Nos acompanhe

Negócios

Procon notifica empresas para que emitam faturas no método Braille

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) está notificando as empresas prestadoras de serviços de telefonia e de fornecimento de água que atuam na Capital para que cumpram a lei municipal 12.692/2013, que assegura ao consumidor portador de deficiência visual, o direito de receber, sem custo adicional, as contas acompanhadas de demonstrativos de consumo no método Braille.

Além dessa notificação, o Procon-JP vai realizar campanhas preventivas de alerta ao consumidor pessoense para que utilize o direito que a lei garante. “Estamos notificando as empresas para que cumpram a determinação da lei municipal 12.692/2013 e, além disso, faremos campanha de esclarecimento junto ao consumidor para que exija a aplicação da lei junto às empresas de telefonia e Cagepa”, informou o secretário Helton Renê.

O titular do Procon-JP acrescenta que a única empresa que está cumprindo a lei, até o momento, é a Energisa, que já está emitindo faturas também no método Braille. “Participamos do evento para o lançamento da Conta em Braille da Energisa em agosto passado. A empresa foi a primeira a cumprir a legislação e implantar o método Braille nas contas de energia elétrica e, assim, contemplar os portadores de deficiência visual. Até então não temos conhecimento de nenhuma outra empresa que esteja em dia com essa legislação”.

Primeiro aviso – Helton Renê informa que as empresas que estão sendo notificadas para que cumpram a legislação municipal devem se adequar o mais rápido possível. “Primeiro, vamos oficiar e alertar para que apliquem a lei municipal 12.692/2013. Em caso dessa notificação ser desconsiderada, aí tomaremos as medidas que estão previstas na própria lei, inclusive a aplicação de multa”.

Procedimento – O secretário explica que o portador de deficiência visual morador de João Pessoa deve requerer o boleto em Braille junto às empresas de água, luz e telefonia. Helton Renê orienta que “a pessoa deve efetuar a solicitação à empresa prestadora do serviço, que deverá fazer o cadastramento. O consumidor precisa se identificar como portador de deficiência visual e requerer a fatura em Braille, que deve vir na forma em que ele possa identificar o conteúdo, ou seja, em Braille”

Continue Lendo

Negócios

Design Thinking é abordagem de sucesso para transformação social

Publicado

em

O Brasil ocupa a triste posição de quinto país mais violento do mundo com as mulheres, perdendo apenas para El Salvador, Colômbia, Guatemala e Rússia. A violência e opressão de gênero resulta em média em 13 feminicidios por dia em território nacional. Ainda estamos longe de encontrar uma solução, mas já podemos nos orgulhar de iniciativas e abordagens que pensam, discutem e agem em cima desse problema.

A Echos – Laboratório de Inovação, referência nacional em Desing Thinking, foi convidada, em outubro do ano passado, a realizar, durante o evento What Desing Can Do – SP, o primeiro workshop de empatia profunda sobre o tema de violência contra a mulher.

O desafio era gerar uma experiência impactante para que homens e mulheres pudessem sentir na pele o que significa a violência contra mulher, uma vez que essa violência está tão presente e normatizada que fica camuflada em ações do nosso dia-a-dia. “A partir do desafio, e tendo o Design Thinking como abordagem, mergulhamos fundo para entender o que significa ser mulher em nossa sociedade. A experiência foi tão profunda e transformadora para alguma pessoas que depois de um ano, 12 workshops realizados e mais de 200 pessoas impactadas pela ação, o workshop de empatia profunda cresceu e deu origem ao projeto IRIS, que busca discutir e construir em nossa sociedade, permeando todas as camadas do design, a livre expressão do feminino,” explica Juliana Proserpio, Co-fundadora da Echos e diretora global de design

O projeto IRIS é resultado do que o Design Thinking pode fazer enquanto abordagem para transformação social. De maneira bem objetiva o design é capaz de criar soluções muito além do que é tangível, estético ou funcional. Ele ajuda a acessar toda a complexidade sistêmica de nossas relações, consegue criar conexões empáticas entre os seres humanos e, portanto, transformar pessoas, organizações, negócios e culturas.

Isso porque a abordagem do design está centrada no ser humano e por isso mesmo é uma poderosa solução para criar novas conexões, entender a complexidade do contexto e gerar empatia. “Por meio do design temos uma visão 360º dos aspectos físicos, psicológicos, sociológicos e culturais e, com essas informações em mãos, conseguimos atuar de maneira ativa na hora de desenhar a mudança que intencionamos para o mundo” argumenta Juliana.

A cultura de violência e desigualdade é tão presente em nossas relações sociais que é impossível separar vítima de agressor, opressor de oprimido. Estamos todos reproduzindo e alimentando ações e intenções que reforçam esse ambiente hostil. Apesar disso, temos a responsabilidade de transformar essa condição social de desigualdade e felizmente enquanto designers temos a capacidade de mudar nossa realidade e futuro

O IRIS inicia agora em novembro de 2017 uma nova fase, mais uma vez, tendo o design Thinking como abordagem, o projeto vai construir outra camada do design a prototipagem de ações.

Continue Lendo

Negócios

SPC Brasil lança aplicativo para consumidor calcular seu bem-estar financeiro

Publicado

em

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) lança nesta terça-feira (13) o novo Indicador de Bem-Estar Financeiro e também o novo aplicativo SPC Consumidor. Através do app, os consumidores poderão fazer o cálculo do seu próprio bem-estar financeiro e poder comparar com a média nacional.

Além da simulação, o usuário descobrirá como andam suas finanças e receberá dicas personalizadas de educação financeira para  melhorar a sua pontuação cada vez mais. Após quatro dicas recebidas, o consumidor pode refazer o teste e avaliar as mudanças no resultado.

“O SPC Brasil é uma plataforma de soluções integradas e queremos gerar conhecimento e bem-estar para sociedade. Esse é um passo importante para uma maior aproximação com o consumidor, possibilitando à população o acesso a essa importante e pioneira experiência de autoconhecimento e bem-estar financeiro”, afirma Magno Lima, superintendente do SPC Brasil.

“Queremos conhecer melhor os consumidores para desenvolver soluções que atendam às suas necessidades e ajudem a melhorar a gestão de suas finanças. Oferecer o aplicativo com indicador de bem-estar financeiro é o primeiro passo, mas muitas outras novidades estarão disponíveis em breve”, completa.

O aplicativo SPC Consumidor está disponível para usuários Android e em breve para IOS.

Sobre o Indicador de Bem-Estar Financeiro

O Indicador de Bem-Estar Financeiro é resultado de uma parceria entre o SPC Brasil e a CVM (Comissão de Valores Mobiliários). É baseado em um modelo desenvolvido pelo Consumer Financial Protection Bureau (CFPB), órgão ligado ao governo norte-americano. A pontuação varia de zero a 100. Quanto mais perto de 100, melhor seu nível de Bem-Estar Financeiro. Em novembro de 2017, o indicador marcou 47,4 pontos.

Baixe a análise do Indicador de Bem-Estar Financeiro no link:
https://www.spcbrasil.org.br/imprensa/indices-economicos

Sobre o SPC Brasil

É uma plataforma de soluções integradas, que gera experiência, conhecimento e inteligência para o mercado e para a sociedade, por meio de informações estratégicas, informações de crédito, identidade digital e rede de vantagens. O portal de educação financeira do SPC Brasil é o Meu Bolso Feliz, com material sobre educação financeira e dicas de economia com matérias, vídeos e testes.

App

Continue Lendo

Negócios

Especialista apresenta 6 passos para se tornar seu próprio chefe em 2018

Publicado

em

A virada do ano é aquele momento de fazer resoluções e sonhar com uma vida nova. Se deixar de ser funcionário para ser seu próprio chefe está dentro dos seus planos de 2018, então não deixe para fazer isso quando ele começar.

Uma pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) em 2017 aponta que dois em cada três jovens brasileiros pretendem se tornar empreendedores nos próximos anos. E muita gente acha que, para ser empreendedor, basta abrir uma empresa. Mas está longe de ser assim. “Nada vem fácil na vida e, para garantir um negócio de sucesso, você tem um caminho de decisões e planos a seguir”, explica o empreendedor e palestrante Fernão Battistoni, formador de líderes e referência no mercado de vendas diretas e marketing de relacionamento.

Fernão listou o que você precisa para aumentar a sua performance e potencializar seus resultados empreendendo.

1 – Tenha um objetivo

Tudo começa no plano das ideias. Mas para se concretizar, é preciso colocar a mão na massa. Veja quanto precisa para investir inicialmente, seja com dinheiro ou com tempo, quais os passos precisam ser dados e quando. Trabalhar com prazos bem definidos aumentará seus resultados.

2 – Escolha algo com o qual você se identifique

Procure por algo que faz seu coração bater mais forte, conheça o mercado, pesquise novidades e, principalmente, se envolva no processo. Se conseguir juntar tudo, pode ter o negócio ideal.

3 – Crie um plano de negócios

Finanças, vendas e o marketing precisam estar dentro do seu plano inicial. Você precisa ter um “norte” para seguir e estar calçado para as decisões estratégicas que vai precisar tomar.

4 – Inspire-se num exemplo de sucesso

Tem algum mentor em quem você se inspire? Um grande executivo, um parente ou amigo que fez um sonho dar certo? Então consulte como ele conseguiu chegar até lá para se inspirar. Lembre: não existe uma receita de sucesso, mas ouvir conselhos pode ajudar você a dar os primeiros passos.

5 – Seja rígido com seus prazos

Não ter um chefe na sua orelha cobrando o tempo todo é ótimo, mas pense: agora, seus resultados e lucros dependem de você. Não tem mais salário garantido no fim do mês. Se você não lutar pelo seu próprio sucesso, ninguém vai fazer isso por você.

6 – Disciplina e organização são essenciais

Crie uma rotina, separe um espaço da casa para fazer de escritório e tente manter suas atividades de lazer no cronograma sempre que possível. Priorizar atividades é o maior segredo dos empreendedores, saiba o que realmente irá gerar resultado para você e concentre suas energias nisso!

Sobre Fernão Battistoni
Empresário e profissional de marketing de relacionamento, autor do e-book “Bola Preta: 8 Tacadas de um Empreendedor de Sucesso”, viaja o Brasil e o mundo capacitando pessoas para atingirem seu potencial máximo e realizarem seus objetivos.

Iniciou na indústria das vendas diretas em 2009 em paralelo ao seu negócio convencional e, em 2012, vendeu sua parte na empresa em que era sócio fundador para investir todo seu tempo no marketing de relacionamento. Três anos depois alcançou a marca dos 7 dígitos em comissões e, hoje, com mais de 8 anos nesse mercado e equipe em mais de 65 países, já superou a barreira dos 8 dígitos.

Continue Lendo