Nos acompanhe

Paraíba

Paraíba está com investigações atrasadas por precariedades do IPC

Publicado

em

A precariedade no Instituto de Polícia Científica (IPC) estaria causando a demora na identificação da ossada encontrada em um matagal no dia 15 de junho, em João Pessoa. A afirmação é do presidente do Sindicato dos Peritos Oficiais da Paraíba (Sindperitos), Hebert Bozon. Segundo ele, por conta do não funcionamento do laboratório de DNA do IPC, não é possível realizar o exame.

“Cinco dos nossos laboratórios estão fechados. Eu já tinha previsto que o exame desta ossada iria demorar. Não há previsão de chegar o material necessário para fazer os exames. Vai demorar”, afirmou.

Segundo ele, não só a análise da ossada encontrada está comprometida. Todos os exames que dependem dos laboratórios de DNA, Balística, Toxicologia, entre outros, vão demorar. A exemplo de casos de estupro, em que seria necessário a análise de materiais genéticos, informa publicação do Portal Correio.

Ainda de acordo com Hebert, a estimativa não é nada boa. Ele afirma que, se tudo ocorrer no trâmite normal, a situação só deverá ser regularizada em janeiro de 2019. “Agora que se vai levantar o material, deve estar nesta etapa. Ainda vai para licitação. Eu acredito até janeiro não estará regularizado”, finalizou.

O Portal Correio entrou em contato com a direção do IPC, mas as ligações não foram atendidas.

Denúncias não são novas

O IPC foi fechado pela primeira vez em 6 de março deste ano. Houve prejuízos em vários serviços, como a emissão de RGs. Em 13 de março, o IPC foi aberto após liminar da juíza da 3ª Vara do Trabalho, Herminegilda Leite Machado. Porém, em 22 de março ele foi fechado novamente, por causa dos mesmos problemas. A nova interdição prejudicou mais uma vez os serviços.

No dia 26 de abril, o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), mudou a gestão do Instituto. Em 3 de maio deste ano, o IPC voltou a funcionar por causa de outra liminar, mas ainda com problemas na prestação de serviços. Os vários ‘capítulos’ dessa novela viraram também um embate entre Justiça do Trabalho, sindicalistas e Governo do Estado.

Em 26 de junho deste ano, o Sindiperitos já havia afirmado que a situação do IPC segue precária e que os trabalhos e serviços continuam prejudicados. Em resposta, a direção do IPC disse que as reformas no local começariam em 2 de julho e que a compra de materiais para atividades no local já estaria sob licitação.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Continue Lendo

Paraíba

Eleições 2018: Lindolfo, Tyrone e Wilson arrastam multidão por três bairros de Sousa

Publicado

em

Foi um sucesso. Assim, os aliados do governador Ricardo Coutinho (PSB) na cidade de Sousa, classificaram a movimentação política realizada em três bairros na noite desta quinta-feira (20).

Uma multidão acompanhou os candidatos Lindolfo Pires e Wilson Santiago num arrastão que foi iniciado no bairro da estação, seguindo pelas comunidades do Jardim Sorrilandia I, II e Jardim Iracema.

Estiveram presentes além dos candidatos mencionados, o Prefeito Fábio Tyrone, vereadores, líderes políticos e comunitários.

Os discursos de Lindolfo, Wilson e Tyrone levaram a multidão à loucura. Nos pronunciamentos realizados, o nome de João Azevedo soou como o candidato mais preparado para conduzir os destinos da Paraíba pelos próximos quatro anos.

Veneziano e Luís Couto foram lembrados para o Senado. Tanto Lindolfo, como Santiago e Tyrone, explicaram para a população a importância de votar corretamente nos postulantes que vão ajudar João, carreando recursos de Brasília para o estado.

Líderes do bloco girassol apostam numa arrancada que pode levar a vitória do candidato do PSB ainda no primeiro turno das eleições na Paraíba. Segundo o IBOPE, João Azevedo cresceu 15 pontos percentuais, e abriu oito de vantagem na pesquisa espontânea.

Vale ressaltar que o bloco girassol já realizou 14 atos de campanha na cidade sorriso desde o inicio do processo eleitoral.

O ex-prefeito João Estrela (PDT) não compareceu por motivos de saúde, porém, nada grave

Continue Lendo

Paraíba

Lucélio visita a APAE e reafirma compromisso com pessoas com deficiência

Publicado

em

No Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, o candidato a governador pela coligação Força da Esperança, Lucélio Cartaxo, reafirmou o compromisso firmado em seu Programa de Governo, de fortalecer as ações de inclusão em toda a Paraíba. Lucélio visitou a unidade da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), em João Pessoa, onde conversou com pais, alunos e funcionários e ouviu as demandas e sugestões de propostas para o futuro governo.
“Vamos apoiar entidades como a APAE e fortalecer a rede de cobertura às pessoas com deficiência com a expansão e a requalificação da Funad. Precisamos avançar para incluir as pessoas com deficiência no dia a dia, como é feito aqui em João Pessoa através da garantia da acessibilidade em equipamentos públicos como escolas, UPAs, residenciais, na Calçadinha da Orla e da Beira-Rio e das praças”, comentou.
Uma dessas praças é justamente a Praça Acessível, que está sendo construída em frente à APAE e vai contar com toda a acessibilidade e equipamentos para pessoas com deficiência.
“Há mais de 20 anos que a gente lutava por essa praça. É um sonho antigo. Finalmente agora ela está se tornando uma realidade. É uma conquista muito importante para as pessoas com dediciência”, comentou Rosália Araújo, diretora social da APAE João Pessoa.
Outras propostas do Programa de Governo da coligação Força da Esperança são ampliação do número de cuidadores e de salas de Atendimento Educacional Especializado (AEE) na rede estadual de ensino, a implantação de Centros de Referência em Microcefalia no interior e a criação de roteiros turísticos acessíveis.

Continue Lendo

Paraíba

Morte de Iremar Flor: “É sempre muito triste para quem fica”, lamenta Cássio

Publicado

em

O vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima, lamentou, em nota, o seu pesar pelo falecimento, na manhã desta sexta-feira (21), do prefeito de Pilões, Iremar Flor. O senador disse que “a morte é sempre muito triste para quem fica”.

“Lamento profundamente que o prefeito Iremar Flor, de Pilões, tenha perdido a guerra contra o câncer. A morte é sempre muito triste para quem fica. Neste momento de dor, a minha sincera solidariedade ao povo de Pilões, a quem ele tanto se dedicou, e à família de Iremar Flor. Que Deus o receba de braços abertos e o tenha em bom lugar” – disse o senador.

Continue Lendo