Nos acompanhe

Paraíba

Conselho Municipal de Saúde dá início ao processo para eleger nova diretoria

Publicado

em

O Conselho Municipal de Saúde (CSM) de João Pessoa divulgou, nesta terça-feira (13), edital com informações sobre o processo eleitoral que irá eleger a nova diretoria para o biênio 2018-2020. O edital de convocação com informações sobre os critérios e programação do processo seletivo está disponível no portal da Prefeitura de João Pessoa no link: http://www.joaopessoa.pb.gov.br/secretarias/saude/cms/conselho-municipal-eleicoes-2018/

As inscrições acontecem nos dias 22 e 23 de março, das 8h às 14h, na secretaria executiva do CSM, que está localizada na sede da Secretaria Municipal de Saúde, na Av. Júlia Freire, na Torre. No dia 23 de março as inscrições são voltadas as vagas de entidades representativas dos usuários do SUS, enquanto que no dia 22 é o dia de inscrição dos profissionais da saúde e prestadores de serviço. Já as eleições acontecerão no dia 28 de março.

Podem participar do processo entidades representantes dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), entidades representativas de trabalhadores da saúde e segmentos de prestadores de serviço de saúde.

“Divulgamos uma resolução que tem por objetivo regulamentar a eleição do Conselho Municipal de Saúde de João Pessoa, quanto à forma de participação das entidades de profissionais de saúde, das entidades e dos movimentos sociais de usuários do SUS que tenham interesse em concorrer, assim como dos prestadores de serviços de saúde, sejam eles conveniados ou contratados com SUS, doravante denominados entidades e movimentos sociais, para o biênio 2018/2020”, destacou o presidente do CMS, Jailson Vilberto.

Ao todo serão preenchidas 24 vagas para titulares e 24 vagas para suplentes, sendo distribuídos em 12 representantes titulares e 12 suplentes de entidades representativas de usuários do SUS; 6 representantes titulares e 6 suplentes de entidades representativas de trabalhadores da área de saúde; 6 representantes titulares e 6 suplentes de representação do governo e prestadores de serviços de saúde conveniados ao SUS.

O Conselho garante a participação e o controle social na saúde, bem como avaliza também que a população participe do processo de formulação e controle das políticas de saúde, sendo o SUS construído de forma democrática e participativa.

Para mais informações, os interessados devem ligar para o CMS pelo número 3214-7950, ou consultar o edital de convocação e o regulamento eleitoral no link: www.joaopessoa.pb.gov.br/secretarias/saude/cms/.

Conselho – O CMS é formado por conselheiros representantes do governo, de entidades prestadoras de serviços de saúde, de trabalhadores de saúde e de usuários do SUS.

A Legislação Federal orienta a participação da comunidade na Gestão do SUS, através dos Conselhos de Saúde, que buscam participar da discussão, tendo uma ação independente do governo, embora fazendo parte de sua estrutura, manifestando os interesses dos diferentes segmentos sociais.

O Conselho Municipal de Saúde foi criado pela Lei Municipal nº 8.301/97 e atualmente é regido pela Lei nº 13.188/16, se encontrando no mesmo nível do Secretário Municipal da Saúde, se constituindo num órgão fiscalizador da gestão da saúde, possuindo um caráter deliberativo e consultivo.

Calendário do processo eleitoral:

Inscrições: 22 e 23 de março. Das 8h às 14h, na Secretaria Executiva do CSM.
Divulgação da lista das entidades e movimentos sociais habilitados: 23/03
Recursos e análise dos recursos: 26/03
Divulgação da listagem final: 27/03
Eleições: 28/03

Continue Lendo

Paraíba

Santa Rita: Lucélio diz que abraço da população mostra força e crescimento

Publicado

em

Durante o Festival Paraibano de Quadrilhas Juninas, em Santa Rita, o pré-candidato ao Governo do Estado, Lucélio Cartaxo (PV), disse que “o abraço da população em todas as regiões mostra a força e o crescimento da pré-campanha”. Na ocasião, ele destacou o que tem sentido ao conversar com milhares de paraibanos do Litoral ao Sertão.

“É uma pré-campanha que tem o diálogo como prioridade. As pessoas têm sentido essa confiança, porque sabem que representamos um projeto novo, que vem dando certo e que pode chegar aos demais municípios. É por isso que essa força e esse sentimento crescem a cada dia, sempre nesse contato direto com a população”, disse Lucélio.

No evento, Lucélio Cartaxo foi recebido pelo prefeito de Santa Rita, Emerson Panta (PSDB), pela primeira-dama, Dra. Jane, junto com o presidente Estadual do PSDB, Ruy Carneiro, e outras lideranças da região.

Continue Lendo

Paraíba

Fábio Carneiro é o novo secretário de Gestão de Articulação Política da PMJP

Publicado

em

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou nesta sexta-feira (22) mais um reforço no secretariado. Trata-se do advogado e administrador de empresas Fábio Carneiro, que assume a secretaria de Gestão Governamental e Articulação Política (Segap). A posse será na próxima segunda-feira (25).

Continue Lendo

Paraíba

“Com Lucélio, teremos um Governo integrado à Campina Grande”, diz Micheline

Publicado

em

Às vésperas da festa de São João, a pré-candidata à vice-governadora, Micheline Rodrigues (PSDB), falou da importância de uma gestão estadual que trabalhe em parceria com os municípios, prática distante até das grandes cidades do Estado, como Campina Grande, que mesmo atraindo mais de 2,5 milhões de turistas e movimentando cerca de R$ 200 milhões nesta época do ano, não recebeu incentivos do Governo para realização do Maior São João do Mundo.

“Com Lucélio, teremos uma gestão integrada à Campina Grande e aos demais municípios. A Paraíba não tem mais espaço para essa política que não dialoga, que não senta com os prefeitos para entender as necessidades e propor resultados para a população. Nós planejamos um novo futuro, onde Campina Grande e João Pessoa possam trabalhar lado a lado com o Governo, trazendo esperança e desenvolvimento para a população”.

O pré-candidato ao Governo do Estado, Lucélio Cartaxo (PV), destacou a importância dessas parcerias para se alcançar resultados edificantes. “É inadmissível que um governante não enxergue no São João de Campina seu potencial econômico e cultural. As prefeituras têm investido no desenvolvimento das cidades, mas está faltando uma gestão estadual que tome para si suas responsabilidades e crie ações estruturantes para melhorar a qualidade de vida da população”, disse.

Continue Lendo