Nos acompanhe

Negócios

Inadimplência do consumidor cai 1,3% no acumulado em 12 meses

Publicado

em

A inadimplência do consumidor caiu 1,3% no acumulado em 12 meses (dezembro de 2017 até novembro de 2018 frente aos 12 meses antecedentes), de acordo com dados nacionais da Boa Vista. Na avaliação mensal com ajuste sazonal, novembro apresentou variação negativa de 1,1% frente a outubro. Quando comparado o resultado contra o mesmo mês de 2017, o indicador caiu 4,1%.

Regionalmente, na análise acumulada em 12 meses, ocorreu queda nas regiões Centro-Oeste (-3,2%), Norte (-3,9%), Nordeste (-0,5%) e Sudeste (-1,4%). Já na região Sul houve alta de 0,7%.

As adversidades ocorridas na economia ao longo dos últimos anos geraram grande cautela nas famílias, inibindo o consumo e a tomada de crédito, contribuindo para a diminuição do fluxo de inadimplência. Passado o período mais intenso da crise econômica, o indicador demonstra sinais de que caminha para estabilização, após longo período de queda nos registros. Ainda assim, a manutenção de um ritmo estável do estoque de inadimplência está condicionada por uma recuperação mais consistente do mercado de trabalho, diminuição dos juros e evolução da renda.

Metodologia

O indicador de registro de inadimplência é elaborado a partir da quantidade de novos registros de dívidas vencidas e não pagas informados à Boa Vista pelas empresas credoras. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100 e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal. A partir de janeiro de 2014, houve atualização dos fatores sazonais e reelaboração das séries dessazonalizadas, utilizando o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau.

A série histórica do indicador está disponível em:
www.boavistaservicos.com.br/economia/registro-de-inadimplencia

SOBRE A BOA VISTA

A Boa Vista é uma empresa brasileira que alia inteligência analítica à alta tecnologia para transformar dados em soluções para os desafios de clientes e consumidores.

Criada há mais de 60 anos como SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), tem contribuído significativamente para o desenvolvimento da atividade de crédito no Brasil, ajudando o País a estabelecer uma relação de consumo mais equilibrada entre empresas e consumidores.

A Boa Vista é precursora do Cadastro Positivo, banco de dados com informações sobre o histórico de pagamentos, que deixa a análise de crédito mais justa e acessível.

Pioneira também em serviços ao consumidor, a Boa Vista responde por iniciativas que cooperam com a sustentabilidade econômica dos brasileiros, como a consulta do CPF com score, dicas de educação financeira e parcerias para negociação de dívidas. Tudo disponível de forma simples, rápida e segura no portal consumidorpositivo.com.br.

Atualmente é referência no apoio à tomada de decisão em todas as fases do ciclo de negócios: prospecção, aquisição, gestão de carteiras e recuperação.

Dados estão em toda parte. O que a Boa Vista faz é usar inteligência analítica para transformá-los em respostas e soluções às necessidades e desejos dos consumidores e empresas.

www.boavistascpc.com.br

Continue Lendo

Negócios

BR 101: Receita Estadual realiza operação conjunta com Fisco Potiguar de combate à sonegação fiscal

Publicado

em

Auditores fiscais da 1ª Região da Receita Estadual participaram, no final da tarde dessa segunda-feira (18), de uma operação conjunta com o Fisco Estadual do Rio Grande do Norte, no Posto Fiscal de Guaju, na BR 101. A ação visava fiscalizar as confecções transportadas em ônibus com destino ao Rio Grande do Norte e ao Ceará, oriundas da região de Santa Cruz do Capibaribe, em Pernambuco, como forma de combater a sonegação fiscal.

Denúncias recebidas pelo Fisco Estadual apontavam que confecções estavam sendo transportadas em ônibus com indícios de irregularidade. Cerca de 30 ônibus foram parados no Posto Fiscal de Guaju da Receita Estadual, divisa com o Estado Potiguar, para serem conferidas as mercadorias. Foram encontrados seis ônibus com transporte de mercadorias irregulares e notas inidôneas.

Paraíba reforça operação – A Secretaria de Estado da Receita, que havia firmado um convênio de colaboração com a Secretaria de Estado da Tributação do Rio Grande do Norte, participou da operação também com o apoio da estrutura do Posto Fiscal de Guaju, que pertence à Receita Estadual do Estado da Paraíba.

Ações fiscais inteligentes – Auditores fiscais da Secretaria de Estado da Receita continuarão com operações conjuntas com a Secretaria de Estado da Tributação do Rio Grande do Norte para combater a sonegação fiscal de forma estratégica, realizando ações fiscais inteligentes em diversos pontos das rodovias.

Continue Lendo

Negócios

Projeto Caravana da Visão realiza atendimento oftalmológico em 240 crianças de Cajazeiras

Publicado

em

Desde ontem, 18, uma equipe da Energisa está no município de Cajazeiras com o Projeto Caravana da Visão. A ação contemplou nesta segunda e terça 240 crianças que foram selecionadas na fase inicial do projeto realizada no ano passado. Até o final dessa semana (22), 592 menores do município terão passado por consultas com oftalmologistas da Fundação Dr. Rubem Cunha – parceira da concessionária nesta ação.

Após as consultas oftalmológicas, a Energisa e a Fundação Dr. Rubem Cunha se responsabilizarão por providenciar óculos para os menores que precisarem. Alunos de 27 escolas municipais e estaduais, tanto da zona urbana quanto rural, foram contemplados.

Continue Lendo

Negócios

Fibra Construtora chega em Campina Grande e investe na criação de postos de trabalho

Publicado

em

Com o objetivo de promover o fortalecimento de Campina Grande a Fibra Construtora lança o primeiro complexo interpessoal da Paraíba, o Humany, que chega ao mercado campinense com o objetivo principal de promover o crescimento local com a geração de empregos e fortalecimento da economia. O empreendimento tem com o conceito de integrar e promover conexões, e é o primeiro empreendimento da construtora na cidade.

O Humany será um grande fomentador de crescimento para Campina Grande. “Vamos gerar mais de 500 empregos diretos e indiretos e toda nossa mão de obra será local. Seremos um vetor de desenvolvimento para a cidade”, explica Filipe Leandro, diretor da Fibra.

A cidade de CG tem uma localização estratégica, fica apenas a 120 km da capital do Estado, João Pessoa, e possui um dos principais polos industriais do Nordeste. Além disso, a cidade praticamente dobrou sua renda per capita nas últimas duas décadas. “O campinense merece um empreendimento como o Humany, que será o primeiro complexo interpessoal da Paraíba. Tem uma proposta grandiosa e chega para coroar a nossa chegada nesta cidade que tanto admiramos”, diz Filipe.

Por ser destaque nas áreas de áreas de informática, serviços (saúde e educação), no comércio e na indústria, principalmente indústria de calçados e têxtil, sendo sede de grandes empresas nacionais e internacionais, o ambiente de negócios na cidade é muito favorável. Além disso, CG é conhecida como cidade universitária, pois conta com duas universidades públicas. “É comum vermos estudantes do Nordeste e de todo o Brasil virem morar na cidade para estudar nas universidades locais. E o Humany será uma ótima opção de moradia para esses universitários”, conta o diretor da empresa.

O empreendimento, oferecerá studios de 25,73 m² a 26,20 m² com aproveitamento máximo de espaço, apartamentos de 51,32 m², sala comerciais de 34,92 m² a 278,33 m² e um mall com um conjunto de estabelecimentos de diferentes áreas de atuação. “Tudo isso em um só lugar, esse empreendimento será capaz de agradar vários públicos, será agregador permitindo que seus moradores tenham e um único local diversas opções de lazer, consultórios e clínicas médicas, lojas, enfim, uma vasta gama de serviços”, aponta Filipe.

De acordo com o empresário, o DNA da Fibra é fomentar o mercado local a partir da construção de empreendimentos modernos e únicos, seja para o cliente investir, trabalhar ou morar. “O estímulo ao consumo sustentável dos recursos naturais, como energia e água, e a otimização do metro quadrado são marcas dos nossos empreendimentos, somos uma empresa que busca atender com excelência”, diz.

Com um modelo de gestão reconhecido pelo Selo Nacional de Política Brasileira de Qualidade e Produtividade no Habitat, a Fibra tem atestado de satisfação dos clientes conferido pela BRTUV. O reconhecimento é pela excelência de qualidade na utilização de materiais e serviços; acesso a tecnologias de construção diferenciadas e inovadoras; e oferta de preços mais competitivos. A construtora também é desde 2012 certificada com o Selo ISO 9001.

Continue Lendo