Nos acompanhe

Notícias

Ricardo Coutinho diz que só deixa o governo com garantia da continuidade do projeto

Publicado

em

Em entrevista à reportagem do programa Correio Debate, da 98,3 FM, o governador Ricardo Coutinho (PSB) voltou a dar sinais de que não confia na vice-governador Lígia Feliciano (PDT).

Questionado pela reportagem se já teria tomado decisão sobre ficar no comando do Governo do Estado até 31 de dezembro, ou se afastar do cargo em 07 de abril para disputar o Senado Federal, disse que não fará promessas de continuar ou sair da gestão. “Chegamos num ponto que não há retorno, esse ano esse estado vai inaugurar coisas extraordinárias, vai ser o melhor ano dos oito anos e estamos vivendo a maior crise que este Brasil já viu”, disse.  “Minha prioridade é olhar para estado, que é o estado onde vivo, onde vivem meus filhos, e lutar com todas as forças para que esse estado continue a caminhada”, completou.

Segundo Ricardo Coutinho, se é melhor ficar na gestão, ficará com um prazer enorme. “Eu serei um governador até 30 de dezembro, inaugurando obras, ou seja, eu já tive talvez tudo o que quisesse, almejasse, ter sido governador por duas vezes e fazer o que nós temos conseguido fazer, é algo que me honra muito”, disse. “A hipótese de eu sair, só haveria essa hipótese, se os  oito anos fossem concluídos intactos”, refletiu.

Deixando de lado a relação com a vice-governador Lígia Feliciano, Ricardo disparou: “Me dou a esse direito, fui eu que fui eleito. Portanto, esse projeto político se dá a esse direito de governar até o dia 31 de dezembro de 2018, comigo, ou “sem migo”, como se diz no popular”, concluiu.

Confira o áudio:

 

Continue Lendo

Notícias

RádioBlog faz pausa de 10 dias e retoma atividades após o segundo turno das eleições

Publicado

em

O RádioBlog fará uma rápida pausa de 10 dias e retomará as atividades na segunda-feira (29), após o segundo turno das eleições 2018.

paraibaradioblog.com – O Blog de Política Líder em João Pessoa

Continue Lendo

Paraíba

TCE-PB assina termo de cooperação para aprimoramento do sistema de controle externo

Publicado

em

O Tribunal de Contas da Paraíba firmou, nesta quinta-feira (18), acordo de cooperação técnica com o Tribunal de Contas da União (TCU), o Instituto Rui Barbosa (IRB) e a Associação de Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) para o aperfeiçoamento de políticas e programas destinados ao avanço do controle externo brasileiro.

O documento foi assinado pelo presidente do TCE, conselheiro André Carlo Torres Pontes, em Fortaleza, onde ocorre o IV Congresso Internacional de Controle e Políticas Públicas, iniciativa apoiada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), entidade da qual participam 36 países. O acordo estabelece meios e critérios para o desenvolvimento em comum de estudo nesse campo.

Programado para debater a melhoria da gestão pública, o Congresso foi aberto, um dia antes, com palestra da ministra aposentada do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Eliana Calmon. O encerramento ocorrerá nesta sexta-feira (19), ao cabo de programa que ainda inclui palestras atinentes ao “Controle dos TCs sobre as Contas Eleitorais no Brasil e Espanha” (pelo professor Juan Fernando Duran Alba, da Universidade de Valladolid), “Justiça Intergeracional e Controle” (pelo professor Sergio Varela Alves, da Universidade de Lisboa) e “Os desafios do Direito no Século 21” (pelo também professor Eduardo Vera-Cruz Pinto, da Universidade Luzíada).

O presidente da Atricon, conselheiro Fábio Nogueira (TCE-PB), destacou os esforços das Cortes de Contas do País para o aprimoramento técnico e normativo do sistema de controle externo, providência com a qual todas se aproximam dos grandes interesses da sociedade.

IX EDUCONTAS – De forma paralela, de 17 à 19/10, acontece o IX Encontro Nacional dos Técnicos de Educação Profissional das Escolas de Contas (IX Educontas), que terá como tema central “A expertise das Escolas de Contas para o Fortalecimento dos Tribunais de Contas: legitimidade na missão de orientar”.

O encontro legitima a função pedagógica dos Tribunais de Contas que, além de fiscalizar o emprego efetivo e eficaz de recursos públicos, também intensifica a orientação na contribuição do aprimoramento e da qualidade da gestão pública. O objetivo é promover e consolidar a autonomia das Escolas de Contas e o seu fortalecimento enquanto instrumento de difusão de tecnologias do saber para o Sistema Tribunais de Contas.

O analista de sistemas, Carlos Alberto Toscano de Brito, que presta serviços na Assessoria Técnica do TCE-PB, apresentou na manhã desta quinta-feira (18), durante o Encontro, uma iniciativa da Escola de Contas do TCE da Paraíba, o “Projeto Pro Libertas”, destinado alunos de escolas públicas (aulas aos sábados), destacando os benefícios da utilização de softwares livres (a exemplo do Linux). O Projeto objetiva evitar, com isso, a prática criminosa da pirataria, além de promover a inclusão digital dos jovens assistidos.

Além do presidente André Carlo Torres Pontes, participam do IV Congresso Internacional de Controle e Políticas Públicas, o conselheiro Marcos Costa; o procurador do MP junto ao TCE, Manoel Antônio; os auditores de contas públicas, Josedilton Diniz e Ana Chistina; os técnicos de contas públicas, Patrícia Araújo e Ricardo Guedes ; as representantes da Ecosil, Fabiana Lusia e Mariza Godim e Carlos Brito, da Astec.

Continue Lendo

Paraíba

Convênio para atualização do Plano Estadual de Recursos Hídricos da Paraíba é prorrogado

Publicado

em

O convênio entre o Governo do Estado e o Ministério do Meio Ambiente para atualização do Plano Estadual de Recursos Hídricos da Paraíba foi prorrogado. O contrato com vencimento este mês foi ampliado para o dia 10 de outubro de 2020 após a realização de um Termo Aditivo.

O novo documento foi assinado em Brasília pelo secretário do Meio Ambiente, Jair Vieira Tannús Júnior, e o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), João Fernandes da Silva. “Esse aditivo garante a continuidade do trabalho que vem sendo feito pelo Governo do Estado. Continuaremos realizando estudos importantes para atender as demandas de forma estratégica, sabendo quais são as prioridades de investimentos”, observou João Fernandes.

O objetivo do Plano Estadual é orientar as políticas e o gerenciamento dos recursos hídricos, buscando soluções para problemas de abastecimento em várias cidades paraibanas. Elaborado em 2006, o Plano Estadual precisa de atualizações, para contemplar temas como transposição do Rio São Francisco e o Canal das Vertentes Litorâneas, esta considerada a maior obra de sustentabilidade hídrica da Paraíba.

A assinatura do convênio entre o Governo do Estado e a Secretaria de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente ocorreu por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia e da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) em 30 de setembro de 2016.

Continue Lendo