Nos acompanhe

Negócios

Consórcio de automóvel cresce entre público jovem

Publicado

em

No Consórcio Luiza, nos dez primeiros meses deste ano, o crescimento das vendas do segmento de automóvel entre pessoas com idade de 18 a 25 anos foi de 29%, em relação ao mesmo período de 2016

O público jovem tem aderido cada vez mais ao consórcio de veículos. Apenas no Consórcio Luiza, empresa do grupo Magazine Luiza, nos primeiros dez meses de 2017, o crescimento das vendas do segmento de automóvel entre pessoas com idade de 18 a 25 anos foi de 29%, em relação ao mesmo período de 2016. Já entre o público de 26 a 35 anos, o crescimento foi de 11%. Os jovens representam 55% dos atuais clientes da empresa no segmento de automóvel, e em sua maioria, são do sexo masculino (77%) e solteiros (66%). “O público jovem vê o consórcio como uma opção na conquista de seu carro”, afirma Edna Honorato, diretora do Consórcio Luiza.

Aliás, para fomentar ainda mais esse mercado, o Consórcio Luiza está promovendo a campanha “Meu Primeiro Carro”, pela qual, quem adquirir um consórcio de veículo até 26 de fevereiro de 2018, irá concorrer ao sorteio de um automóvel no valor de R$ 30 mil. O premiado será conhecido em 27 de março de 2018. A ação é válida para todos os clientes que adquirirem consórcio desse segmento, com créditos de R$ 22 mil até R$ 120 mil. O consórcio pode ser feito em uma das mais de 830 lojas do Magazin e Luiza, com gestores autorizados ou pelo sitewww.consorcioluiza.com.br, onde também está disponível o regulamento da promoção. Com a campanha “Meu Primeiro Carro”, o Consórcio Luiza visa a atingir exatamente o público jovem, que está na faculdade ou entrando no mercado de trabalho e busca a independência de ter seu primeiro carro.

O consórcio de veículos é uma maneira segura, consciente e econômica do cliente investir e conquistar seu carro. Com parcelas muitas vezes menores do que financiamentos tradicionais, tem ainda faixa de crédito ampla que atinge desde o perfil de quem busca um carro popular até o público que quer um carro de luxo. A modalidade de crédito oferece ao cliente a chance de adquirir também vans, caminhões e ônibus, além, é claro, de carros de passeio.

Segundo Edna, além de uma excelente oportunidade de investir, o consórcio é uma forma de educar financeiramente as pessoas para se planejarem para realizar suas metas.

Consórcio Luiza

No mercado há 25 anos, o Consórcio Luiza oferece seus serviços em mais de 830 lojas do Magazine Luiza e conta ainda com 180 gestores de negócios autorizados, além do site www.consorcioluiza.com.br.

Com sede em Franca (SP), a empresa, uma das maiores no ramo de consórcios do país, oferece serviços inovadores e de qualidade, possibilitando aos clientes a conquista de seus sonhos por meio de opções de cartas de crédito de eletro, móveis, carros, caminhões, motos, imóveis e serviços, como festas, saúde e estética, viagens, estudos, reformas, entre outros. Atualmente, a empresa está investindo na expansão do seu quadro de gestores de negócios em todo o Brasil, aproveitando o bom momento em que o sistema se encontra.

Há sete anos consecutivos figura entre as melhores empresas para se trabalhar no Brasil, e neste ano classificou-se em terceiro lugar. Em 2017 classificou-se pelo 5º ano entre as melhores da América Latina, segundo o Instituto Great Place to Work. Em 2014, foi o vencedor do prêmio Época Reclame Aqui, na categoria Consórcios, que elege as empresas com melhor atendimento ao consumidor do Brasil. Afiliado à ABAC (Associação Nacional dos Administradores de Consórcios) e ao SINAC (Sindicato Nacional dos Administradores de Consórcios), o Consórcio Luiza já entregou mais de 260 mil bens e, atualmente, conta com mais de 60 mil clientes ativos. Em seus 24 anos, não possui reclamação fundamentada no Procon e conta com uma excelent e reputação junto ao BACEN.

Continue Lendo

Negócios

Lei regulamenta espaçamento mínimo e número máximo de clientes em bancos e lotéricas

Publicado

em

Foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (4) a lei 11.700/2020, de autoria do deputado estadual Wilson Filho (PTB), que disciplina o espaço mínimo e o número de pessoas que podem entrar em agências bancárias e casas lotéricas na Paraíba durante a pandemia de covid-19.

A lei prevê distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas dentro das instituições e no máximo dez clientes por vez no interior delas. Em caso de agências consideradas de grande porte, o número aumenta para 20. A fiscalização ficará a cargo do Procon estadual, que poderá arbitrar multa de 100 a 1.000 Unidades Fiscais de Referência do Estado da Paraíba (UFR-PB) à agência descumpridora.

“Não podemos permitir que as pessoas, neste momento de fragilidade financeira, corram o risco de se infectar com o novo coronavírus ao exercerem o direito básico de ter acesso ao meio que irá garantir o pão de cada dia às suas famílias”, afirmou o deputado.

Outra lei sancionada pelo governador João Azevêdo (Cidadania), desta vez em coautoria com o deputado estadual Wallber Virgolino (Patriota), suspende a cobrança de empréstimos consignados contraídos por servidores públicos civis, militares, aposentados, inativos e pensionistas da Paraíba pelo prazo de quatro meses.

Continue Lendo

Negócios

Shopping Manaíra doa UTI móvel ao Governo do Estado para o combate à Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) recebeu uma UTI móvel, nesta terça-feira (3), para auxiliar no combate ao novo coronavírus (Covid-19). O veículo é fruto de uma doação dos Shoppings Manaíra e Mangabeira e irá auxiliar no transporte de pacientes diariamente, durante 30 dias. A SES vem realizando parcerias com órgãos e empresas privadas, formando uma rede solidária em meio à crise mundial causada pelo vírus.

O Governo do Estado da Paraíba, por meio da SES, já recebeu doações dos Ministérios Públicos Estadual (MPE), do Ministério Público Federal (MPF) para abastecer hospitais e reforçar a estrutura da saúde pública. Entre os itens já recebidos estão ventiladores pulmonar, cama hospitalar tipo Fawler Elétrica, óculos de proteção hospitalar, bomba de infusão, monitor multiparâmetros para UTI, máscaras e luvas cirúrgicas.

O secretário de saúde do Estado, Geraldo Medeiros, reconhece este esforço coletivo dos órgãos públicos e empresários na luta contra o vírus. “Em nome da sociedade paraibana, a SES agradece a cessão provisória de uma ambulância – unidade de suporte avançado -para transporte de pacientes Covid-19. Esta é a demonstração do compromisso social do empresário paraibano representado pelos shoppings Manaíra e Mangabeira”, ressaltou.

Outras doações – Com o apoio do Corpo de Bombeiros e da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep-PB), a SES também já recebeu mais de 34 mil litros de álcool etílico 70%, doado pelo Sindalcool-PB. Além disso, a empresa Brasileira de Bebidas de Campina Grande – Caranguejo também fez a doação de 400l de álcool líquido 70%, que devem ser utilizadas pela força policial; a Ambev também realizou a doação de 15 mil em gel para uso na rede hospitalar do Estado e para os servidores da SES. Também foram recebidos de 2 mil face shields com mensagens de esperança, por meio da empresa Federal Petróleo, que já estão em uso na rede hospitalar.

Saiba como colaborar – Acesse o site https://paraiba.pb.gov.br/diretas/saude/coronavirus/doacoes para mais informações.

Continue Lendo

Negócios

Covid-19: João Azevedo comprou respiradores de empresa especializada em produtos à base de maconha

Publicado

em

A compra de respiradores pulmonares pela Paraíba e outros oito Estados do Nordeste à empresa paulista Hempcare Pharma ganhou contornos de caso judicial após o dinheiro empregado na transação, R$ 48,7 milhões, ter sido antecipado, mas os equipamentos não terem sido entregues.

A empresa Hempcare, que recebeu do Consórcio Nordeste para vender de respiradores que seriam usados em hospitais para tratamento da Covid-19 é, na verdade, espacializada na comercialização produtos derivados da maconha. ISSO MESMO, MACONHA. A informação está no site da própria empresa, que diz importar produtos dos Estados Unidos e Europa, “à base de Cannabis spp na América Latina”. A denúncia foi feita pelo deputado federal Osmar Terra, ex-ministro da Cidadania do Governo Bolsonaro, através do Twitter.

Leia também:

Consórcio Nordeste: Governadores dão justificativas diferentes sobre respiradores que não chegaram

Polêmica! Respiradores comprados por João Azevedo no Consórcio Nordeste podem não chegar à Paraíba

Confirmado! Respiradores comprados por João Azevedo no Consórcio Nordeste não chegarão à Paraíba

Leia também:

Pandemia: Governador admite que respiradores comprados pelo Consório Nordeste não chegarão na PB

Consórcio Nordeste: João Azevedo pagou antecipadamente por respiradores que não chegaram à Paraíba

A empresa foi alvo da Operação Ragnarok, deflagrada na última segunda-feira (01) pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia, estado que lidera o Consórcio Nordeste. Foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Salvador, e 3 mandados de prisão, sendo 2 no Distrito Federal e 1 no Rio de Janeiro.

 

Continue Lendo