Nos acompanhe

Paraíba

Parceria intensifica ações voltadas à prevenção de acidentes e doenças do trabalho

Publicado

em

O Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) e a Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande firmaram uma parceria, na manhã desta segunda-feira (12), com o objetivo de intensificar ainda mais as ações e medidas conjuntas voltadas à prevenção de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho.

Para isso, um Acordo de Cooperação Técnica foi assinado pelo procurador-chefe do MPT-PB, Carlos Eduardo de Azevedo Lima e pela secretária de Saúde de Campina Grande, Luzia Pinto, informa reportagem do MPT.

O acordo permite a implantação de mecanismos para uma comunicação efetiva e permanente entre o MPT e a Secretaria de Saúde, visando à realização de estudos, inspeções do trabalho e perícias técnicas, além da elaboração de relatórios e laudos técnicos, intercâmbio de dados e informações, orientações técnicas e apoio técnico operacional, tudo isso relacionado à saúde e segurança no trabalho, sendo essas atividades realizadas pelo Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest-CG).

“É fundamental garantir e assegurar que os direitos e as políticas de saúde e segurança do trabalhador sejam respeitados para que tenhamos relações de trabalho mais humanizadas”, ressaltou a secretária de Saúde Luzia Pinto.

“Mostra-se extremamente oportuna a intensificação da parceria entre o Ministério Público do Trabalho e o Cerest, a qual já vem trazendo grandes resultados em termos de implementação de medidas voltadas para o aperfeiçoamento do meio ambiente do trabalho, com garantia de condições mais seguras e saudáveis para os trabalhadores em gera”, afirmou o procurador-chefe do MPT na Paraíba, Carlos Eduardo de Azevedo Lima.

Segundo o procurador-chefe, com este novo Acordo de Cooperação Técnica, “garante-se a permanência dessa tão relevante parceria, sem a burocratização que não raras vezes se vê no âmbito da administração pública. O Cerest, conforme destacado por sua coordenadora e pela secretária municipal de Saúde, envidará todos os esforços necessários para, por meio de sua equipe técnica, dar máxima celeridade ao atendimento das demandas oriundas do MPT, de modo a que as duas instituições, assim como outros órgãos parceiros, possam atuar de maneira cada vez mais enfática para garantir um meio ambiente laboral mais seguro e que venha a propiciar uma mudança nessa trágica realidade atualmente constatada, com tão grande número de trabalhadores sendo vítimas, diariamente, de acidentes e de doenças relacionadas ao trabalho”.

Durante a assinatura do acordo, estavam presentes a procuradora do Trabalho Andressa Lucena Coutinho e, ainda, os assessores jurídicos Filipe Araújo (Secretaria de Saúde) e Lindberg Leitão (MPT).

17 mil acidentes na PB

Segundo dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança no Trabalho, na Paraíba, foram registrados 17.286 acidentes de trabalho desde 2012: média de um acidente a cada 3 horas. Só em 2018, já somam 513 notificações de acidente de trabalho (CAT). No Brasil, foram 3,9 milhões de notificações de acidente de trabalho, de 2012 a 2017 (1 acidente a cada 48 segundos). Este ano, já foram registradas mais de 100 mil notificações no País.

O Observatório é público e pode ser acessado no endereçohttps://observatoriosst.mpt.

             Acidentes de trabalho e doenças afastam 2,3 mil em CG

Mais de 2,3 mil afastamentos de trabalhadores em Campina Grande foram registrados nos últimos seis anos (2012 a 2017), em decorrência de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. Os dados são do Observatório Digital de Saúde e Segurança no Trabalho (OSST), ferramenta do MPT e da OIT, que permite filtrar dados por Estados e municípios.

Indústria calçadista

A “fabricação de calçados” é a atividade econômica em Campina Grande responsável pelo maior número de Comunicações de Acidentes de Trabalho (nesse período 2012-2017) e pelo maior número de afastamentos de trabalhadores: 1.282 acidentes (31,45%). Atividades de teleatendimento          aparecem em segundo lugar, com 245 ocorrências (6%). O comércio varejista de mercadorias em geral (com predominância de produtos alimentícios, hipermercados e supermercados) também aparece entre os 10 setores econômicos com mais comunicações de acidentes de trabalho (236 notificações ou          5,79%), juntamente com a construção de edifícios          (236 ou 5,79%), atividades de atendimento hospitalar (123 ou 3,02%) e atividades de Correios (80 ou 1,96%).

Continue Lendo

Paraíba

Santa Rita: Lucélio diz que abraço da população mostra força e crescimento

Publicado

em

Durante o Festival Paraibano de Quadrilhas Juninas, em Santa Rita, o pré-candidato ao Governo do Estado, Lucélio Cartaxo (PV), disse que “o abraço da população em todas as regiões mostra a força e o crescimento da pré-campanha”. Na ocasião, ele destacou o que tem sentido ao conversar com milhares de paraibanos do Litoral ao Sertão.

“É uma pré-campanha que tem o diálogo como prioridade. As pessoas têm sentido essa confiança, porque sabem que representamos um projeto novo, que vem dando certo e que pode chegar aos demais municípios. É por isso que essa força e esse sentimento crescem a cada dia, sempre nesse contato direto com a população”, disse Lucélio.

No evento, Lucélio Cartaxo foi recebido pelo prefeito de Santa Rita, Emerson Panta (PSDB), pela primeira-dama, Dra. Jane, junto com o presidente Estadual do PSDB, Ruy Carneiro, e outras lideranças da região.

Continue Lendo

Paraíba

Fábio Carneiro é o novo secretário de Gestão de Articulação Política da PMJP

Publicado

em

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou nesta sexta-feira (22) mais um reforço no secretariado. Trata-se do advogado e administrador de empresas Fábio Carneiro, que assume a secretaria de Gestão Governamental e Articulação Política (Segap). A posse será na próxima segunda-feira (25).

Continue Lendo

Paraíba

“Com Lucélio, teremos um Governo integrado à Campina Grande”, diz Micheline

Publicado

em

Às vésperas da festa de São João, a pré-candidata à vice-governadora, Micheline Rodrigues (PSDB), falou da importância de uma gestão estadual que trabalhe em parceria com os municípios, prática distante até das grandes cidades do Estado, como Campina Grande, que mesmo atraindo mais de 2,5 milhões de turistas e movimentando cerca de R$ 200 milhões nesta época do ano, não recebeu incentivos do Governo para realização do Maior São João do Mundo.

“Com Lucélio, teremos uma gestão integrada à Campina Grande e aos demais municípios. A Paraíba não tem mais espaço para essa política que não dialoga, que não senta com os prefeitos para entender as necessidades e propor resultados para a população. Nós planejamos um novo futuro, onde Campina Grande e João Pessoa possam trabalhar lado a lado com o Governo, trazendo esperança e desenvolvimento para a população”.

O pré-candidato ao Governo do Estado, Lucélio Cartaxo (PV), destacou a importância dessas parcerias para se alcançar resultados edificantes. “É inadmissível que um governante não enxergue no São João de Campina seu potencial econômico e cultural. As prefeituras têm investido no desenvolvimento das cidades, mas está faltando uma gestão estadual que tome para si suas responsabilidades e crie ações estruturantes para melhorar a qualidade de vida da população”, disse.

Continue Lendo