Nos acompanhe

Paraíba

João Azevêdo assina contratos do Empreender com comerciantes de Campina Grande

Publicado

em

O governador João Azevêdo assinou, na quarta-feira (22), em Campina Grande, contratos do programa Empreender Paraíba com os comerciantes do Parque do Povo. O investimento de R$ 600 mil irá beneficiar 108 barraqueiros, inclusive os que foram prejudicados com o incêndio ocorrido nos festejos juninos do ano passado.

A solenidade, que ocorreu no auditório da Escola Cidadã Integral Técnica Professor Bráulio Maia Júnior, contou com as presenças do prefeito de Remígio, André Alves; dos vereadores de Campina Grande, Bruno Faustino e Anderson Maia; e de auxiliares do Governo da Paraíba.

Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual ressaltou a importância dos comerciantes para o sucesso do São João da Rainha da Borborema e a preocupação do Governo do Estado de viabilizar condições adequadas de trabalho para o segmento. “Eu sei que esse crédito pode ser o início ou o aperfeiçoamento de uma atividade. O que nos interessa é fomentar a economia como um todo, fazendo com que cada um que teve o crédito aprovado tenha a oportunidade de empreender e de começar a desenvolver um negócio”, comentou.

Ele também aproveitou a ocasião para anunciar a reabertura da linha de crédito para os comerciantes que tiveram problemas com a apresentação dos documentos dentro do prazo. “A nossa intenção é atender a todos, pois colocamos R$ 2 milhões à disposição dos comerciantes que poderão investir no aprimoramento de seus negócios, bem como em insumos para ter uma qualidade melhor do produto. O Governo tem mantido o foco nos investimentos em áreas importantes para a geração de emprego, renda e sustentabilidade, tanto é que, ao longo do Empreender, mais de 30 mil pessoas já foram beneficiadas, representando um investimento de R$ 150 milhões na economia da Paraíba”, acrescentou.

O secretário do Turismo e do Desenvolvimento Econômico, Gustavo Feliciano, afirmou que o investimento do Governo do Estado irá beneficiar diretamente quem atua na base da economia. “Os barraqueiros dormem tarde e acordam cedo e são eles que fazem realmente o São João, e esta ação do Governo, além de fomentar a economia, vai permitir que os turistas tenham um melhor serviço porque os comerciantes vão poder ofertar um produto de melhor qualidade”, pontuou.

O secretário executivo do Empreendedorismo, Fabrício Feitosa, destacou a agilidade da gestão estadual para atender a reivindicação dos comerciantes e reforçou a missão do Programa de fortalecer a microeconomia da Paraíba. “O governador nos pediu para fazer esse atendimento de forma emergencial para que o dinheiro chegasse nas mãos dos comerciantes de Campina Grande antes dos festejos juninos e hoje nós estamos assinando os contratos e ajudando a fortalecer a economia da cidade. Essa ação vai entrar na história do programa como um belo caso de sucesso”, frisou.

O presidente da Associação dos Barraqueiros do Parque do Povo, Lucinei Cavalcante, agradeceu ao Governo pela liberação dos créditos do Empreender. “Estamos aliviados porque os comerciantes saíram da edição de 2018 com muitos prejuízos e assinar esses contratos nos dá uma tranquilidade porque teremos condições de fazer o São João que desejamos, gerando emprego e renda”, argumentou.

Crisvaldo Barbosa, que perdeu todos os equipamentos de trabalho com o incêndio do ano passado, está otimista para recomeçar os trabalhos. “Eu perdi tudo, mesa, cadeira, freezers, mercadorias, fiquei sem nada, até os documentos eu perdi e se não fosse o Empreender eu não iria colocar barraca no Parque do Povo, mas agora vou montar tudo de novo para começar a ganhar dinheiro e vai dar tudo certo”, contou.

O mesmo sentimento foi compartilhado por Haendel Gomes. “Será um recomeço porque eu tive um prejuízo muito grande por causa do incêndio e o Empreender chegou no momento certo e nos deu a oportunidade para continuar fazendo um bom São João”, falou.

Já a comerciante Rosângela Lopes, que trabalha há 30 anos nos festejos juninos do Parque do Povo, lembrou que é a primeira vez que recebe ajuda para incrementar seu negócio. “Esse crédito chegou numa hora boa porque a festa está crescendo e mais novidades vão aparecendo, ficando mais difícil para o pequeno comerciante que não consegue seguir o ritmo do evento e, com esse dinheiro, vamos investir em equipamentos anti-incêndio e na aquisição de novos materiais e eu estou muito satisfeita porque antes a gente era muito esquecido”, acrescentou.

Os microempreendedores contemplados hoje receberão os créditos em suas contas bancárias através de linhas de crédito com carência de seis meses e pagamento em até 30 parcelas. Ao longo da história do Empreender Paraíba já foram investidos no município de Campina Grande o montante de R$ 13 milhões em quase dois mil contratos efetivados.

O Programa Empreender tem como prioridade a concessão de crédito produtivo orientado com o objetivo de incentivar a geração de ocupação e renda entre os empreendedores paraibanos, bem como apoiar e fortalecer a economia solidária, o microempreendedor individual, o microempresário, o empresário de pequeno porte e as cooperativas de produção da Paraíba.

Continue Lendo

Paraíba

Após receber denúncias, deputado fiscaliza Hospital Edson Ramalho e constata irregularidades

Publicado

em

Após receber inúmeras denúncias de pacientes e servidores, o deputado estadual Cabo Gilberto Silva (PSL) fiscalizou “in loco” o Hospital Edson Ramalho, em João Pessoa.

Segundo o parlamentar, as irregularidades cometidas pela nova administração da unidade de saúde, apontadas pelos reclamantes, foram constatas. “Casos como perseguição a servidores”, disse. “Ontem, uma servidora que aqui trabalha durante 20 anos, chorou bastante em meu ombro dizendo que havia sido perseguida”, revelou o deputado.

Ainda segundo o deputado Cabo Gilberto Silva, também por perseguição na nova diretoria, vários outros servidores foram perseguidos no Hospital Edson Ramalho. “Espero que o Governo do Estado resolva esses problemas, colocando um profissional da área de saúde para administrar o hospital, assim como fez com a Secretaria de Saúde, onde colocou o Doutor Geraldo, que tem meu respeito”, disse o deputado.

Continue Lendo

Paraíba

Comissão aprova projeto que proíbe o vilipêndio de dogmas e crenças no estado da Paraíba

Publicado

em

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou, nesta terça-feira (17), Projeto de Lei 398/2019, de autoria do deputado estadual Wallber Virgolino (Patriotas), que proíbe o vilipêndio de dogmas e crenças de toda e qualquer religião, sob a forma de sátira, ridicularização e menosprezo, no âmbito do Estado da Paraíba.

Wallber Virgolino explica que a Constituição Federal assegura que todo brasileiro tem o direito de ter uma crença religiosa e, pensando nisso, apresentou a iniciativa no parlamento.

“Peças teatrais, propagandas de TV e rádio, entre outros meios que ridicularizem a figura de Deus, de Jesus, símbolos ou imagens de qualquer outra religião, devem ser proibidas na Paraíba”, disse. “Estamos com nosso mandato empenhado em defender a moral, a família, a religião e bons costumes”, declarou.

Aprovada na Comissão de Direitos Humanos e Minorias, a matéria segue para apreciação e voto no plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba.

Continue Lendo

Paraíba

ALPB aprova projeto que fixa prazo de 30 dias para realização de exames em pacientes com câncer

Publicado

em

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, por unanimidade, na sessão ordinária desta terça-feira (17), projeto de Lei 950/2019, de autoria do deputado Wilson Filho, que estabelece o prazo máximo de espera de 30 dias, nas unidades de saúde do Estado da Paraíba, para a realização de exames clínicos, laboratoriais e complementares por pacientes diagnosticados com câncer.

Wilson Filho lembra que, de acordo com a Constituição Federal, a saúde é direito de todos no país. Neste sentido, o parlamentar ressalta que há grande demanda de procedimentos e intervenções gerando, desta forma, uma “fila de espera”.

Segundo o deputado, muitos pacientes portadores de câncer morrem na Paraíba sem sequer passarem por algum tipo de atendimento na rede pública de saúde. “Estes pacientes necessitam de atendimento com certa celeridade, pois, é comprovado que todos os dias as células malignas do corpo se multiplicam, atacando outros órgãos e sistemas, tornando essencial o tratamento da forma mais célere possível”, justificou Wilson Filho.

Também foi aprovado, por unanimidade, Projeto de Lei 305/2019, de autoria do presidente Adriano Galdino, instituindo a Semana Estadual de Enfrentamento à Tríplice Epidemia: Dengue, Zika e Chikungunya. O objetivo, segundo Galdino, é conscientizar a sociedade a respeito dos riscos oferecidos pelo mosquito aedes aegypti e intensificar ações voltadas a combatê-lo.

Continue Lendo