Nos acompanhe

Brasil

Número de milionários no Brasil deve crescer 81% até 2022, diz Credit Suisse

Publicado

em

O número de milionários no Brasil deve crescer 81% até 2022, passando dos atuais 164 mil para 296 mil, de acordo com relatório do banco Credit Suisse publicado nesta terça (14).

O banco ressalta que, como outros países latino-americanos, o Brasil tem uma parcela maior de pessoas na faixa de renda entre US$ 10 mil e US$ 100 mil que o restante do mundo, mas uma fatia menor nas esferas superiores, informa reportagem da Folha.

“Isso pode dar uma impressão incorreta de que a desigualdade é menor que a média”, diz o estudo. “Na verdade, a desigualdade é relativamente alta, como indicado pelo coeficiente de riqueza Gini de 83%, e nossa estimativa é que 1% dos brasileiros detenha 44% da riqueza do país.”

O maior avanço percentual será registrado pela Argentina, com alta de 127%, de 30 mil para 68 mil. No mundo, o crescimento previsto no número de milionários é de 22% nos próximos cinco anos, de 36 milhões para 44 milhões, indica o Credit Suisse.

“Enquanto o número de milionários em economias emergentes ainda está bem distante dos níveis de Estados Unidos e Europa, eles devem aumentar substancialmente até 2022”, afirma o banco.

A China terá um aumento de 41% no número de milionários, até 2,7 milhões, e alcançará a terceira posição no ranking mundial, atrás de Estados Unidos (17,784 milhões) e Japão (3,821 milhões).

O Credit Suisse indica que, desde 2000, o número de milionários aumentou 170% no mundo. Já o número de pessoas com altíssima renda aumentou cinco vezes.

O estudo do banco teve como objetivo principal analisar a geração de riqueza global, que cresceu 6,4% neste ano e atingiu US$ 280 trilhões. Até 2022, a cifra deve alcançar US$ 341 trilhões, com crescimento de 3,9%, ritmo semelhante ao dos últimos cinco anos (3,8%).

Segundo o relatório, o avanço refletiu “lucros generalizados nos mercados de ações” e “aumentos similares em ativos não financeiros, que pela primeira vez neste ano ultrapassaram o nível de 2007 antes da crise”. Ativos não financeiros podem ser imóveis, equipamentos, maquinários, ouro e petróleo, embora o banco não detalhe no estudo.

O banco indica que a riqueza média global por adulto cresceu 4,9%, atingindo o recorde de US$ 56,540 por adulto.

A participação dos emergentes na riqueza global praticamente dobrou entre 2000 e 2017, passando de 11% para 19%. No relatório, o banco diz que o “ritmo de geração de riqueza em economias emergentes deve continuar a ser maior que nos mercados desenvolvidos, embora esse diferencial seja menos impressionante nos próximos cinco anos”.

O Credit Suisse estima que os emergentes devem atingir uma parcela de 22% da riqueza global no fim do período de cinco anos. No entanto, indica, o ritmo da geração de riqueza nas economias emergentes é mais lento do que estimado anteriormente.

Continue Lendo

Brasil

Atuação de Pedro na Câmara é referência na elaboração de guia para novos parlamentares

Publicado

em

A atuação parlamentar do deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) foi usada como referência pelas entidades CLP – Liderança Pública e o RenovaBR na elaboração do “Guia Prático de Como Liderar seu Mandato”, voltado para os novos parlamentares que tomarão posse no próximo ano no Congresso Nacional.  Pedro foi o único deputado federal escolhido para figurar como modelo do manual. No Senado, a escolhida foi a senadora Ana Amélia (PP-RS).

“São esses fatos que me fazem seguir ainda mais estimulado para dar sequência ao trabalho que estamos realizando. Sigo ainda mais motivado com a obrigação de enfrentar o que está errado, consciente do momento dramático que vivemos, convicto do potencial do nosso país – que merece muito mais. Darei o meu melhor”, comentou.

Conforme explicam as entidades na publicação, o Guia nasceu devido à procura de muitos parlamentares eleitos para seu primeiro mandato no Congresso, com dúvidas sobre atuação prática do mandato legislativo. O documento diz que a eleição de outubro foi a com maior índice de renovação no Congresso Nacional desde 1990, em torno de 85% no senado e 47,3% na Câmara dos Deputados.

“O guia traz informações sobre tópicos que todo parlamentar deveria conhecer antes de iniciar seu mandato. Os parlamentares consultados para o guia foram escolhidos por atuarem em mais de dez comissões, apresentarem quantitativo relevante de relatorias durante sua trajetória e percentual considerável de economia na contratação de pessoal e no uso da cota parlamentar”, traz a publicação.

E complementa: “O ‘Guia Prático para Liderar seu Mandato’ foi construído a muitas mãos por algumas das organizações e indivíduos que estão contribuindo para transformar a política no Brasil, tais como: Congresso em Foco, deputado federal Pedro Cunha, Dóris Miranda Coutinho, DIAP, Fábio Almeida Lopes, Legisla Brasil, Mandato Ativo, Ranking dos Políticos, Ranking dos Políticos, Poder do Voto e senadora Ana Amélia”.

Entidades – O CLP – Liderança Pública é uma organização sem fins lucrativos e suprapartidária com 10n anos de atuação. Ela trabalha no desenvolvimento de pessoas para que se tornem líderes públicos e atua na mobilização da sociedade e do poder público na defesa de causas que fortaleçam a democracia e melhorem o funcionamento do Estado brasileiro.

O RenovaBR é uma iniciativa da sociedade civil sem fins lucrativos que seleciona e prepara pessoas de fora da política para disputar eleições e atuar no setor público. Oferece aulas sobre temas essenciais para novas lideranças políticas de diversos alinhamentos por acreditar em uma renovação nascida do diálogo e da convergência de ideias. Em seu primeiro ano de atividade, o RenovaBR ajudou a eleger 17 congressistas e preparou 56 parlamentares eleitos para assumir seus cargos.

Link para ter acesso ao Guia:

https://conteudo.clp.org.br/guia-pratico-para-liderar-seu-mandato?utm_source=facebook&utm_medium=post&utm_campaign=guia_parlamentar

Continue Lendo

Brasil

O Antagonista: Deputado do PSL diz que filho de Bolsonaro é ‘menino’ que ficou ‘chateadinho’

Publicado

em

A guerra interna no partido de Jair Bolsonaro continua.

Em entrevista à Rádio Arapuan de João Pessoa, nesta tarde, o deputado federal eleito Julian Lemos, do PSL da Paraíba, criticou Carlos Bolsonaro, filho de Jair, destaca publicação de O Antagonista.

O atrito entre os dois começou no início deste mês, quando Carlos foi ao Twitter dizer que Julian “não é e nunca foi coordenador de Jair Bolsonaro no Nordeste”.

“Veja só, se coloque no meu lugar, eu sou amigo do presidente, sou amigo do pai do menino. E o menino ficou chateadinho pela minha projeção ao lado do pai. O que é que eu tenho a ver com isso? Eu não trabalhei para o filho dele. Se tem uma pessoa que não deve nada ao filho de Bolsonaro, sou eu”, rebateu o deputado federal eleito.

E mais:

“Na minha casa, o que meu pai falava era respeitado. Se o pai dele diz diversas vezes que eu sou o coordenador dele no Nordeste, o que é que o príncipe pode dizer a mais do que o rei?”

Clique AQUI e escute a esse trecho da entrevista

Continue Lendo

Brasil

“Torço para que Bolsonaro faça um bom governo” diz líder de Michel Temer na Câmara Federal

Publicado

em

O deputado federal reeleito Aguinaldo Ribeiro, do Progressistas, ressaltou a sua expectativa com relação ao governo de Jair Bolsonaro e falou sobre o encontro recente entre membros do partido  e o futuro presidente, que foi filiado à sigla por quase vinte anos.
De acordo com Aguinaldo alguns temas de importância para o país foram tratados durante a reunião com Bolsonaro, como relações internacionais, meio ambiente, geração de empregos, entre outros.
O deputado também comentou as escolhas que Bolsonaro fez dos nomes que irão compor o governo e destacou que o presidente eleito terá o grande desafio de responder positivamente à ansiedade dos brasileiros com relação à sua gestão.
“Ele criou um governo que ele julga que com esse time possa responder a ansiedade da população e acho que esse é o grande desafio que ele tem porque hoje segundo as pesquisas, tanto os brasileiros que votaram nele como os que não votaram estão com otimismo e com uma ampla expectativa positiva em relação ao governo Bolsonaro, assim como eu que como bom brasileiro, torço que ele faça um bom governo” disse o líder do governo que será diplomado nesta terça-feira (18), às 16h, durante solenidade no Teatro Pedra do Reino, para mais um mandato na Câmara Federal.
As declarações de Aguinaldo repercutiram durante entrevista ao programa Frente à Frente da TV Arapuan apresentado pelo jornalista Heron Cid e com a participação de Fábio Bernardo, Adelton Aves e Paulo Neto.

Continue Lendo