Nos acompanhe

Paraíba

Réveillon 2018 da Capital terá show de Margareth Menezes

Publicado

em

A chegada de 2019 será um momento de muita energia e alegria em João Pessoa. A festa da virada no Busto de Tamandaré será comandada pela cantora baiana Margareth Menezes, que sobe ao palco a 00h10. O evento é realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope), e contará ainda com shows de Renata Arruda, Mira Maya com o DJ Claudinho, além do DJ Eric Furni, que abre a festa.

A programação começa às 20h, com a apresentação do DJ Eric Furni, que fica até às 22h, quando começa o show de Renata Arruda, que anima o público com sua Roda de Samba até a queima de fogos, à meia-noite. Dez minutos depois, já em 2019, o palco será de Margareth Menezes, que vai comemorar o ano novo. Para fechar a programação, show de Mira Maya e o DJ Claudinho, que sobem ao palco às 2h em ponto.

Segundo o diretor executivo da Funjope, Maurício Burity, o Réveillon da Capital será uma grande festa para a população. “O Réveillon é uma celebração universal e, mais uma vez, a Prefeitura de João Pessoa oferece aos pessoenses e turistas atrações variadas, tendo Margareth Menezes no show principal, mas contemplando também os artistas locais, como Renata Arruda, Mira Maya e os DJs Claudinho Santa Cruz e Eric Furni”, disse.

Maurício disse ainda que a Funjope vem conversando com as secretarias e órgãos municipais e com as polícias civil e militar no sentido de garantir a segurança das pessoas que forem à orla. “Realizamos reuniões com a Semam, Sedurb, Semob, Samu, Emlur, Seinfra e Guarda Civil Municipal, além da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, para garantir a segurança e a tranquilidade de todos”, ressaltou o diretor da Funjope.

As atrações:

Margareth Menezes – Nascida em Salvador, é cantora, compositora e atriz. Gravou o primeiro single, “Faraó (Divindade do Egito)”, em 1987, que foi lançado como LP, ao lado de Djalma de Oliveira, vendendo cem mil cópias. A partir daí, iniciou uma carreira de sucesso, sendo indicada ao Grammy Latino e Grammy Awards. Com mais de trinta anos de carreira, tem 14 discos gravados. A cantora lidera o movimento Afropop Brasileiro, que visa preservar e promover a cultura afro-brasileira.

Renata Arruda – Cantora, compositora e poetisa, Renata Arruda é uma das artistas mais conhecidas da Paraíba. Cantou com Ney Matogrosso, Alceu Valença, Elba Ramalho e outros nomes da MPB. Lançou oito CDs e acabou de gravar o álbum “Outra Pegada”, que será lançado no início de 2019. Publicou o livro de poesias “Nua” (2016), que inclui CD e DVD, com participação de vários artistas.

Mira Maya – Cantora e compositora, começou a carreira cantando no coral Gazzi de Sá (UFPB). Lançou os CDs “Na Mira”, com composições autorais, e o EP “Mira Maya”. Com desejo de inovar, ela mostra agora uma nova faceta, “Pulse Live”, projeto paralelo criado com o DJ Claudinho Santa Cruz, com set sofisticado e extremamente pulsante. A dupla promete não deixar ninguém parado na festa da virada.

Eric Furni – Começou a carreira como DJ em 2004 e logo caiu no gosto do público. Com várias parcerias e projetos, é DJ residente na Balada Ever, destinada ao público sub-17 da Grande João Pessoa, e um dos mais dos mais requisitados da Paraíba. Atento às novidades, Eric estuda a cena musical do Brasil e de outros países e vem investindo em músicas autorais.

Programação de Natal – A programação de fim de ano inclui também o Concerto de Natal da Lagoa, com a Banda 5 de Agosto e cantora Ranna Andrade, no dia 22 (sábado), às 18h; o Concerto de Natal no Busto de Tamandaré, no dia 25, às 19h, com A Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) e as orquestras do projeto Ação Social pela Música. No dia 27, também no Busto de Tamandaré, será o Natal Luz do Padre Nilson Nunes, com as participações especiais do padre Antônio Maria e Mara Pavanelli, às 19h.

Continue Lendo

Paraíba

Calvário: Deputado reapresenta requerimento convocando secretária de saúde para dar esclarecimentos

Publicado

em

O deputado estadual e líder da oposição na Assembleia Legislativa, Raniery Paulino (MDB), reapresenta nesta quarta-feira (27), requerimento convocando a secretária estadual de Saúde, Cláudia Veras, para prestar esclarecimentos sobre a relação entre o Governo do Estado e a Organização Social Cruz Vermelha. Investigações do Ministério Público da Paraíba, através do GAECO, identificaram organização criminosa formada para desvio de recursos da saúde estadual, propina e caixa 2 nas últimas eleições.

“Vamos reapresentar o requerimento enquanto Cláudia Veras ainda pode prestar esclarecimentos aqui na Assembleia, o que já não é o caso da ex-secretária Livânia Farias, atualmente presa”, observou Raniery.

Continue Lendo

Paraíba

Deputado apresenta imagem da caixa do ar condicionado que teria sido instalado em cela de Santiago

Publicado

em

Procurado pelo RádioBlog, o deputado estadual Wallber Virgolino (Patriota) comentou a polêmica em torno da possível instalação de um aparelho de ar condicionado no 1º Batalhão de Polícia Militar, mais precisamente na cela onde está preso o empresário Roberto Santiago, dono do Manaíra Shopping, alvo da Operação Xeque-Mate, do Ministério Público através do GAECO.

Segundo o parlamentar, a denúncia da instalação do ar condicionado na cela de Santiago partiu de policiais lotados no próprio batalhão. O Comando do 1º Batalhão de Polícia Militar nega que a instalação tenha ocorrido.

Ainda segundo Wallber Virgolino, é duvidosa a negativa do Comando do 1º Batalhão de Polícia Militar. Munidos de imagem das caixas do aparelho supostamente instalado, o parlamentar disparou. “Difícil acreditar em um governo conhecido pelas mentiras”.

Walber Virgolino disse ainda que irá pessoalmente ao 1º Batalhão de Polícia Militar conferir a veracidade, ou não, da denúncia feita por policiais.

“Depois que foi feita a denúncia, o tenente Lucas, comandante do 1 BPM, veio correndo de UBER e pediu pra tirar o aparelho da cela e colocar na sala do PROERDE”, disse o denunciante, segundo o parlamentar.

Confira a imagem

Continue Lendo

Brasil

Fórum de Governadores: João Azevedo discute medidas para melhorar a situação econômica dos estados

Publicado

em

O governador João Azevêdo participou, nesta terça-feira (26), do Fórum de Governadores realizado em Brasília, que contou também com a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes. Na ocasião, foram discutidas medidas para melhorar a condição econômica dos estados, securitização das dívidas, a questão da cessão onerosa, do bônus por assinatura de petróleo, déficit da previdência, entre outros assuntos.

Após o Fórum de Governadores, João Azevêdo comentou que a intenção da reunião era que o Governo Federal apresentasse um plano emergencial com ações para socorrer os estados neste momento de dificuldade. “Os governadores colocaram questões com relação à securitização, à Lei Kandir, à cessão onerosa, bônus por assinatura de petróleo, isso que vinha sendo tratado desde a última reunião”, disse.

Na ocasião, o ministro Paulo Guedes informou que dois eixos serão tratados com os estados: a possibilidade de antecipação de um crédito para os estados que aderirem à recuperação fiscal de 50% do valor previsto e que a cessão onerosa poderia vir a partir de setembro ou outubro. “Essas propostas não resolvem os problemas do estado, a Paraíba tem questões emergenciais que precisam também ter uma resposta muito mais rápida. Não podemos vincular, porque já está em tramitação no Congresso a questão da cessão onerosa com a aprovação da previdência, como foi colocado pelo ministro Paulo Guedes, as coisas podem andar em paralelo, independente da aprovação de uma ou outra. Ou seja, as questões que esperávamos ver definitivamente resolvidas ficaram para o futuro. Isso nos preocupa porque cada estado continua com seu déficit e seus problemas”, ponderou o governador.

Ainda segundo João Azevêdo, a Paraíba tem que enfrentar um ponto comum a todos os estados, que é a questão do déficit previdenciário. “Existe um déficit da previdência estadual que precisa ser enfrentado com medidas objetivas, com a criação de um fundo de compensação para que este déficit possa ser minimizado e indicando quais são as fontes para alimentar este fundo. O Estado precisa ter também, com indicação do Governo Federal, onde fazer captação de recursos para investimentos”, afirmou o governador.

O chefe do Executivo estadual acrescentou que a Paraíba tem feito o seu dever de casa para que o servidor e fornecedores recebam em dia e as obras continuem, entretanto, “isso tem um limite no suporte do caixa do Governo e a gente espera que o Governo Federal possa apresentar soluções para enfrentar esse questionamento que todos os estados têm colocado”.

João Azevêdo ainda relatou que foi criada uma comissão dentro do próprio Fórum a qual levará, em outra oportunidade, para o Governo Federal os pleitos que entendem que são possíveis de serem atendidos com mais agilidade, porque não impactam o orçamento federal. “A questão da securitização das dívidas, a questão da cessão onerosa, do bônus por assinatura de petróleo, são coisas que precisam estar definidas”, observou.

Além disso, o governador comentou que é importante que a Federação tenha uma consciência em relação ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb),que poderá acabar no próximo ano. “Como o Governo Federal vai enfrentar isso, como é que efetivamente vamos tratar essa questão? Porque se o Fundeb acabar no próximo ano, como é que vamos financiar a educação em estados e municípios? Enfim, esta foi mais uma questão que discutimos”, finalizou.

Continue Lendo