Nos acompanhe

Paraíba

Romantismo: 120 casais se unem em casamento coletivo no Maior São João do Mundo

Publicado

em

No dia mais romântico do ano, dedicado aos Namorados, a Prefeitura de Campina Grande promoveu a trigésima edição do seu tradicional Casamento Coletivo. Em 2018, 120 casais concretizaram o sonho da formalização legal de sua união.

O casamento aconteceu na noite desta terça-feira, 12, na Pirâmide do Parque do Povo, sob o testemunho do prefeito Romero Rodrigues e da primeira-dama do município, Micheline Rodrigues, além de outras autoridades e familiares dos noivos, que prestigiaram um dos eventos mais aguardados do Maior São João do Mundo, justamente na véspera do Dia de Santo Antônio, considerado o “Santo Casamenteiro”.

De acordo com o prefeito Romero Rodrigues, o casamento coletivo é uma iniciativa da prefeitura como demonstração do respeito aos valores familiares, estimulando e concretizando a união de casais em Campina Grande.

“Por isso, ao lado da minha amada esposa, Micheline, neste dia tão especial – o dia dos Namorados – estou aqui para apresentar meus votos de parabéns a todos vocês e desejar que Deus os abençoe”, afirmou o prefeito, que também agradeceu a toda equipe da Secretaria de Cultura pelo empenho e realização do evento, elogiando o esforço do secretário Joia Germano e da coordenadora Gisele Sampaio.

Na companhia do prefeito, compondo a mesa de autoridades, estavam o deputado federal Pedro Cunha Lima; secretário de Cultura, Joia Germano; promotor Berlindo Estrela; vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, Márcio Melo; juíza de Direito, Ivna Mozart Bezerra Soares e  a primeira-dama Micheline Rodrigues.

As autoridades e o público presente acompanharam a celebração do casamento, comandada pela juíza de Direito, Ivna Mozart, que apresentou a sua mensagem em forma de versos. Ela apresentou o poema “A lei do Coração”. Segundo a juíza:

“O amor tem suas razões
Que a própria razão desconhece
As diferenças logo se escondem
Quando o coração amolece”.

Para ao final, arrematar, inspirada em um mote que lhe foi dada pelo prefeito Romero Rodrigues:

“Por isso, os declaro casados
Em nome da lei do coração
E que se soltem nunca mais
Após essa declaração!”

Para o casal Joilson Ferreira Barros e Márcia Tavares, “o casamento coletivo representa a concretização de um sonho de amor deles e de outras dezenas de casais”. Aproveitaram para elogiar e agradecer o trabalho da Prefeitura de Campina Grande que, mais uma vez, tomou a iniciativa de realizar este momento marcante do período  junino da cidade. “Recebemos toda orientação, apoio e condições para que o nosso sonho se realizasse nesta noite”, disseram.

Toda esta emoção deste e de outros casais teve como palco a pirâmide do Parque do Povo, que recebeu uma decoração especial, com flores do campo coloridas (cerca de 3 mil hastes), adornos e uma passarela vermelha para receber os 120 noivos. A proposta consistiu em transformar a Pirâmide em uma grande capela para receber noivos e seus convidados, com adornos que fazem reverência ao momento do casamento religioso, além de remeter ao contexto da festa junina.

Os convidados foram acomodados em arquibancadas com capacidade para mil pessoas. E todas as demais cadeiras dispostas na Pirâmide foram cobertas com tecidos brancos. Quem assinou toda essa decoração especial para a Pirâmide do Parque do Povo foi Soares Rocha, renomado decorador de Campina Grande, que montou uma equipe especial para essa ocasião (10 pessoas).

Destaques e diferenciais da celebração

Neste ano, o cortejo dos noivos seguiu de forma diferenciada. Os homens entraram primeiro e aguardaram as noivas no altar. Outro momento sempre muito esperado pelo público é quando as noivas jogam os buquês, ao mesmo tempo, para o alto. Só que neste ano houve um grande diferencial. Quem teve a sorte de “agarrar” um buquê será contemplado com o casório no próximo ano. Ao final da grande festa de casamento o grupo Os Três do Nordeste animou o público e os noivos com um tradicional arrasta pé.

Neste ano, além da Filarmônica Municipal Epitácio Pessoa, o Coral Coro em Canto, da Universidade Federal de Campina Grande, apresentou um repertório com canções que remeteram aos clássicos da MPB e também do cancioneiro popular. Cerca de 80 músicos, entre instrumentistas e intérpretes, apresentarão uma verdadeira opereta nordestina.

Já o tradicional Bolo da Noiva teve caracteres que remeteram ao período junino. Por isso, a decoração do bolo de casamento também foi especial, com partes em estampas, fitas e, acima do bolo, um pequeno casal junino. Já o brinde foi realizado com espumante, outro destaque da celebração.

Grande mobilização assegurou sucesso do evento

Para promover a união legal dos 120 casais centenas de colaboradores foram mobilizados nos últimos meses para assegurar toda a beleza e ritual do evento. Esses ritos preparatórios envolvem desde a parte burocrática (do casamento civil), até a parte festiva que reúne decoradores, maquiadores, cabeleireiros, cerimonialistas, equipe de alimentação e de serviços gerais.

Além disso, auxiliaram na coordenação do Casamento Coletivo equipes da Senac e do Clube da Bolsa.  Por parte da PMCG, integraram a equipe da coordenação do evento (cerca de 70), como também servidores do cartórios e outros profissionais.

Conforme a coordenadora Giseli Sampaio, a maratona envolvendo centenas de pessoas e detalhes minuciosos começou há quase três meses, no período das inscrições, quando equipes foram designadas para receber toda a documentação dos casais interessados em formalizar suas uniões durante o Casamento Coletivo realizado no Parque do Povo. Desde, então, foram sendo selecionadas as equipes responsáveis pelo aluguel e ajustes necessários nos ternos e vestidos das noivas, confecção dos bolos e doces do casamento, aluguel das louças usadas na festa e na produção dos buquês.

Continue Lendo

Paraíba

Ex-reitor Thompson Mariz declara apoio à candidatura do deputado Jeová Campos

Publicado

em

“Eu quero comunicar publicamente que, de forma espontânea, estou aqui, na casa de Jeová para prestar meu apoio irrestrito a ele, porque entendo que Jeová é a voz mais contundente da Assembleia Legislativa em defesa das pessoas excluídas e das causas mais democráticas e importantes para o nosso Estado e País”, declarou nesta quinta-feira (20), o ex-reitor da UFCG, Thompson Fernandes Mariz, ao anunciar apoio à candidatura do deputado estadual Jeová Campos (PSB), que tenta outro mandato na ALPB.

De acordo com o Mariz, Jeová merece mais que o voto, ele merece apoio. “Quero reiterar que vou trabalhar por ele, onde for possível neste Estado, para garantir a renovação deste mandato que está à altura do que o povo da Paraíba merece”, disse o ex-reitor que prometeu ao parlamentar arregaçar as mangas na busca de votos e apoio nestes últimos dias de campanha.

O parlamentar externou a sua satisfação de ter tão importante aliado nesta caminhada. “Gostaria de falar da minha alegria de receber esse grande amigo que como reitor fez muito pela Paraíba na condição de gestor, a exemplo da expansão da UFCG, e que merece o meu respeito. Quero agradecer o apoio recebido e a contundente compreensão por entender que bem representamos o povo da Paraíba no parlamento estadual”, destacou Jeová.

Para o deputado, o ingresso de Mariz nessa jornada chega numa hora importantíssima da campanha e a fortalece. “Essa caminhada será vitoriosa, pois ela está sendo construída por pessoas, homens e mulheres, comprometidos com a Paraíba, com a democracia e com o Brasil e Mariz também simboliza tudo isso, de forma que estou agradecido e muito feliz com esse apoio”, finalizou Jeová.

Continue Lendo

Paraíba

Governo inaugura último trecho da rodovia Anel do Cariri nesta sexta-feira

Publicado

em

O Governo do Estado concluiu a pavimentação do último trecho do Anel do Cariri, a maior obra rodoviária do Programa Caminhos da Paraíba, que será inaugurada oficialmente nesta sexta-feira (21), às 16h30, com a presença do governador Ricardo Coutinho, auxiliares de governo e demais autoridades. Trata-se da estrada PB-186, ligando São Domingos do Cariri a Caraúbas, com 13 km de extensão.

Compondo o Anel, também foram contempladas com pavimentação as rodovias PB-264 – Zabelê/São Sebastião do Umbuzeiro (13,2); PB-240 – São Sebastião do Umbuzeiro/São João do Tigre (22 km); PB-224 – São João do Tigre/Camalaú (25 km); PB-196 – Camalaú/Congo (24 km); PB-196 – Congo/Caraúbas (22 km); PB-186 – Caraúbas/São Domingos do Cariri (13km); PB-186 – São Domingos do Cariri/Cabaceiras (24,5 km; PB-214 – Congo/Divisa da Paraíba com Pernambuco (17 km) e finalmente a PB-148 – Cabaceiras/Boqueirão/Queimadas (53 km), beneficiada com obra de restauração e reforço estrutural e sinalização. Com exceção da rodovia São Domingos do Cariri/Caraúbas, todas as demais já foram inauguradas.

Com uma extensão total de 213,7 km e investimento de R$ 146,9 milhões, com recursos do Tesouro do Estado, a construção do Anel do Cariri foi dividida em três lotes, contemplando os municípios de Zabelê, São Sebastião do Umbuzeiro, São João do Tigre, Camalaú, Congo, Caraúbas, São Domingos do Cariri, Cabaceiras, Boqueirão e Queimadas, todos da região do Cariri, beneficiando uma população de 127.199 habitantes. Vale lembrar que a obra tirou do isolamento com rodovias asfaltadas as cidades de São Domingos do Cariri, Caraúbas, Congo, Camalaú, São João do Tigre e São Sebastião do Umbuzeiro.

O superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba, Carlos Pereira de Carvalho e Silva, disse que a pavimentação do Anel do Cariri proporciona a modernização da infraestrutura rodoviária e com ela chegou a melhoria das condições da logística de transporte e da qualidade de vida da população, além de conforto e segurança aos seus usuários. Lembra ainda que a obra, aliada com a transposição das águas do Rio São Francisco, impulsiona o desenvolvimento socioeconômico do Cariri com o aumento do emprego e renda, dando um salto de qualidade de vida aos seus habitantes, historicamente sofridos por causa da falta de água e estradas pavimentadas.

Continue Lendo

Paraíba

Edição 2018: Virada Política está com inscrições abertas em João Pessoa

Publicado

em

No próximo dia 29 de setembro, João Pessoa sedia a primeira edição da Virada Política, evento que agrega painéis temáticos, oficinas e debates sobre temas como educação política, ativismo, renovação e eleições. A programação e as inscrições estão disponíveis no site do evento viradapoliticajp.vpeventos.com, que será realizado das 13h às 20h com entrada franca, no Auditório I do Espaço Cultural José Lins do Rego.

O evento já foi realizado em mais de 12 cidades em todo o Brasil desde 2014 e é organizado anualmente por um coletivo independente e apartidário, que visa unir a sociedade (cidadãos e ativistas) com os políticos, facilitando o diálogo entre as partes. Em João Pessoa, o encontro terá cinco painéis, além de atrações artísticas e jogos. Todos com um objetivo comum: mostrar a política além das instituições, incidir e inovar, buscando uma sociedade mais justa e responsável.

Na edição de João Pessoa também haverá um “Flertaço” com os candidatos(as) ao legislativo paraibano nas eleições 2018. Trata-se de um convite para todos(as) que estejam concorrendo aos cargos de deputados Estadual e Federal conversarem com a população sobre suas ideias e mandatos. Membros dos movimentos de renovação política ‘Acredito’, ‘Agora’, ‘Livres’ e ‘Interesse Público’ estão confirmados para debater sobre barreiras de renovação.

Também participam universitários do programa ‘Aprendiz de Vereador’ da Câmara Municipal de João Pessoa, ‘Embaixadores Politize!’ e as ONGs ‘Minha Jampa’, ‘Minha Campina Grande’ e ‘Escola Cívitas’ com temas sobre ativismo no controle social, mulheres no poder, fake news, polarização nas eleições 2018, entre outros.

Na organização do evento não há partidos, políticos ou empresas, apenas voluntários e 46 doadores, pessoas físicas que apoiaram a realização do evento com R$1.160. A intenção é manter a independência na programação e o sentimento de pertencimento por parte da sociedade na política.

Continue Lendo