Nos acompanhe

Artigos

Artigo: Como a Lava Jato mudou o cenário das eleições 2018?

Publicado

em

Rodrigo Chemim

Corrupção italiana e brasileira: dois lados da mesma moeda? Publicado pela Editora Citadel, o livro Mãos Limpas e Lava Jato: A corrupção se olha no espelho, apresenta uma pesquisa abrangente e levanta fatos históricos sobre as duas grandes operações de combate à corrupção realizadas na Itália e no Brasil. A nova edição da obra investigativa de Rodrigo Chemim traz um apêndice inédito com os dados mais importantes sobre a prisão do ex-presidente Lula e as evidências que levaram à sua condenação.

Após a divulgação de documentos, investigações e longos e conturbados julgamentos, o caos no cenário político brasileiro continua denso. As recentes coligações e os discursos eleitorais aprofundam a divisão do país em termos de posição partidária e a respeito das sentenças proferidas até agora. O livro de Rodrigo Chemim compara o que aconteceu na Itália com o que acontece no Brasil e indica possíveis desfechos.

Procurador do Ministério Público e doutor em Direito do Estado, o autor detalha a metodologia e as perspectivas de ambas as operações. Entre documentos e processos, Chemim demonstra o desenrolar das investigações que inicialmente enfocavam um episódio isolado de corrupção, mas se tornaram gigantescas ações contra esquemas de pilhagem dos cofres públicos e pagamento de propina.

Marco da história pública, política e policial nacional, a Lava Jato muito se assemelha à Mãos Limpas, desde o modus operandi dos corruptos das esferas pública e privada até as manobras e desculpas que usaram para se safar da justiça. Separadas por duas décadas, as operações revelam a corrupção sistêmica que assola Itália e Brasil, onde gestores públicos e privados drenam as esperanças e ideais de toda uma nação, desviando fortunas incalculáveis para as contas de políticos e partidos de todos os matizes ideológicos.

A corrupção em última análise é um toma-lá-dá-cá, mas, diferentemente do que ocorre com o funcionário público que pratica atos de ofício vinculados à lei, como o guarda de trânsito, no caso do político a contrapartida é mais aberta e não raras vezes vinculada à sua influência política no processo decisório de um terceiro. Foi justamente esse o caso do ex-presidente Lula, acusado de receber propina para se valer de seu poder discricionário na nomeação de diretores da Petrobras e influenciar nas decisões igualmente discricionárias que estes tomariam na contratação da empreiteira que corrompeu a todos. Portanto, a imputação de corrupção passiva é perfeita na denúncia e tecnicamente possível à luz da lei e da jurisprudência brasileiras. A questão agora é saber se as provas documentais, periciais e testemunhais indicadas na denúncia eram suficientes para a condenação. Deixa-se ao leitor a liberdade de avaliar o conjunto e concluir se a condenação foi correta ou não. – Rodrigo Chemim, Mãos Limpas e Lava Jato (pp. 272–273).

Sobre o autor: Rodrigo Chemim é doutor em Direito de Estado, professor de Direito Processual Penal no Centro Universitário Curitiba e no Centro Universitário Franciscano em Curitiba. Procurador do Ministério Público do Paraná há 24 anos, atuou por mais de quinze anos na investigação de crimes do colarinho-branco.

Continue Lendo

Artigos

A merecida nomeação de Octávio Paulo Neto na PGR é um prêmio para todos do GAECO

Publicado

em

Alan Kardec – Polítika

Não conheço pessoalmente o procurador Octávio Paulo Neto, coordenador do Gaeco. No máximo trocamos algumas mensagens de interesse jornalístico. Logo, o reconhecimento que farei a seguir é desprovido de qualquer relação pessoal.

A nomeação de Octávio Paulo Neto para atuar na Secretaria de Perícia, Pesquisa e Análise, da Procuradoria Geral da República, é antes de tudo o reconhecimento ao excelente trabalho realizado por todos servidores que atuam no GAECO, grupo do Ministério Público que combate a corrupção.

Acredito que Octávio possui o mesmo sentimento de coletividade.

É preciso ressaltar que a Operação Calvário é uma Lava Jato melhorada. Aprendeu com a irmã mais velha e não tem rasgado a Constituição, muito menos o CPP, como estava fazendo a República de Curitiba.

A Calvário é mais cautelosa e Octávio Paulo Neto parece não ter vontade de virar herói. Seu comedimento é perceptível e a falta de vaidade é o seu ponto forte e ajuda na manutenção da neutralidade.

Diferente de Deltan Dinheirol e companhia, Octávio Paulo Neto não quer aparecer com Power Point’s nem lucrar com palestras, quer apenas cumprir seu dever e combater a corrupção, mesmo que isso atinja poderosos como Ricardo Coutinho e membros do judiciário.

Mesmo sem desejar holofotes, Octávio Paulo Neto está escrevendo o seu nome na história, e ao lado do desembargador Ricardo Vital, ficará reconhecido por acabar com umas das maiores organizações criminosas do Brasil.

Continue Lendo

Artigos

RádioBlog antecipa retorno do recesso e retoma atividades nesta quinta-feira

Publicado

em

Diante das inúmeras informações que tomaram conta do noticiário paraibano na reta final de 2019 e início do ano de 2020, o RádioBlog antecipou o fim do recesso e retoma nesta quinta-feira (09) as atividades previstas para terem inicio apenas na próxima segunda-feira (13).

A iniciativa reafirma o compromisso do RádioBlog com a boa informação aos seus leitores, tanto aqueles que enviaram mensagens e fizeram contato telefônico, quanto os que simplesmente aguardavam pelos primeiros posts de 2020.

A todos, meu muito obrigado e um próspero ano.

Continue Lendo

Artigos

Boas Festas: RádioBlog inicia período de recesso e retoma atividades no dia 13 de janeiro

Publicado

em

Após um ano intenso, pautado em matérias jornalísticas que trouxeram os mais inúmeros escândalos de corrupção por todo o estado da Paraíba, o dia a dia da política local e nacional, o RádioBlog inicia nesta terça-feira (24) período de recesso.  Retomaremos as atividades a partir do dia 13 de janeiro de 2020, eventualmente, caso acontecimentos importantes ocorram, faremos a publicação no sentido de manter nossos leitores sempre bem informados.

Boas Festas

Continue Lendo