Nos acompanhe

Paraíba

João Azevêdo apresenta potencialidades da Paraíba para dirigentes da empresa espanhola Aena

Publicado

em

O governador João Azevêdo se reuniu, nesta quinta-feira (11), no Palácio da Redenção, em João Pessoa, com dirigentes da empresa espanhola Aena Desarollo Internacional, que vai administrar os aeroportos Castro Pinto, na Grande João Pessoa, e Presidente João Suassuna, em Campina Grande, a partir de 2020. No encontro, o gestor apresentou aos executivos os potenciais econômico e turístico da Paraíba e as ações desenvolvidas pelo Governo em infraestrutura, recursos hídricos e segurança.

Na ocasião, o chefe do executivo estadual também ressaltou o interesse da Paraíba de estabelecer parcerias com a empresa espanhola, visando o fortalecimento de voos regionais e do turismo. “Nós já estamos trabalhando com as companhias áreas para atrair mais de 40 voos para o Estado, o que acarretará em mais movimento nos nossos terminais. O nosso Estado tem uma capacidade de atrair e avançar no turismo, por isso, lançamos recentemente o edital do Polo Turístico Cabo Branco, que prevê a construção inicial de cinco resorts nas imediações do Centro de Convenções, que já tem eventos programados até 2023”, reforçou.

O governador ainda afirmou que a Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) tem intensificado os trabalhos para a divulgação do Destino Paraíba e assegurou o esforço do Estado para manter uma gestão fiscal diferenciada, o que tem permitido a execução de grandes investimentos. “Nós temos grandes ações em infraestrutura, recursos hídricos, saúde, mobilidade urbana e segurança, o que tem atraído grandes empresas a instalarem e ampliarem seus Centros de Distribuição na Paraíba, a exemplo do grupo Colgate-Palmolive e Magazine Luiza”, acrescentou.

O presidente da Aena, Maurici Lucena, destacou a satisfação da empresa de gerir aeroportos da Paraíba e enalteceu o potencial econômico do Nordeste. “A região tem um perfil turístico muito forte e queremos implantar aqui as boas práticas já adotadas nos aeroportos administrados pela Aena, garantindo benefícios para a população. Além disso, é muito importante a participação do Governo e das autoridades locais para promover o destino turístico do Estado”, disse.

O diretor executivo da Aena no Brasil, Fernando Santiago Yus Saenz de Cenzano, destacou a importância de contar com a colaboração do Governo do Estado. “Isso é muito importante para incrementar os investimentos nos aeroportos e nos primeiros 36 meses já existem ações a serem implantadas”, relatou.

A presidente da PBTur, Ruth Avelino, fez uma avaliação positiva da reunião. “A Aena é uma empresa experiente, administra aeroportos no mundo todo e deixou claro de que estará conosco em feiras e eventos, nos ajudando a promover o destino Paraíba. Além disso, ela deve colaborar com a captação de novos voos, o que é muito importante, devido à possibilidade da abertura do mercado de aviação no Brasil para as companhias internacionais, ajudando a nossa malha aérea”, analisou.

A Aena venceu o leilão pelo bloco de seis aeroportos no Nordeste (João Pessoa, Campina Grande, Recife, Maceió, Aracaju e Juazeiro do Norte), no dia 15 de março, com um lance de R$ 1,9 bilhão.  Dentre os investimentos iniciais previstos estão melhorias nos terminais de passageiros, adequação de banheiros e fraldários e revisão de sistemas de climatização, escadas rolantes, elevadores e esteiras para restituição de bagagens.

Participaram da reunião, Deusdete Queiroga (secretário da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente); Gilmar Martins (secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão); Marialvo Laureano (secretário da Fazenda);  Ruth Avelino (presidente da PBTur); e o tenente coronel Anderson Pessoa (secretário chefe da Casa Militar do Governador).

Ainda estiveram presentes Rodrigo Marabini (diretor da Aena Internacional Filiais); Angel Luis Sanz (diretor do Escritório da Presidência, Regulação e Políticas Públicas); Javier Marin San Andrés (diretor geral de Aeroportos); e Gonzalo Fournier (cônsul geral da Espanha em Salvador).

Continue Lendo

Paraíba

Calvário: Julian Lemos quer pagar tornozeleiras eletrônicas para Ricardo e outros denunciados

Publicado

em

O deputado federal Julian Lemos se colocou à disposição para pagar do próprio bolso o custo com as tornozeleiras eletrônicas para o ex-governador Ricardo Coutinho, prefeita Márcia Lucena, ex-secretária Cláudia Veras e outros denunciados da Operação Calvário. O desembargador Ricardo Vital de Almeida determinou que eles passem a usar o equipamento, além de cumprir medidas cautelares como não se ausentar da Comarca, e não manter contato com investigados, exceto entre os irmãos Ricardo e Coriolano Coutinho.

Julian Lemos se baseou na informação de que há falta de tornozeleiras eletrônicas na Paraíba. “Eu, deputado federal Julian Lemos, estou me colocando aqui à disposição, número da conta da empresa que fornece, se for o caso, descontar do meu salário, eu mesmo pago, para que esses equipamentos estejam à disposição da Justiça para que possam, de fato, cumprir a determinação da Justiça”, disse Julian ao portal ParlamentoPB.

O parlamentar argumentou que isso é necessário para que os denunciados não possam coagir testemunhas e destruir provas. “Não é possível que criminosos dessa periculosidade fiquem circulando por aí sem que a Justiça saiba onde eles estão. Para que eles não possam coagir testemunhas, nem destruir provas. Estou à disposição de pagar esses equipamentos para que estejam no lugar que devem estar, que é no tornozelo desses criminosos.”

A Operação Calvário investiga pagamentos de propinas e desvios de recursos da Educação e Saúde do Governo da Paraíba. Na sétima fase, o ex-governador Ricardo Coutinho foi preso, mas já teve habeas corpus concedido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), assimo como outros investigados. Ele e os demais também passaram a cumprir medidas cautelares.

Continue Lendo

Paraíba

‘Calvário’: Ricardo Coutinho e mais sete acusados devem usar tornozeleira eletrônica

Publicado

em

O desembargador Ricardo Vital de Almeida, relator da Operação Calvário no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), determinou nesta sexta-feira (21) o uso de tornozeleira eletrônica para o ex-governador do estado, Ricardo Coutinho, e mais sete investigados na ação.

Também devem usar os equipamentos Gilberto Carneiro da Gama, Bruno Miguel Teixeira de Avelar Pereira Caldas, Coriolano Coutinho, Cláudia Luciana de Sousa Mascena Veras, Francisco das Chagas Ferreira, David Clemente Monteiro Correia e Márcia de Figueiredo Lucena Lira.

A defesa de Ricardo Coutinho informou que ele ainda não intimado. A reportagem tentou entrar em contato com Coriolano Coutinho, Gilberto Carneiro, Márcia Lucena e Cláudia Veras, mas as ligações não foram atendidas.

A ação investiga organização criminosa suspeita de desvio de R$ 134,2 milhões de serviços de saúde e educação, destaca reportagem do G1 Paraíba.

O desembargador determinou ainda o recolhimento domiciliar noturno, no endereço residencial da casa de cada acusado, das 20h até as 5h.

De acordo com o desembargador Ricardo Vital, o monitoramento pelo uso de tornozeleira eletrônica se justifica como medida de fiscalização do cumprimento das demais medidas cautelares impostas ao grupo. Se os investigados descumprirem alguma delas, poderão ter a prisão preventiva decretada.

Os denunciados deverão comparecer, no prazo de 24 horas, a partir do momento em que forem intimados, à Penitenciária de Segurança Média Juiz Hitler Cantalice, onde fica localizada a central de monitoramento dos aparelhos.

Continue Lendo

Paraíba

Preso na Operação Calvário: Ministra do STJ libera da cadeia o ex-procurador Gilberto Carneiro

Publicado

em

A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Laurita Vaz, decidiu nesta sexta-feira (21) pela soltura de Gilberto Carneiro da Gama, ex-procurador Geral do Estado da Paraíba, preso no mês de dezembro durante a deflagração da sétima fase da Operação Calvário – Juízo Final.

Na última terça-feira (18) a Sexta Turma do STJ decidiu negar o recurso feito pela PGR contra a concessão de habeas corpus a Ricardo Coutinho. Ontem (20), Coriolano Coutinho e outros também foram soltos.

Confira a decisão:

 

Continue Lendo