Nos acompanhe

Paraíba

Oposição prepara requerimento para instalar CPI da Cruz Vermelha na Assembleia Legislativa

Publicado

em

Estarrecido com as recentes notícias em torno de uma organização criminosa, que através da Cruz Vermelha, filial do Rio Grande do Sul, teria saqueado os cofres públicos nos estados da Paraíba e Rio de Janeiro, o deputado estadual Walber Virgulino (Patriotas), preparou requerimento e, nesta segunda-feira (4), dará início à coleta de assinaturas de parlamentares para instalar na Assembleia Legislativa da Paraíba Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar as denúncias.

Já confirmaram assinatura no requerimento todos os 12 deputados pertencentes à oposição na Casa de Epitácio Pessoa, número mínimo necessário para a instalação da CPI, mas diante da gravidade das denúncias, Walber Virgulino espera contar também com assinaturas de parlamentares da base de situação. “É uma questão de interesse de toda a Paraíba, independente de posicionamento político/partidário, espero contar com as assinaturas não apenas da bancada de oposição, mas também da bancada de situação”, disse Walber.

Preocupado com o bom andamento das investigações, Walber Virgulino, informou que também pedirá o afastamento de suas funções dos secretários de estado Waldson de Sousa e Livânia Farias, alvos de operação do Gaeco na segunda fase Operação Calvário. “Vamos pedir o afastamento de suas funções, pois se foram citados no decorrer das investigações, não podem estar à frente das respectivas pastas, pois podem destruir provas, perseguir pessoas e prejudicar as investigações”, disse. “A saúde da Paraíba está na UTI, temos um dos piores serviços de saúde prestados à população em todo o país”, completou.

Continue Lendo

Paraíba

PMJP acompanha processo judicial da Lagoa e se mantém à disposição dos órgãos fiscalizadores

Publicado

em

Sobre a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), em relação às obras da Lagoa, a Procuradoria-Geral do Município de João Pessoa ressalta que o Prefeito foi isento pelo próprio MPF de qualquer participação no caso e reafirma que o momento não é de pré-julgamento, uma vez que os indiciados terão a oportunidade de apresentar a sua defesa ao poder judiciário, quando será concluída a apuração do caso.

A Procuradoria Geral do Município ressalta ainda o compromisso da gestão municipal com a transparência e com a colaboração ativa em todas as fases, como vem fazendo desde o início. Diante das conclusões dos inquéritos e mesmo antes da denúncia, os procedimentos administrativos de controle interno também já haviam sido acionados.

Continue Lendo

Negócios

Tarifa de ônibus da capital é reajustada para R$ 4,00 a partir deste domingo

Publicado

em

Conforme determinação da Prefeitura de João Pessoa, o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa, Sintur-JP, informa que a partir das 0h de domingo, 26 de janeiro, a tarifa de ônibus em João Pessoa passa a ser R$ 4,00 para os passageiros que utilizam o Passe Legal e R$ 4,15 para quem realiza o pagamento em espécie. Os créditos já existentes nos cartões dos usuários do Passe Legal valerão pelos próximos 30 dias com o preço anterior da passagem.

Neste ano, em todo Brasil, 46 cidades já tiveram aumento no valor de suas tarifas. A média do reajuste no transporte público do país até agora é de 8,3%. Desde 2014, o setor vem enfrentando uma grave crise. Aqui na capital, houve uma queda de 32% no número de passageiros transportados no comparativo 2013 para 2019 e isso também influencia no preço final da tarifa.

De acordo com o Sintur-JP, a tarifa seria mais barata se não houvesse Imposto Sobre Serviço (ISS), pago ao município, e o ICMS sobre o óleo diesel.

Continue Lendo

Paraíba

Romero anuncia reajuste para o magistério e salário de professor varia de R$ 2,2 mil a R$ 8 mil

Publicado

em

Durante vistoria às obras de construção da futura creche da comunidade de Catolé de Zé Ferreira, na manhã desta sexta-feira, 24, o prefeito Romero Rodrigues anunciou um reajuste da ordem de 12,84% em prol da categoria dos professores municipais de Campina Grande, Romero. O benefício contempla os docentes da ativa com efeito retroativo ao dia primeiro de janeiro de 2020.

Romero Rodrigues observou que, apesar dos problemas econômicos que afligem o País, o Município tem procurado cumprir as suas obrigações, num esforço destinado a melhorar as condições salariais e de trabalho dos que integram o magistério público em nível municipal.

“Trata-se de mais ação de respeito e valorização dos professores municipais. Sabemos que o governo federal anuncia, mas quem paga mesmo são os prefeitos e os governadores. Trata-se de um ônus bem significativo, quando tivemos uma inflação pouco acima de 4%, enquanto a receita de janeiro deste ano (FPM) é bem menor do que janeiro de 2019”, explicou.

O prefeito campinense lembrou que, desde 2013, tem buscado cumprir a política nacional de valorização do magistério, tendo sido adotadas iniciativas como a ampliação da jornada de 25 para 30 horas. Por conta disso, houve significativa e rápida melhoria salarial para os professores do Município ao longo dos últimos anos, o que elevou a autoestima e a qualidade de vida de quem se dedica ao magistério.

Salário de até R$ 8 mil

Na sua avaliação, nunca aconteceram tantos avanços em prol dos professores numa só administração. Com isso, como natural reflexo, tem melhorado a qualidade no ensino municipal com a formação de crianças que desfrutam de conhecimentos e ensinamentos fundamentais para o seu pleno desenvolvimento escolar.

Com o reajuste, um professor efetivo, em cargo inicial, com carga horária de 30 horas, vai receber R$ 2.200,00. Contudo, em decorrência do plano de cargos e carreira já existente no município, com a sua devida escalonamento de salários, um docente pode chegar a ganhar, dependendo da sua titulação (Mestrado ou Doutorado), cerca de R$ 7 mil a R$ 8 mil.

Continue Lendo