda que além de fornecer cana para as indústrias do estado, outras unidades industriais fora da Paraíba também absorveram parte da produção paraibana, mas, em menor escala, porém nestas unidades a fiscalização da Asplan não atua.

Das oito unidades industriais paraibanas, duas fabricam álcool e açúcar (São João e Monte Alegre), uma fabrica açúcar (Agroval) e cinco produzem só álcool (Tabu, Giasa, Japungu, Miriri e Dpadua). A Paraíba detém a terceira maior produção de cana-de-açúcar do Nordeste, uma vez que produz mais que o Rio Grande do Norte, Bahia, Sergipe, Maranhão e Piauí. Em produção, a Paraíba só fica atrás de Alagoas e Pernambuco, que são tradicionalmente os maiores produtores da região. O setor sucroalcooleiro paraibano gera cerca de 30 mil empregos diretos durante a entressafra e 40 mil em épocas de safra. Atualmente, entre 50% e 60% da m atéria-prima é oriunda de lavouras próprias ou arrendadas pelas indústrias, sendo o restante produzido pelos fornecedores ligados a Asplan que contabilizam 1.400 associados, entre pequenos, médios e grandes produtores.

O trabalho de fiscalização da Asplan conta com 18 gentes tecnológicos, sendo que 16 deles vão atuar nas usinas, um vai ser o coletor das amostras e outro ficará no laboratório fazendo as análises. Antes de irem a campo, todos os agentes receberam treinamento. Os novatos participaram de uma capacitação na sede da Asplan que durou uma semana e os fiscais veteranos apenas reviram os procedimentos.

Confira algumas imagens da fiscalização iniciada:

Continue Lendo